Menu
2019-04-04T14:19:04-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Avaliação da S&P e Fitch

Odebrecht Engenharia e Construção sofre tombo duplo com cortes de suas notas de crédito por agências

Medida anunciada pela S&P e Fitch vieram após a empreiteira anunciar que não pagaria US$ 11,5 milhões em juros aos credores

26 de novembro de 2018
19:38 - atualizado às 14:19
odebrecht
Empreiteira viu duas de suas notas de crédito serem cortadas em um dia - Imagem: Shutterstock

Duplo revés para a Odebrecht Engenharia e Construção (OEC) nesta segunda-feira, 26. As agências de classificação de risco Standard & Poor's e Fitch rebaixaram as notas de crédito da companhia após a notícia de que o pagamento de juros de US$ 11,5 milhões aos credores, vencidos em outubro, não seria efetuado.

Na S&P, a nota da Odebrecht passou de CC para D. "A OEC também anunciou que pretende realizar uma reestruturação de toda a sua estrutura de capital, a fim de buscar uma posição financeira mais equilibrada no futuro", ressaltou a agência.

Já na classificação da Fitch, a nota de crédito foi de C para RD (default seletivo). Segundo comunicado, a Odebrecht anunciou a contratação de assessores legais para negociar com os detentores da dívida, o que para a agência indica o início de um processo para renegociação dessa dívida

A Fitch diz também que a empresa precisa concluir a potencial reestruturação de dívida dentro dos próximos dois meses, para evitar outros desdobramentos por parte dos detentores dos bônus.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Recuperando lentamente

Volkswagen prevê lucro operacional ajustado mais baixo em 2020

A montadora projeta fluxo de caixa líquido de cerca de 6 bilhões de euros.

“HBRE3”

Segmento imobiliário da B3 vai ganhar mais um nome, a HBR Realty

Do mesmo fundador da Helbor, companhia chega à bolsa após levantar R$ 729,6 milhões em oferta restrita de ações

Mercados hoje

Ibovespa recua mais de 1% em meio a risco fiscal e aumento da covid-19; dólar vai a R$ 5,40

Pela manhã, já havia uma expectativa que a bolsa brasileira acompanhasse as quedas das bolsas europeias, índices futuros de Nova York e de commodities no exterior.

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta sexta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

MELHORANDO

Mesmo com avanço do faturamento, prejuízo do IRB cresce em novembro

Perda de R$ 124,5 milhões foi atribuída pelo ressegurador ao aumento das despesas financeiras após mudanças regulatórias

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies