Menu
2021-05-27T15:12:15-03:00
Renato Carvalho
Contas deterioradas

Fitch mantém rating do Brasil em BB-, com perspectiva negativa por situação fiscal

Agência ressalta os desafios para estabilizar a dívida pública, principalmente relacionados à pandemia e à demora na vacinação da população

27 de maio de 2021
15:12
Fachada da Fitch Ratings
Imagem: Shutterstock

O Brasil mantém seu patamar atual de crédito, mas a situação fiscal ainda é uma grande preocupação. Esta é a conclusão da agência de classificação de riscos Fitch Ratings, que reafirmou a nota BB- para o País, com perspectiva negativa.

O que coloca o Brasil no patamar atual, segundo a agência, é o tamanho e a diversidade da economia, o câmbio flexível, a confortável posição das reservas internacionais e o bom mercado doméstico para os títulos públicos.

A perspectiva negativa se justifica principalmente pelas contas públicas. A Fitch enxerga dificuldades para que o governo estabeleça uma política fiscal mais consistente e um ritmo de crescimento da economia que permitam estabilizar as dívidas no médio prazo.

Em seu relatório, a agência ressalta que os gastos públicos continuam subindo, e não é possível descartar novas medidas para amenizar os efeitos da pandemia de covid-19, aumentando a fragilidade fiscal, e tornando o Brasil mais vulnerável a eventuais choques econômicos.

Depois da recessão de 4,1% em 2020, a Fitch espera que o Produto Interno Bruto (PIB) avance 3,3% em 2021, e 2,5% em 2022. Estes avanços serão baseados principalmente na alta dos preços das commodities e na recuperação da economia global, especialmente na China.

Os principais riscos para este ritmo projetado estão relacionados à pandemia. A Fitch aponta as incertezas sobre a evolução no número de casos e atrasos na vacinação como possíveis fatores que podem atrasar a retomada da atividade econômica.

A Fitch aponta que o déficit do setor público atingiu 14% do PIB no ano passado, muito acima da média dos países classificados com a nota BB. “Projetamos que o déficit deste ano será de 7,4%, ante 5,2% na média BB. A recuperação deve acontecer com aumento de receitas e retirada parcial de benefícios fiscais concedidos em 2020”, afirma a agência.

Por fim, a Fitch se mostra ainda cética sobre o andamento das reformas tributária e administrativa, que poderiam melhorar a percepção sobre o Brasil no médio prazo. As barreiras políticas podem atrapalhar o andamento dos temas no Congresso, segundo a agência.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

de olho na reabertura

Vacina no braço e compra de ações: por que o UBS (o banco suíço) agora recomenda a bolsa brasileira

Banco suíço cita as revisões de crescimento para a economia brasileira, menor risco fiscal, expectativa de lucro das empresas e preços em patamares “convidativos”

seu dinheiro na sua noite

Anitta no conselho do Nubank, mais ofertas de ações e o ponto de inflexão do minério de ferro

Acostumado a fazer barulho no mercado, o Nubank fez, nesta segunda-feira, mais um anúncio que deu o que falar: a contratação da cantora e empresária Anitta para integrar o conselho de administração da empresa. A garota do Rio, nascida no bairro suburbano de Honório Gurgel e alçada à fama pelo funk carioca, ocupará uma cadeira […]

linhas 8 e 9

CCR assina acordo de acionistas com RuasInvest no Consórcio Via Mobilidade

Acordo prevê os porcentuais de participação de 80% da CCR e de 20% da RuasInvest no Consórcio ViaMobilidade Linhas 8 e 9

Microcaps

Panvel (PNVL3): é hora de investir?

A rede Panvel é queridinha no Sul do país. Sua recuperação tem mostrado que ela pode ser uma gema entre as microcaps da Bolsa. Descubra se vale a pena investir nela no Chama o Max de hoje.

sinal verde

Câmara aprova texto-base da MP que viabiliza privatização da Eletrobras

Placar foi de 258 votos contra 136; texto já havia sido aprovado pela Casa, mas voltou depois de alterações no Senado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies