Menu
2019-07-31T10:36:27+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
RESUMO DOS RESULTADOS

Lojas Renner, CSN, Smiles, Tim e Apple: os balanços do 2º trimestre que movimentam os mercados nesta quarta-feira

Confira os principais números divulgados pelas companhias de capital aberto sobre o segundo período de 2019

30 de julho de 2019
19:53 - atualizado às 10:36
Lojas Renner
Lojas Renner - Imagem: Estadão Conteúdo/Itaci Batista

Nesta quarta-feira (31) grandes empresas divulgam os seus resultados do 2º trimestre de 2019 e devem trazer mais movimentos aos mercados financeiros.

Os investidores continuam digerindo a maratona de números e a bola da vez está com Lojas Renner, CSN, TIM e a gigante de tecnologia Apple.

Confira os principais números publicados:

Lojas Renner

A gigante do varejo brasileiro levou um tropeço no segundo semestre do ano, com queda de 14% no lucro líquido (R$ 235,1 milhões). A geração de caixa medida pelo Ebitda também sofreu recuo, para R$ 350,8 milhões. Mesmo com a alta de 9% nas vendas (muito em função da greve dos caminhoneiros de 2018), a companhia continua a amargar reduções em sua margem bruta.

  • Lucro líquido: R$ 235,1 milhões (↓14,4%)
  • Ebitda: R$ 350,8 milhões (↓0,6%)
  • Receita Líquida: R$ 2,019 bilhões (↑13,4%)

CSN

Um baita balanço! No embalo da alta da mineração, a Siderúrgica Nacional viu seu lucro saltar incríveis 60% no segundo trimestre. O R$ 1,894 bilhão de saldo registrado pela empresa é 14 vezes maior do que o lucro líquido do primeiro período do ano. Boa parte desse feito veio após a empresa reverter sua provisão de imposto de renda e contribuição social.

  • Lucro líquido: R$ 1,894 bilhão (↑60%)
  • Ebitda: R$ 2,380 bilhões (↑68%)
  • Receita Líquida: R$ 6,901 bilhões (↑21%)

TIM

Com alta no faturamento em todas as frentes de atuação, a TIM conseguiu resultados positivos no segundo trimestre de 2019. A empresa de telefonia entregou um crescimento de 26% no lucro e de 6,2% na geração de caixa. Vale destacar o impacto do pagamento de PIS/Cofins sobre o recebimento de juros sobre capital próprio, que impulsionou o resultado financeiro da companhia.

  • Lucro líquido: R$ 423 milhões (↑26%)
  • Ebitda: R$ 1,616 bilhão (↑6,2%)

Apple

Apesar de vender menos iPhones, a gigante fundada por Steve Jobs veio firme no segundo trimestre (de novo). Com uma receita líquida de US$ 53,8 bilhões (alta de 1%), o lucro por ação, principal medida dos investidores lá fora, ficou em US$ 2,18, abaixo dos US$ 2,34 do mesmo período de 2018 mas acima dos US$ 2,10 projetados pelo mercado. Tudo isso graças aos iMacs e iPads, que seguraram a onda e o faturamento da maçã.

  • Lucro líquido: R$ 10,04 bilhões (↑12,8%)
  • Receita Líquida: R$ 53,8 bilhões (↑1%)

ENEL

Antiga Eletropaulo, a Enel Distribuição São Paulo registrou lucro líquido de R$ 131,313 milhões no segundo trimestre de 2019, revertendo prejuízo de R$ 155,614 milhões apurado no mesmo período de 2018. O Ebitda ficou em R$ 513,99 milhões, o que corresponde a um crescimento de 187,2% em um ano. A margem Ebitda avançou 10,4 pontos porcentuais no período e alcançou 15,3% no segundo trimestre deste ano. A distribuidora de energia da região metropolitana de São Paulo somou receita líquida de R$ 3,352 bilhões entre abril e junho, o que corresponde a uma queda de 8,2% na comparação anual. O resultado financeiro correspondeu a uma despesa líquida de R$ 149,9 milhões, 44,5% menor em relação ao segundo trimestre de 2018.

  • Lucro líquido: R$ 131,313 milhões
  • Ebitda: R$ 513,99 milhões
  • Receita Líquida: R$ 3,352 bilhões  (↓8,2%)

Smiles

A Smiles Fidelidade registrou um lucro líquido de R$ 155,7 milhões no segundo trimestre deste ano, cifra 36,4% superior à reportada no mesmo intervalo de 2018. O número está em consonância aquele ditado por analistas ouvidos pela Bloomberg, de R$ 155 milhões. O Ebitda somou R$ 180,4 milhões, alta de 33,7%. A receita líquida ficou em R$ 278 milhões, alta de 40,3%. Já o faturamento bruto total - corresponde ao total faturado pela venda de milhas e parcela em dinheiro do Smiles & Money, bruto de impostos - cresceu 23,9%, para R$ 684,3 milhões. A variação cambial teve impacto positivo de R$ 2,7 milhões no segundo trimestre, ante despesa de R$ 400 mil do segundo trimestre do ano passado, principalmente, pelo efeito da flutuação da moeda local na rubrica "contas a pagar" referenciadas em dólar e pelo custo de emissão de passagens aéreas internacionais.

  • Lucro líquido: R$ 155,7 milhões (↑36,4%)
  • Ebitda: R$ 180,4 milhões (↑33,7%)
  • Receita Líquida: R$ 278 milhões  (↑40,3%)
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

clima tenso

Europeus se dividem sobre risco ao Mercosul

Decisão do presidente francês, Emmanuel Macron, de obstruir um acordo comercial entre a União Europeia e o grupo Mercosul divide opiniões entre líderes mundiais

no g7

Acordo comercial com os EUA não será fácil, diz primeiro-ministro britânico

Boris Johnson citou carnes bovina e de cordeiro, travesseiros e fitas métricas como alguns dos produtos britânicos que têm entrada dificultada nos mercados dos EUA

um unicórnio entre os jovens

Tiktok: o app que faz sucesso entre a geração Z e fez da sua dona a startup mais valiosa do mundo

ByteDance é considerada a startup com o maior valor de mercado do mundo – são US$ 75 bilhões; estratégia se divide em diversas frentes, incluindo um app que ganha cada vez mais força entre jovens nascidos em meados dos anos 90 para cá

guerra comercial não para

Trump ameaça usar autoridade de emergência contra a China

Anúncio chinês de elevar as tarifas sobre US$ 75 bilhões em importações norte-americanas deixou o presidente dos EUA enfurecido

analisando a conjuntura

Recuperação esperada da economia global não aconteceu, diz presidente do Banco da Inglaterra

Mark Carney falou logo depois que o presidente Trump anunciou que estava endurecendo as tarifas sobre as importações chinesas

vem mais mudanças por aí?

Equipe econômica estuda atrelar remuneração da poupança à inflação

Após criar crédito imobiliário corrigido pelo IPCA, governo quer dissociar a rentabilidade da caderneta da Selic, para que a poupança acompanhe os indicadores usados nos empréstimos para a compra da casa própria

bombou na semana

MAIS LIDAS: Loucura, loucura, loucura!

De todos os programas criados pelos governos petistas, um dos mais polêmicos sem dúvida é o Bolsa Empresário, como ficou conhecida a política de financiamentos do BNDES a grandes empresas com juros bem camaradas. A estimativa é que os subsídios, ou seja, os recursos públicos usados para tornar esses empréstimos mais baratos, superaram os de […]

dinheiro na conta

Zuckerberg vende US$ 296 milhões em ações do Facebook em um mês

Desde abril, o CEO do Facebook não disponibilizava os papéis que detinha ao mercado; no ano, o bilionário vendeu 2,9 milhões de ações

olhos lá na frente

SulAmérica vende operações à Allianz por R$ 3 bi e ganha fôlego para crescer

Investimento é o maior já feito pela seguradora no Brasil e a coloca no patamar mais alto do que já teve

acusação de jornal

Amazon vende milhares de produtos irregulares nos EUA

Wall Street Journal diz que identificou na loja online brinquedos e medicamentos que eram vendidos sem os devidos avisos sobre os riscos de saúde a crianças

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements