Menu
PUBLICAÇÕES SOBRE
Juros
Publicações
Nadando no dinheiro

Ibovespa nas máximas e dólar a R$ 4,14: o retrato de uma semana quase perfeita para os mercados

O Ibovespa cravou a quinta alta consecutiva nesta sexta-feira e chegou a mais um recorde de fechamento, aso 111.125,75 pontos. O dólar à vista acumulou perdas de mais de 2% na semana, voltando a R$ 4,14

Mais alívio

Ibovespa sobe aos 111 mil pontos, acompanhando o otimismo lá fora; dólar cai a R$ 4,14

Sinais animadores no front da guerra comercial dão forças às bolsas globais e colocam o Ibovespa novamente no campo positivo

atenção acionista

Copel paga R$ 643 milhões em juros sobre capital próprio

Data do pagamento será definida em assembleia até abril de 2020. Recebem os benefícios acionistas com posição em 23 de dezembro

Otimismo na bolsa

Firme e forte: Ibovespa engata a quarta alta seguida e chega a mais um recorde

O Ibovespa aproveitou-se da ausência de fatores negativos e do bom desempenho das ações da Petrobras para fechar em alta e cravar mais um recorde

Mais recordes

Ibovespa sobe e busca mais recordes, impulsionado pela Petrobras; dólar cai a R$ 4,18

Aproveitando o tom positivo no exterior, o Ibovespa opera em ligeira alta nesta quinta-feira e busca novos recordes

Novo recorde!

Pista livre: Ibovespa acelera e chega aos 110 mil pontos com alívio no exterior e otimismo local

O tom mais otimista visto no exterior, combinado com a percepção de recuperação da economia local, impulsionou o Ibovespa ao nível de 110 mil pontos pela primeira vez na história

O mundo do juro baixo

Queda de juro torna a vida do poupador mais difícil, mas é bem-vinda, diz Ilan Goldfajn

Para o ex-presidente do Banco Central, não haverá recuperação global forte, os EUA vão desacelerar e juro ficará baixo por um bom tempo, com dólar alto. E não adianta esperar o dinheiro gringo: nós mesmos vamos ter que investir na economia real, e isso vai ser bom

Manhã tranquila

Ibovespa atinge os 110 mil pontos pela primeira vez; dólar fecha em leve baixa

O tom mais otimista visto no exterior, combinado com a percepção de recuperação da economia local, dá forças ao Ibovespa nesta quarta-feira — e leva o índice para perto de níveis inéditos

Retorno negativo na renda fixa

Por que alguns títulos públicos andaram apanhando ultimamente

Campeões de rentabilidade no ano, títulos prefixados e atrelados à inflação deram retorno negativo em novembro e deixaram investidores preocupados; entenda o que está acontecendo

Jogo truncado

No duelo entre Trump no ataque e PIB na defesa, o Ibovespa ficou no zero a zero

Apesar da cautela vista nos mercados globais, o Ibovespa conseguiu equilibrar a partida e fechar em leve alta de 0,03%. Por aqui, o otimismo em relação ao resultado do PIB no terceiro trimestre serviu para neutralizar o pessimismo vindo de fora

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements