Menu
Marina Gazzoni
Marina Gazzoni
Jornalista formada pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e com MBA em Informação Econômico-Financeira e Mercado de Capitais no Instituto Educacional BM&FBovespa e UBS Escola de Negócios. Foi editora de Economia do G1 e repórter de O Estado de S. Paulo e Folha de S. Paulo e do portal IG.
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
Companhias aéreas

Azul faz proposta de compra da Avianca #eujásabia

Azul quer empresa, 70 slots e 30 aviões por US$ 105 milhões. Proposta ainda precisa ser aprovada por credores e autoridades e repete fórmula da venda da Varig para viabilizar compra sem transmissão de passivo.

11 de março de 2019
8:34 - atualizado às 15:58
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock / Estadão Conteúdo

A Azul fez uma proposta de compra da Avianca nesta segunda-feira (11). A intenção da Azul é ficar com o registro de companhia área da Avianca, 30 aviões Aibus A320 e 70 pares de slots (horários para pouso ou decolagem). Tudo isso pela bagatela de US$ 105 milhões.

A tentativa da Azul é comprar a companhia por meio de uma Unidade Produtiva Isolada (UPI), um recurso que foi usado pela Gol na aquisição da Varig. É uma forma de ficar com a "parte boa" de uma empresa quebrada, sem ter que assumir os passivos financeiros e trabalhistas.

Em nota, a empresa disse que a expectativa é que esse processo dure até três meses. Ele ainda precisa da aprovação dos credores da Avianca, da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica.

A notícia da intenção de compra da Avianca caiu bem no mercado. As ações da Azul sobem mais de 7% por volta das 15h40. Os investidores estão cientes de que, se concretizada a compra, a Azul ganha um fôlego para enfrentar a concorrência e espaço nos aeroportos mais rentáveis do país, como Congonhas e Santos Dumont. O Seu Dinheiro apurou que a transferência dos espaços nesses aeroportos é crucial para a concretização do negócio.

Bola cantada!

Se aprovada, a aquisição só confirma um dos negócios mais esperados do setor aéreo brasileiro. A Azul e Avianca têm muitos motivos para unir seus negócios e nada como uma crise para convencer vendedores relutantes.

Logo que a Avianca entrou em recuperação judicial, eu logo pensei: agora vai! E escrevi um texto sobre por que a Azul deveria comprar a Avianca em 17 de dezembro do ano passado. #eujásabia.

Mesmo afetada pela crise e pela pressão de credores, a Avianca fechou o mês de janeiro com 11% de participação de mercado no setor aéreo brasileiro, de acordo com dados da Anac. Ainda não se sabe quanto desse tráfego seguirá para a Azul, já que a empresa não propôs a compra da totalidade da companhia. A Azul tem 20% de participação nos voos nacionais.

Hoje a líder isolada do mercado é a Gol, dona de 39% de market share, seguida da Latam, que detém 29,8%. Uma eventual compra da Avianca pela Azul fortalece a empresa na disputa com a Gol pela liderança no setor.

 

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também

Quem é a Pi

Somos uma plataforma aberta de investimentos formada por um time com pessoas de diferentes perfis, unidos por um único propósito: ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente. #Simples, porque temos uma loja de investimentos 100% digital a sua disposição mesmo antes de você abrir a conta; #Seguro […]

Que Bolsa é Essa?

A crise da Boeing com o 737 MAX pode afetar a Embraer depois da fusão?

Ainda vejo valor escondido nas ações da Embraer, que deve aparecer mais claramente conforme a combinação das duas empresas for amadurecendo, e a posição é uma boa proteção contra uma forte escalada do dólar no curto prazo

A Bula do Mercado

Novela política perde audiência do mercado

Mercado financeiro quer se desviar dos ruídos políticos em Brasília e concentrar as atenções na questão econômica

IR 2019

Como declarar dependentes no imposto de renda 2019

Ganhos e despesas de dependentes também devem ser declarados. Confira como incluir todas as informações da forma correta na sua declaração do IR

É hoje, às 14 hrs

Guedes na Câmara será teste de insatisfação com o governo

Ministro da Economia encara deputados na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) em evento que pode dar boa medida se o novo lema “tudo pela paz” vai funcionar

ADVOGADA DO INVESTIDOR

Podcast: Meu primeiro investimento

Luciana Seabra e Julia Wiltgen contam como começaram a se aventurar como investidores e dão dicas para quem quer dar o primeiro passo

Após operação da PF

BC bloqueia R$ 23 milhões de Coronel Lima e R$ 8,2 milhões de Michel Temer

Valor bloqueado estava guardado em três contas do ex-presidente. Resultado do bloqueio foi encaminhado ao juiz Marcelo Bretas

Na mira

S&P coloca rating da Natura em observação para um potencial rebaixamento

Agência de classificação de risco aponta que as negociações para a compra da Avon poderiam impactar negativamente na nota da empresa

A crise vem de dentro

Líder do PSL na Câmara diz que nem o próprio partido de Bolsonaro está convencido sobre a reforma da Previdência

Delegado Waldir afirmou que o projeto de lei sobre a previdência dos militares causou muito descontentamento entre os parlamentares

Fora Temer

Temer deixa sede da Polícia Federal no Rio

Ex-presidente deve voltar para São Paulo, local onde mora e foi preso

Trégua?

Bolsonaro vai procurar a paz por meio da interlocução

General Rêgo Barros destacou que presidente está aberto ao diálogo com Rodrigo Maia e demais congressistas e que fará todos os esforços para aprovação da reforma da Previdência

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu