Menu
2019-04-25T17:29:47+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
A política de preços continua

Após polêmica com o governo, Petrobras anuncia reajuste de R$ 0,10 no preço do diesel

Movimento é visto como um importante sinal para os investidores de que petroleira manterá sua política de preços

17 de abril de 2019
20:04 - atualizado às 17:29
Petrobras
Petrobras - Imagem: Shutterstock

A política de preços está viva! O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, anunciou nesta quarta-feira, 17, um reajuste de R$ 0,10 por litro no preço do diesel.

O movimento é um importante sinal para os investidores de que a política de preços da petroleira, iniciada lá na gestão Pedro Parente, irá continuar.

Durante coletiva de imprensa, Castello Branco informou que o novo preço do diesel passa a valer a partir de quinta-feira. O custo por litro agora será de R$ 2,2470, valor 4,84% maior que o praticado nesta quarta-feira, de R$ 2,1432.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Ainda de acordo com o presidente da estatal, a variação mínima do preço será de 4,5% e a máxima de 5,147%. Ele avisou também que a Petrobras terá uma nova forma de divulgar os reajustes, como reais por litro e não como porcentual.

Nada mudou

Após a interferência do presidente Jair Bolsonaro, Castello Branco deixou claro que a política de preços da empresa não foi alterada.

Na semana passada, uma ligação do presidente Bolsonaro, que questionou o tamanho do reajuste, causou o adiamento do aumento. O ruído gerado entre os investidores resultou também em uma perda bilionária no valor de mercado da empresa.

Castello Branco foi enfático ao dizer que nada impede que a estatal decida mudar a periodicidade do reajuste. Segundo ele, a companhia pode optar por aplicar o aumento "quando achar importante".

Questionado sobre o reajuste no diesel impactar a decisão dos caminhoneiros de fazer nova paralisação, o executivo afirmou que justamente essa preocupação o fez adiar o ajuste na semana passada. "Todos nós sofremos com a greve dos caminhoneiros (2018), foi com base nisso que sustei o ajuste", disse.

Ele ressaltou também que só vê greves desse tipo em países como Brasil e França, onde o refino é estatal. "Já reclamei da solidão no refino, sou contra o monopólio", disse.

O presidente da Petrobras afirmou que irá apresentar a proposta de venda de refinarias à diretoria-executiva e depois ao conselho. A reunião do conselho de abril ainda não ocorreu. "A venda das refinarias vai mostrar que a companhia não vai ter interferência externa", disse, emendando que quem decide o tamanho do aumento é a diretoria de refino junto com o financeiro da empresa. "A palavra final é minha quando tem divergência".

Castello Branco também deixou claro que o presidente Bolsonaro não teve ciência prévia do novo reajuste.

"O presidente soube agora do aumento. Não soube antes", disse ao lembrar que, na semana passada, o chefe de Estado "não pediu nada, apenas alertou os riscos".

O executivo afirmou ainda que não houve perda com o adiamento do reajuste, isso por conta do hedge feito pela companhia. "O frete marítimo caiu e por isso o aumento foi menor que o anunciado (anteriormente), de 5,7%", afirmou, completando: "Esse acontecimento teve final feliz, reafirmou a independência da Petrobras".

Explicando o reajuste

Em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) na noite de hoje, a Petrobras explicou que o preço estabelecido pela Petrobras representa, em média, 54% do preço do diesel nos postos de serviço.

Segundo a estatal, o preço médio do diesel ao consumidor no Brasil é 13% menor do que a média global, havendo 105 países com preços superiores, segundo a globalfuelprices.com.

A Petrobras informa ainda que o reajuste levou em consideração os mecanismos de proteção, através dos derivativos financeiros, e as variações de demais parcelas que compõem o Preço Paridade Internacional (PPI) com destaque para redução recente do frete marítimo.

"A Petrobras reafirma a rigorosa observância do alinhamento de seus preços com a paridade internacional", diz a nota.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

subiu o tom

Maior acionista da Oi pede troca de presidente

Gestora de investimentos GoldenTree Asset Management manifestou preocupação com as finanças da operadora e pediu saída de Eurico Teles

crise no posto ipiranga

Lava Jato ignorou repasse de Guedes em denúncia contra empresa de fachada, diz jornal

Segundo a Folha de S. Paulo, força-tarefa detectou pagamento de R$ 561 mil, mas só acusou outras firmas

sem dinheiro

Receita pode parar sistema de CPF e restituição

Arrecadação de tributos, emissões de certidões negativas, controle aduaneiro e operações de comércio exterior também serão afetados, assim como o envio de cartas de cobrança aos devedores do fisco

de mudança

Governo confirma que Coaf vai para o BC via Medida Provisória

Segundo porta-voz, Coaf será uma “unidade de inteligência financeira” que não perderá o caráter colaborativo com outros órgãos e manterá o perfil de combate à corrupção.

olho na vale

CVM abre inquérito contra executivos da Vale por tragédia de Brumadinho

Investigação é sobre deveres dos executivos em relação a acionistas e investidores; rompimento da barragem matou 248 pessoas

A Bula do Mercado

Mercados em compasso de espera

Expectativa por eventos envolvendo bancos centrais no Brasil e no exterior tende a redobrar postura defensiva dos investidores

Análise

Pode ir se acostumando com dólar mais caro

Fortalecimento do dólar é fenômeno global amplificado por questões locais e crise na Argentina. Disney vai demandar maior planejamento

Apoio declarado

Em podcast, Maia diz que decisão do governo de transferir Coaf para BC é boa

Presidente da Câmara afirmou também que a Casa irá discutir a proposta de autonomia do Banco Central

Seu Dinheiro na sua noite

Belo, recatado e dólar

Foi Edmar Bacha, um dos criadores do Plano Real, quem ensinou a jamais fazer previsões sobre o dólar. É dele a conhecida frase de que a taxa de câmbio foi criada por Deus apenas para humilhar os economistas. Hoje foi um típico dia de humilhação para quem acompanha o mercado financeiro. Mesmo com o noticiário […]

Google e Facebook na mira

Procuradores dos EUA preparam investigação antitruste de gigantes de tecnologia

Investigações devem se concentrar no uso de algumas plataformas de tecnologia dominantes para ofuscar a concorrência

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements