Menu
2019-05-10T18:35:28+00:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa e UBS Escola de Negócios. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência CMA, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico.
Na contramão do Ibovespa

Por que as ações do setor de educação subiram em bloco?

Kroton, Estácio e Ser Educacional fecharam em alta nesta sexta-feira (10), destacando-se num dia em que o Ibovespa se manteve em terreno negativo durante toda a sessão

10 de maio de 2019
16:44 - atualizado às 18:35
Sala de aula com alunos e professor
Papéis de empresas do setor de educação são o destaque positivo da bolsa brasileira nesta sexta-feira (10) - Imagem: Shutterstock

O Ibovespa se manteve em terreno negativo desde o início do pregão nesta sexta-feira (10), pressionado pela cautela global envolvendo as negociações comerciais entre Estados Unidos e China. Mas um setor específico foi na contramão e despontou entre as maiores altas da bolsa: o das empresas de educação.

Os papéis ON da Kroton (KROT3), por exemplo, fecharam em alta de 5,1%, a R$ 10,10, e apresentaram o melhor desempenho do Ibovespa nesta sexta-feira, enquanto as ações ON da Estácio (ESTC3) tiveram ganho de 2,11%, a R$ 28,50. Fora do índice, Ser Educacional ON (SEER3) avançou 5,09%, a R$ 24,15.

E a razão para o setor estar remando contra a maré é simples: os balanços trimestrais da Estácio e da Ser agradaram o mercado — e aumentaram a expectativa em relação aos resultados da Kroton.

Estácio e o EAD

A Estácio encerrou o primeiro trimestre deste ano com lucro líquido de R$ 246,7 milhões, alta de 25% em relação ao mesmo intervalo de 2018. Além disso, a base de alunos da companhia avançou 2,8% na mesma base de comparação, chegando a 561,3 mil estudantes.

Em relatório, o Bradesco BBI classificou os resultados da empresa como "sólidos", destacando o bom desempenho do segmento de educação a distância (EAD). O total de alunos nessa categoria chegou a 239,2 mil, um crescimento de 19,9% em um ano, e a receita gerada pelo EAD aumentou 27%, para R$ 172,7 milhões.

Na máxima do dia, as ações ON da Estácio chegaram a subir 3,44%, a R$ 28,87. O Bradesco BBI possui recomendação "outperform" (semelhante a compra) para os papéis, com preço-alvo de R$ 36,00.

Expansão de margem na Ser

A Ser Educacional, por sua vez, registrou lucro líquido de R$ 63,9 milhões entre janeiro e março deste ano, alta de 9% ante o primeiro trimestre de 2018. A base de alunos avançou 1,2%, para 161,9 mil estudantes.

O Itaú BBA elogiou os resultados da Ser, destacando a expansão de 24,1% no Ebitda ajustado — isto é, o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização —, para R$ 97,1 milhões. Com isso, a margem Ebitda ajustada da Ser ficou em 31,9% no trimestre, ante 24,7% nos primeiros três meses do ano passado.

Para o banco, a expansão na margem foi resultado, entre outros pontos, do plano de aumento de eficiência colocado em prática pela empresa e da otimização do corpo docente. A Ser ainda anunciou dividendos extraordinários no montante de R$ 250 milhões, o que ajudou a dar ainda mais força aos papéis.

No melhor momento do dia, os papéis da companhia tocaram os R$ 24,36 (+6,01%). O Itaú BBA possui recomendação de compra para os papéis da empresa, com preço-alvo de R$ 26,00.

E a Kroton?

Com os resultados de outras empresas do setor de educação surpreendendo positivamente o mercado, os olhos agora voltam-se à líder do segmento: a Kroton, que divulga seu balanço na próxima quarta-feira (15), antes da abertura do pregão.

Segundo a média das projeções de analistas consultados pela Bloomberg, a Kroton deve reportar lucro líquido de R$ 448 milhões no primeiro trimestre deste ano — número que, se confirmado, representa uma queda de 16,8% na base anual.

A receita líquida e o Ebitda da companhia, por sua vez, devem chegar a R$ 1,367 bilhão e a R$ 612,3 milhões, respectivamente — praticamente estáveis em relação ao primeiro trimestre deste ano.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

De olho no gráfico

As diferentes análises técnicas e uma resposta sobre se é hora de entrar na bolsa americana

No vídeo de hoje, falo sobre as diferentes formas de encarar a análise técnica e seus distintos métodos de aplicação

Seu Dinheiro na sua noite

O que o Banco Central diz sobre o dólar?

Responsável pela gestão de R$ 40 bilhões, Rogério Xavier é conhecido tanto por ser um dos mais brilhantes gestores de fundos do mercado brasileiro como por não ter papas na língua. Por isso mesmo acordei cedo para conferir a participação dele em um evento promovido pela XP Investimentos. A reportagem completa sobre a fala de […]

Negócio fechado

Petrobras bate o martelo e vende a Liquigás por R$ 3,7 bilhões

A Petrobras assinou nesta terça-feira o contrato para venda da Liquigás para o consórcio formado por Itaúsa, Copagaz e Nacional Gás Butano, por R$ 3,7 bilhões

Se livraram

CVM absolve ex-conselheiros que liberaram Eike Batista da ‘put’ de US$ 1 bilhão na OGX

Adriano Salvi, Jorge Rojas e Roberto Paulino foram acusados pela área técnica da CVM de violarem seu dever de diligência

Boas novas

Boeing afirma que recebeu 50 pedidos para aeronaves 737 Max

Entre os potenciais compradores estão a Air Astana, que é cazaquistanesa e que teria assinado um acordo de intenção para adquirir 30 jatos. As informações são da Bloomberg

Bye bye!

Bolsonaro assina carta de desfiliação do PSL

Carta abre caminho para que Bolsonaro possa assumir a presidência da sigla que decidiu fundar, o Aliança pelo Brasil

Migração

Depósitos na NuConta passam a ser feitos em RDB do Nubank por padrão, mas cliente pode voltar à versão antiga

Quem acessa o app do Nubank tem se deparado com um aviso dizendo que novos depósitos passarão a ser feitos no RDB da instituição; cliente, no entanto, pode optar por voltar aos títulos públicos

Próxima fase

CCJ da Câmara aprova a redação final da reforma da Previdência dos militares

Análise do texto manteve o relatório final da comissão especial aprovado no mês passado sob gritos contra o presidente Jair Bolsonaro

Fica pra depois

CCJ da Câmara adia votação da PEC da segunda instância

Redação original proposta por Manente encontra resistência entre os deputados da Comissão e líderes partidários

Definindo prioridades

Governo deve qualificar 18 projetos de PPI nesta terça-feira

Será a última reunião do ano do conselho, que escolhe os projetos que passam a ser carteira do programa e prioridade no governo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements