🔴 RECEBA TODA SEMANA RECOMENDAÇÕES PARA PODER DOBRAR O SEU DINHEIRO – CONHEÇA O MÉTODO

Ricardo Gozzi
DISPUTA DE BILHÕES

Tem gente querendo comprar o Manchester United, mas não é o Elon Musk; veja quem apresentou proposta pelo clube inglês

A aquisição do Manchester United é disputada pelo xeque Al Thani, do Catar, e pelo bilionário britânico Jim Ratcliffe

Ricardo Gozzi
18 de fevereiro de 2023
16:36 - atualizado às 16:06
Elon Musk olhando estranho para símbolo do Manchester United no campo de futebol
Especulava-se que Elon Musk teria interesse pelo Manchester United, mas nenhuma proposta foi apresentada. - Imagem: Wikimedia / Pexels / Montagem Brenda Silva

A família Glazer finalmente recebeu uma proposta para se desfazer do Manchester United. Ao contrário do que vinha sendo especulado, porém, não se trata de alguma sandice protagonizada por Elon Musk.

O tradicional clube inglês confirmou o recebimento de uma proposta feita por um consórcio encabeçado pelo xeque Jassim Bin Hamad Al Thani.

Al Thani é presidente do QIB. Não, não é nenhuma piada de gosto duvidoso. QIB é a sigla em inglês para Banco Islâmico do Catar, maior instituição financeira do pequeno emirado que no ano passado sediou a Copa do Mundo da Fifa.

Há poucos detalhes disponíveis sobre a proposta pelo Manchester United

“O xeque Jassim Bin Hamad Al Thani confirmou a apresentação de uma oferta por 100% das ações do Manchester United Football Club”, informou a direção do time inglês.

A proposta teria sido apresentada poucos minutos antes do fim do prazo estipulado a eventuais interessados - às 22h de sexta-feira, 17 de fevereiro.

Na semana passada, o jornal Sportsmail revelou que Al Thani pretendia apresentar um plano com previsão de investimentos no clube, no estádio de Old Trafford, no centro de treinamento do clube e também na comunidade.

A intenção é posicionar o Manchester United como maior time de futebol do mundo.

O valor da proposta não foi revelado. Especula-se, no entanto, que a família Glazer busque uma proposta de aproximadamente 7 bilhões de libras (US$ 8,43 bilhões).

Caso essa meta seja alcançada, o Manchester United já se posicionaria como o clube mais valioso do mundo, ultrapassando os rivais Barcelona e Real Madrid.

A concorrência pela compra do Manchester United

Entretanto, Al Thani não era o único interessado no Manchester United. E embora tenha sido noticiado que Elon Musk pretendia apresentar uma proposta de 4,5 bilhões de libras pelo Manchester, não há confirmação de que ela tenha sido efetivada.

Quem poderia desafiar o interesse de Al Thani é o bilionário britânico Jim Ratcliffe e um grupo de xeques sauditas.

Torcedor do Manchester United, Ratcliffe apresentou proposta por meio de sua empresa, a Ineos. Entretanto, especula-se que sua oferta chegaria no máximo a 5 bilhões de libras.

Quantos aos sauditas, os grupos interessados na aquisição teriam assinado toda a papelada para entrar na concorrência, mas ainda não se sabe se eles chegaram a efetivar alguma proposta.

A quem pertence o clube

Em 2005, o bilionário norte-americano Malcolm Glazer desembolsou US$ 1,47 bilhão para adquirir o Manchester United.

Financeiramente será um negócio vantajoso. Se conseguir vender o clube por 7 bilhões de libras, a família de Glazer terá alcançado um lucro superior a 500% com a operação.

No entanto, a torcida dos Red Devils quer ver os norte-americanos bem longe de Old Trafford.

Até pouco tempo atrás maior campeão do futebol inglês, o Manchester United não ganha a Premier League desde 2013, foi superado pelo Liverpool em número de títulos e viu seu antes inexpressivo rival local Manchester City transformar-se em um bicho-papão de troféus.

*Com informações do The Daily Mail.

Compartilhe

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar