Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-08-12T18:03:16-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
VÍDEOS

Investimento ou especulação: você sabe a diferença?

É possível investir ou especular em diversos mercados – ações, moedas, commodities, criptomoedas, entre outros. No entanto, essas técnicas têm características diferentes e Max Bohm, analista de ações da Empiricus, explica cada uma delas

12 de agosto de 2021
18:03

Algumas pessoas pensam em investimentos como jogos de sorte: se você comprar a ação certa, pode conseguir lucros gordos e rápidos. Esse método de aplicação com perfil de aposta não deixa de ser válido, porém, o indivíduo que o faz é mais um especulador da Bolsa do que um investidor. 

É possível investir ou especular em diversos mercados - ações, moedas, commodities, criptomoedas, entre outros ativos.

Essas técnicas têm características diferentes e Max Bohm, analista de ações da Empiricus, explicou cada uma delas em seu quadro Chama o Max! no YouTube. 

Investidor ou especulador?

Não existe certo ou errado quando tratamos desses dois perfis, mas é importante compreender as diferenças.

  • Estudo do valor da empresa ou previsão dos preços futuros:

Um investidor segue fundamentos para compreender o valor da companhia e a viabilidade daquele investimento. Melhorias na marca, modernização e otimização, fusões e aquisições, por exemplo. Ele se embasa em eventos e na análise da estrutura da empresa na qual deseja investir, atento à possibilidade de crescimento, perenidade, sustentabilidade e rentabilidade da empresa.

Enquanto isso, o especulador está sempre observando momentos de maior ou menor volatilidade do mercado para aproveitar as oportunidades de compra e venda da ação. Ele especula preços futuros para aplicar e fazer render seu dinheiro. Ele fica antenado em notícias e faz operações de curto e curtíssimo prazo. 

  • Perfil de sócio da empresa ou perfil de risco:

O investidor quer crescer junto com a empresa em um horizonte de longo prazo. Após analisar os fundamentos da companhia, ele tem estabelecido o potencial de quanto vai ganhar e calcula o tempo necessário para alcançar sua meta. Ele sabe que não será algo rápido, pois o plano estratégico da empresa tem um timing maior para maturação.

Já o especulador adota uma postura imediatista, de compras e vendas dos ativos, que podem ser no mesmo dia, em poucos dias ou em semanas. O foco dessas movimentações rápidas está no preço, em vender uma ação, por um preço maior do que adquiriu. Em seu método, ele se expõe a um risco maior enquanto busca um lucro exponencial. 

  • Solidez financeira ou eventos extraordinários:

O investidor busca empresas consolidadas ou que apresentem boas oportunidades futuras. Ele monitora números atrativos para começar a investir, ou até aplicar mais em companhias que já é acionista, pensando na rentabilidade ao longo prazo e retornos que pode receber anualmente – além daquelas que também pagam dividendos. 

Em outra vertente, o especulador fica atento a notícias quentes que podem movimentar o mercado. A compra de uma empresa, o fechamento de capital de outra ou a formação de grupos e parcerias são eventos que, em curto espaço de tempo, podem entregar lucros extraordinários. 

Então, especular é errado? 

Assim como os investimentos baseados em fundamentos, a especulação também é um método válido. Porém, é preciso saber onde se está pisando e não apostar todas as suas fichas em incertezas, pois o prejuízo pode ser muito grande. 

Por isso, Max Bohm, analista de ações da Empiricus, recomenda que a carteira do investidor (composta por ações, criptomoedas e outras classes de ativos) esteja alocada com apenas 5% direcionada para a especulação. 

É recomendado que os outros 95% sigam o perfil de investidor, adotando os fundamentos e pensando no longo prazo.

Confira no Chama o Max de cada semana, informações super interessantes e importantes sobre o mundo dos investimentos. Até o próximo. 

Para saber mais sobre como investir em ações, acesse o curso gratuito “Ações em Minutos” com Max Bohm, no app da Empiricus (disponível na App Store e Google Play). 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

seu dinheiro na sua noite

Uma tarde de soluços nos mercados

O preço dos combustíveis, um dos grandes vilões da elevada inflação brasileira, não dá sinais de enfraquecimento. Muito pelo contrário: a passagem do furacão Ida pelo Golfo do México deve seguir impactando a oferta de petróleo por mais alguns meses, o que traz reflexos diretos ao preço da commodity. O Brent fechou em alta pela […]

menos méliuz

Méliuz (CASH3): Truxt reduz participação na companhia

Negociações têm por objetivo investimento e não visam alterar a composição do controle ou a estrutura administrativa da empresa

atenção acionista

Dividendos: Multiplan (MULT3) paga R$ 270 milhões em juros sobre capital próprio

Empresa vai considerar os acionistas inscritos nos registros da companhia no dia 28 de dezembro, dado que as ações de emissão da companhia passaram a ser negociadas “ex juros” a partir de 29 de dezembro

FECHAMENTO DO DIA

Petrobras dá susto, mas commodities garantem o avanço do Ibovespa; dólar sobe a R$ 5,37

A convovação de uma coletiva de última hora assustou os investidores, mas o Ibovespa retomou o ritmo de alta após a estatal confirmar que não irá mexr nos preços.

acesso bloqueado

Vale (VALE3) faz operação para resgatar 39 funcionários presos em mina no Canadá

De acordo com a empresa, na tarde de domingo (26), uma pá escavadeira que estava sendo transportada no acesso à mina subterrânea se desprendeu, bloqueando o shaft e, com isso, impedindo o meio de transporte dos empregados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies