Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-11-19T16:47:05-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
IPO DO NUBANK

IPO do Nubank: Vale a pena entrar?

O roxinho está se preparando para a abertura de capital. Conforme o ponto médio da faixa indicativa de preço, pode ser listado a US$ 48 bilhões, o que representa R$ 260 bilhões.

18 de novembro de 2021
14:32 - atualizado às 16:47

O Nubank já conquistou a sua posição entre os maiores bancos digitais do mundo. Atualmente, a fintech conta com 48 milhões de clientes ativos, e a tendência é de crescimento exponencial. 

O IPO do Nubank - a estreia dos BDRs na B3 e das ações na Bolsa de Nova York (NYSE) - está marcado para dezembro. 

Os clientes do Nubank poderão contar com um BDR (recibos que replicam o valor de uma ação listada fora do Brasil no mercado nacional) se tornando NuSócios.

Mas fique tranquilo, pois caso não seja cliente Nubank, você terá a chance de comprar BDRs. No vídeo a seguir, a analista em investimentos da Empiricus Larissa Quaresma, explica como se tornar sócio dessa startup unicórnio.

O que preciso saber e o que virá pela frente?

Os clientes do Nubank já receberam um e-mail alertando sobre a possibilidade de se tornarem donos de uma parte do Nubank, com o aceite aos termos do NuSócios. E, pensando na diversificação na e liberdade do investidor, com o IPO, o Nubank será listado tanto na bolsa de Nova York (NYSE) como na bolsa brasileira (B3).

O programa garante ao cliente NuSócios um BDR, equivalente a um sexto da ação negociada em Nova York, considerando o ponto médio da faixa indicativa em R$ 9,82. Esse certificado é categorizado na classe A, já que os investidores ficam sem acesso ao supervoto, mas têm garantida uma fração dos ganhos da empresa. 

Mas a atenção deve ser redobrada, uma vez que o prazo para se tornar um NuSócio e garantir a sua parte na empresa vai até o dia 5 de dezembro. Também vale o destaque que os BDRs distribuídos pelo NuSócios se limitam a 18 milhões de certificados, os quais não abarcam todos os usuários ativos do banco, que, como dissemos, somam 48 milhões de pessoas.

E o investidor que não é cliente, como fica?

Os investidores que não são clientes Nu não ficam para trás. Conforme informado, com a abertura de capital na Bolsa de Nova York, a fintech também vai disponibilizar BDRs na B3.

Contudo, o prazo de reserva para participação no IPO só vai até o dia 7 de dezembro, podendo ser feita no aplicativo do Nubank ou na plataforma NuInvest. 

A precificação das ações da Nubank na bolsa começa a partir do dia 9 de dezembro.

Tudo bem, agora o que devo fazer?

Na prática, isso significa que as pessoas que estão com foco nesses investimentos devem estar cientes do regulamento e das projeções para começar a alocar bem os seus recursos.

Mas vale entrar no IPO? As ações ou BDRs sairão caros ou baratos? 

Larissa Quaresma disse que está preparando um relatório completo sobre a abertura de capital do Nubank. No entanto, ela adianta que, segundo o ponto médio da faixa indicativa de preços do IPO, o Nubank poderá ser listado a US$ 48 bilhões, o que equivale a R$ 260 bilhões. Para se ter uma ideia, o Itaú Unibanco vale hoje na Bolsa R$ 216 bilhões, e o Santander, R$ 130 bilhões. 

Esses números indicam que participar do IPO nesse nível de preço significa acreditar que o Nubank, em algum momento, vai ser maior do que o Itaú, pagando por isso antecipadamente. Então, vale a pena? 

Caso queira se aprofundar mais, confira o vídeo no qual Larissa Quaresma explica as expectativas do IPO do Nubank, e prepare-se para o relatório que lançaremos nos próximos dias.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

A BOLSA HOJE

Esquenta dos mercados: Bolsa deve reagir ao tom ‘agressivo’ do Copom com aumento da Selic e esperar por dados de inflação na sexta-feira

A PEC dos precatórios deve ficar em segundo plano, enquanto os investidores ajustam suas posições para uma alta mais intensa dos juros

DINHEIRO NA CONTA

Dividendos: Vibra (VBBR3) distribui R$ 148,5 milhões em JCP

Valor refere-se à segunda parcela de pagamento aos acionistas anunciado quando a Vibra ainda atendia como BR Distribuidora

Rumo aos dois dígitos

Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 9,25%

Aumento da taxa básica dispara gatilho de mudança na forma de remuneração da poupança. Veja como fica o retorno das aplicações conservadoras de renda fixa agora que o Banco Central elevou a Selic mais uma vez

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

BC aumenta a Selic, Nubank conclui IPO e mercado reage bem à PEC dos precatórios; veja o que marcou esta quarta-feira

Conforme esperado pelos economistas após dados recentes mais fracos da atividade econômica brasileira, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu elevar a taxa básica de juros em 1,5 ponto percentual, a 9,25% ao ano, em sua última reunião do ano. Se em muitos momentos ao longo de 2021 o mercado acionário reagiu ao […]

2022 MAIS GORDO

Dividendos e JCP: Copel (CPLE6) engrossa a lista de pagamentos milionários aos acionistas; não fique fora dessa

Data da remuneração ainda não foi definida pela empresa, mas valerá para aqueles com posição até 30 de dezembro deste ano

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies