Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-10-25T17:06:47-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Vídeo

All time high do Bitcoin: como fica o mercado de criptos com a principal moeda em alta?

Analista de criptomercado comenta sobre a situação atual desse cenário

25 de outubro de 2021
17:06

Na última semana, a principal criptomoeda do mercado, o Bitcoin, ultrapassou os US$ 64 mil, atingindo o all time high, seu recorde histórico. Ao todo, o “uptober” – apelido dado ao mês que, históricamente, o bitcoin valoriza de forma exponencial –  está sendo muito positivo para a moeda, avançando um total de 38,82%. 

O analista de criptoativos da Empiricus, Valter Rebêlo, fez uma análise do cenário desse mercado e o que podemos fazer para aproveitar o ciclo de boom market.

Em tempos de juros próximos de zero ao redor do mundo, o Banco Central do Brasil tem apresentado uma postura mais dura em relação à inflação. Após a taxa atingir dois dígitos, o brasileiro tem visto o poder de compra do real ser corroído semanalmente.

Nesse cenário, os investimentos surgem como uma tentativa de evitar perder dinheiro deixando ele parado, como também gerar bons rendimentos. E uma das classes de investimentos que mais tem chamado atenção são as criptomoedas

Ray Dalio e George Soros, por exemplo, são grandes nomes que afirmaram ter posições em critpoativos. Além disso, o mercado mostrou um amadurecimento em relação às criptos e a percepção da importância da evolução tecnológica para produtos e serviços descentralizados. A entrada de Tudor Jones, gerente de hedge funds da Tudor Investment Corporation, é exemplo disso.

Em paralelo, um marco do andamento da regulação aconteceu no all time high, com a liberação do ETF de futuros do bitcoin, atrelado ao índice de futuros da CME, Chicago Mercantile Exchange. 

E o futuro do bitcoin? A Pantera Capital, gestora americana especializada em criptomoedas, estima que, após atingir seu recorde, o bitcoin deve apresentar uma multiplicação de 8,8 vezes.

Um dado interessante é que análises apontam que após atingir as máximas, a dominância do bitcoin tende a cair, abrindo espaço para moedas menores, as altcoins. Essas, por sua vez, sofrem variações, e valorizações, brutais, em vista de seus preços menores. 

Quer aprender como investir em criptomoedas e ainda saber mais sobre como se proteger da inflação? Conheça o Superapp da Empiricus (disponível na App Store e Google Play), com cursos de vários temas de educação financeira especiais para o seu bolso! 

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

BC aumenta a Selic, Nubank conclui IPO e mercado reage bem à PEC dos precatórios; veja o que marcou esta quarta-feira

Conforme esperado pelos economistas após dados recentes mais fracos da atividade econômica brasileira, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu elevar a taxa básica de juros em 1,5 ponto percentual, a 9,25% ao ano, em sua última reunião do ano. Se em muitos momentos ao longo de 2021 o mercado acionário reagiu ao […]

2022 MAIS GORDO

Dividendos e JCP: Copel (CPLE6) engrossa a lista de pagamentos milionários aos acionistas; não fique fora dessa

Data da remuneração ainda não foi definida pela empresa, mas valerá para aqueles com posição até 30 de dezembro deste ano

FECHAMENTO DO DIA

Investidores tentam equilibrar noticiário e Ibovespa emplaca mais um dia de alta; dólar tem queda firme com ômicron no radar

Com o avanço da PEC dos precatórios, a pandemia se torna um dos únicos gatilhos negativos a rondar o Ibovespa

DOBRANDO A ESQUINA

Lucro das empresas com ações na bolsa deve cair 6,3% em 2022, diz BTG Pactual

Mesmo assim ainda é possível encontrar setores em que o cenário é positivo; saiba quem é quem

Bateu o martelo

IPO do Nubank sai no topo da faixa indicativa, a US$ 9 por ação; banco ultrapassa Itaú (ITUB4) e é a instituição financeira mais valiosa da América Latina

Com isso, os BDRs, que serão negociados por aqui a partir da próxima quinta-feira (09), saem valendo R$ 8,38

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies