Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-07-01T13:02:38-03:00
Agência Brasil
Formação Bruta de Capital

Ipea diz que investimentos têm queda de 18% em abril; Resultados foram afetados pela queda nas importações

A FBCF é composta por máquinas e equipamentos, construção civil e outros ativos fixos. O Indicador de FBCF mede os investimentos no aumento da capacidade produtiva da economia

1 de julho de 2021
12:59 - atualizado às 13:02
indústria
Imagem: Shutterstock

O Indicador Mensal de Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF), que mede os investimentos, registrou recuo de 18% em abril frente a março deste ano, na série com ajuste sazonal.

Na análise do trimestre móvel terminado em abril, a queda foi de 11,4%. Na comparação com os mesmos períodos de 2020, enquanto abril teve expansão de 39,1%, o trimestre móvel acusou alta de 24%.

No resultado acumulado em 12 meses encerrado em abril, os investimentos apresentaram expansão de 6,9% na comparação com o período anterior. Os dados foram divulgados hoje (1º), no Rio de Janeiro, pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Segundo o Ipea, os resultados foram afetados pela forte queda nas importações, explicada por uma base de comparação elevada em março, quando foram contabilizadas muitas operações envolvendo importações de plataformas de petróleo associadas ao Repetro (regime aduaneiro especial de exportação e de importação de bens que se destina às atividades de pesquisa).

A FBCF é composta por máquinas e equipamentos, construção civil e outros ativos fixos. O Indicador de FBCF mede os investimentos no aumento da capacidade produtiva da economia e na reposição da depreciação do estoque de capital fixo.

Máquinas e equipamentos

“O consumo aparente de máquinas e equipamentos teve queda de 33,5% em abril, encerrando o trimestre móvel com recuo de 13,7%. Enquanto a produção de máquinas e equipamentos destinados ao mercado interno apresentou crescimento de 5,3% em abril, a importação caiu 84% no mesmo período. Esses dois segmentos apresentaram quedas de 7,8% e 12,3% no trimestre móvel, respectivamente”, disse o Ipea.

No acumulado em doze meses, a demanda interna por máquinas e equipamentos teve aumento de 12,7%. Já o indicador de investimentos em construção civil, após leve crescimento verificado no mês anterior, recuou 2,5% em abril e o segmento teve queda de 4,6% no trimestre móvel.

“Na comparação interanual, o desempenho positivo foi generalizado. O destaque também ficou por conta do componente máquinas e equipamentos, que avançou para um patamar 78,1% superior a abril de 2020. A construção civil registrou alta de 25%, enquanto o componente que envolve outros ativos fixos aumentou 16,6%”, informou o Ipea.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

O melhor do Seu Dinheiro

O seu momento Sherlock Holmes

Na adolescência, ouvia que quem buscasse por romance policial brasileiro deveria ler algo do Rubem Fonseca. Era uma vontade minha achar uma história desse gênero que fosse mais próxima da minha realidade — e o filtro nacionalidade me pareceu o mais adequado.  A ideia surgiu depois de ter conhecido parte das histórias criadas por Agatha […]

Mesa Quadrada

Comentarista da ESPN Paulo Antunes fala da sua paixão por futebol americano e experiência no mercado financeiro

Ele conta sobre suas aventuras na cobertura de futebol americano e basquete e ainda revela seus investimentos na Bolsa em novo episódio do podcast Mesa Quadrada

Garantindo a oferta

Crescem ofertas de ações com reserva antecipada

As ancoragens normalmente conseguem atrair mais investidores, numa espécie de chancela prévia, com potencial impacto positivo no preço da ação.

alto escalão

Fleury: CFO Fernando Leão renuncia ao cargo e será substituído por José Filippo

O Fleury informou que os dois executivos trabalharão juntos em um processo de transição estruturado que se terminará em dia 31 de agosto.

brumadinho

Sindicato recorre e indenização da Vale pode chegar a R$ 3 mi a cada morto em MG

Em nota, a Vale reiterou que está comprometida em indenizar as famílias das vítimas da tragédia de Brumadinho de “forma rápida e responsável”

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies