Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-04-14T18:49:12-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
mercados hoje

Ibovespa segue forte e acima dos 120 mil pontos mesmo após virada em NY

O clima incerto em Brasília segue assombrando os investidores, mas ainda assim a bolsa brasileira consegue fôlego para se manter no azul

14 de abril de 2021
10:30 - atualizado às 18:49
Selo Mercados Touro e Urso Alta
Ibovespa abre em alta, puxado pelo exterior positivo de olho na Super Quarta - Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Pegando carona no bom momento das commodities, principalmente das empresas siderúrgicas, o Ibovespa caminha para o seu terceiro dia seguido de valorização, retomando o patamar dos 120 mil pontos.

Por volta das 16h30, o principal índice da bolsa brasileira subia 0,88%, aos 120.345 pontos. O dólar à vista tem um dia de alívio e recua 0,72%, a R$ 5,6765. A tendência positiva se manteve mesmo após a divulgação do Livro Bege nos Estados Unidos, que reacendeu a preocupação com a inflação americana.

O alívio no mercado brasileiro também reflete nos principais contratos de DI, após um dia de intensa alta. Confira as taxas do dia:

  • Janeiro/2022: de 4,78% para 4,76%
  • Janeiro/2023: de 6,71% para 6,65%
  • Janeiro/2025: de 8,41% para 8,36%
  • Janeiro/2027: de 9,02% para 8,98%

A sessão de ganhos tem sido movimentada e o Ibovespa tem se fortalecido ao longo da tarde, mesmo com o cenário interno negativo. Por aqui, além do vencimento de opções, temos um noticiário que segue conturbado em Brasília, com a CPI da Covid, Orçamento de 2021 e a PEC “fura-teto”.

Em Wall Street, as bolsas abriram o dia no azul e intensificaram a alta após o Departamento de Energia do país anunciar uma queda de 5,89 milhões de barris de petróleo nos estoques americanos, o que levou a commodity a uma alta de mais de 5%.

Mas a divulgação do Livro Bege do Federal Reserve, com as principais perspectivas econômicas para a economia americana, azedou o humor em Nova York. Isso porque o documento reforçou que os preços e a inflação devem seguir pressionados no curto prazo.

Ainda que o Federal Reserve e o Banco Central Europeu venham sinalizando que as medidas de estímulo devem se manter - e, inclusive, fizeram isso hoje - o mercado teme por uma guinada no sentido contrário.

As bolsas asiáticas fecharam em alta durante a madrugada e as bolsas europeias seguem o mesmo compasso, todas de olho nos sinais do Federal Reserve de que os juros americanos devem se manter baixos por um longo período de tempo.

Cereja do bolo

O setor de commodities segue garantindo um fôlego extra para o Ibovespa. O petróleo volta a ter um dia de avanço expressivo no mercado internacional - de olho no aquecimento da demanda e na queda dos estoques nos Estados Unidos - e puxa as ações da Petrobras, de grande peso no índice.

As ações das empresas do segmento de siderurgia seguem se destacando e dominam as maiores altas do dia. Não só a expectativa por obras de infraestrutura em todo o mundo alimenta esse movimento, mas também existe uma antecipação pelo encontro das empresas do setor com os principais clientes do governo, para discutir o abastecimento de aço no país.

Já as empresas do ramo de construção avançam após dados operacionais fortes do setor. Confira as maiores altas do dia:

CÓDIGONOME VALORVARIAÇÃO
USIM5Usiminas PNAR$ 20,924,76%
CVCB3CVC ONR$ 21,254,47%
CSNA3CSN ONR$ 47,004,26%
EMBR3Embraer ONR$ 16,383,93%
VALE3Vale ONR$ 107,313,60%

Confira também as maiores quedas:

CÓDIGONOME VALORVARIAÇÃO
ENEV3Eneva ONR$ 16,21-3,40%
PCAR3GPA ONR$ 37,96-2,94%
BTOW3B2W ONR$ 66,98-2,90%
QUAL3Qualicorp ONR$ 29,04-2,16%
COGN3Cogna ONR$ 4,24-2,08%

Olhos em Brasília

O presidente do Senado federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) autorizou a formação do colegiado que investigará ações do governo federal contra a covid-19, chamada de CPI da Covid.

O requerimento, editado pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), pretende “apurar as ações e omissões do governo federal no enfrentamento da pandemia da Covid-19 no Brasil e, em especial, no agravamento da crise sanitária no Amazonas com a ausência de oxigênio para os pacientes internados” nos primeiros meses de 2021.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, pretendia incluir estados e municípios nas investigações, que foram incluídos na proposta, mas apenas as verbas destinadas pelo governo central aos demais entes federativos.

Para tentar solucionar o problema do Orçamento de 2021, o governo pode seguir com a ideia de uma nova Proposta de Emenda à Constituição que permite que alguns gastos extrapolem o teto de gastos, indo na contramão da agenda liberal pretendida pelo mercado.

A ideia principal seria acomodar as emendas parlamentares presentes no Orçamento. O texto ainda precisa da sanção presidencial para ser aprovado - outro impasse. Enquanto a equipe econômica afirma que Bolsonaro deva retirar alguns pontos por abrirem espaço para pedaladas fiscais, o Congresso pressiona pela aprovação do Orçamento integralmente.

E a Selic?

Os movimentos do Banco Central brasileiro também são monitorados pelo mercado. Hoje, a repercussão fica com as falas do presidente do BC, Roberto Campos Neto.

Em entrevista, Campos Neto reforçou que a alta da Selic deve ser de 0,75 p.p na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), que acontece nos dias 4 e 5 de maio, já que o cenário permanece o mesmo estabelecido no último encontro.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Cabo de guerra

Sem explicar origem da verba, Bolsonaro confirma Auxílio Brasil em R$ 400 e promete respeitar teto de gastos

Apesar da promessa do presidente, o governo flerta com a flexibilização do teto para conseguir arcar com o valor do benefício

Prévia da estatal

Petrobras (PETR4) anuncia produção do terceiro trimestre hoje, mas os dados da ANP já antecipam o que vem por aí; confira

Os dados chegam ao mercado em um momento de fortes críticas à política de preços da companhia e ameaças de desabastecimento

Exile on Wall Street

Quem não tem teto de vidro? As implicações das ameaças ao teto de gastos sobre seus investimentos

Ameaça ao teto fiscal exige atenção redobrada sobre a necessidade de diversificação e algumas proteções para a carteira – e há possíveis bons hedges para o momento

bitcoin (BTC) hoje

É recorde! Bitcoin (BTC) atinge nova máxima histórica com o novo rali das criptomoedas

A aprovação do ETF nos EUA impulsionou a alta do bitcoin, mas a principal criptomoeda do mercado pode subir ainda mais, segundo analistas

MERCADOS HOJE

Ibovespa opera instável enquanto aguarda mais informações sobre o Auxílio Brasil; dólar tem alívio, mas juros futuros disparam

A agenda local está esvaziada nesta semana, mas os investidores aguardam por um desfecho para a PEC dos precatórios

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies