Menu
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Banco Central

Sabatina de Roberto Campos Neto no Senado será dia 26 de fevereiro

Comissão de Assuntos Econômicos foi instalada nesta quarta-feira. Novos diretores serão sabatinados no mesmo dia. Omar Aziz conduzirá os trabalhos

13 de fevereiro de 2019
17:00
Indicado à presidência do BC, Roberto Campos Neto. - Imagem: Arquivo Pessoal

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado vai realizar sabatina e a votação da indicação de Roberto Campos Neto para a presidência do Banco Central (BC) no dia 26 de fevereiro.

A CAE retomou os trabalhos nesta quarta-feira, confirmando a indicação do senador do PSD do Amazonas, Omar Aziz, para presidir a comissão, que terá importante papel na discussão de toda a agenda macro e microeconômica do novo governo. A vice-presidência está com o senador Plínio Valério (PSDB-AM).

A mensagem presidencial à CAE com a indicação de Campos Neto chegou ao Senado na semana passada. Agora será defino um relator. A mensagem com a indicação de dois novos diretores ainda não chegou ao senado.

Em sua “argumentação escrita”, na qual faz um resumo de sua formação acadêmica e fala de sua experiência profissional, Campos Neto afirma ter “perfeita afinidade intelectual e moral com a equipe econômica” e se diz convicto de que pode contribuir para o desenho de um país melhor.

A expectativa com a sabatina é grande, pois Campos Neto poderá dar indicações de como atuará como banqueiro central. Desde que foi indicado, em 15 de novembro do ano passado, ele optou por não dar declarações.

Em sua fala ao assumir a CAE, Aziz disse que montará uma pauta de trabalho a ser apresentada aos senadores na próxima terça-feira e prometeu conduzir os trabalhos respeitando o pensamento dos colegas.

Com a definição da presidência da CAE e seus membros, em breve, Campos Neto e os diretores deve iniciar um périplo pelos gabinetes dos senadores para se apresentarem.

Além de passar pela CAE, os nomes do novo presidente do BC e dos diretores também têm de ser apreciados pelo Plenário do Senado.

Além dessas etapas, ainda são necessárias a nomeação oficial e a posse. Mas todos esses passos devem ser cumpridos a tempo de Campos Neto comandar a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) dos dias 19 e 20 de março.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Diretores

A CAE também irá apreciar a indicação de dois novos diretores. Bruno Serra Fernandes para a diretoria de Política Monetária e João Manoel Pinho de Mello para a diretoria de Organização do Sistema Financeiro e Resolução.

Comentários
Leia também
Com governo em crise

“Estamos determinados a mudar o rumo do país”, diz Bolsonaro no Twitter

Segundo presidente, o governo está fiscalizando recursos, diminuindo gastos, propondo endurecimento penal e a reforma da Previdência

Crise no governo

Magoado, Bebianno não vai poupar filho de Bolsonaro

A interlocutores, Bebianno tem deixado clara sua mágoa com a atitude do vereador do Rio de Janeiro que tentou lhe cunhar a pecha de mentiroso

No Twitter

Trump diz que fará reuniões e ligações importantes sobre acordo comercial com a China

Na última sexta-feira, Trump comunicou que americanos e chineses estariam “muito próximos” de um “acordo muito bom”

Entrevista

“Sem investimentos será difícil continuar”, diz presidente da GM no Brasil

Segundo Carlos Zarlenga, negociações com funcionários, fornecedores, concessionários e governos para atrair novos projetos estão dando certo

Reformar é preciso

Guedes vence primeira batalha da Previdência, mas guerra será longa

Força da reforma parcialmente apresentada está no tempo de transição de 12 anos, mais curto que o previsto no texto enviado por Michel Temer

Bon Vivant

Hospedagem com tons de realeza: conheça os mimos dos hotéis ‘6 estrelas’ do Brasil

Hotéis mais luxuosos do país apostam em experiências exclusivas, vinhos e charutos raros, além de uma boa dose de romantismo

Caso Coaf

MP teria informação de que advogado de Flávio Bolsonaro atuou no caso Queiroz, diz jornal

Motorista de senador, Victor Alves teria mantido contato direto com o ex-motorista em nome de Flávio nos primeiros dias, quando o caso veio à tona

Small cap

A prova de fogo da Linx para emplacar seu sistema de pagamentos, o Linx Pay

Para esclarecer como será feita a distribuição da nova solução e quais são as perspectivas para o futuro da empresa, conversei com o presidente da companhia, Alberto Menache

Após 'briga' com setor agropecuário

Equipe econômica vai revisar 37 medidas antidumping

De acordo com dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), estão em revisão 37 medidas antidumping e outras 39 vencem ao longo de 2019

Suspeita de lavagem de dinheiro

Raquel Dodge pede ao STF que mande para o TRE inquérito que envolve Kassab e JBS

No inquérito, a PF identificou pagamentos de R$ 23,1 milhões da JBS a Kassab e disse ver indícios de lavagem de dinheiro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu