Menu
PUBLICAÇÕES SOBRE
Roberto Campos Neto
Publicações
Campos Neto no Congresso

Presidente do BC diz que Brasil foi o que mais sofreu com desvalorização cambial

Campos Neto reforçou que o câmbio é flutuante no Brasil e que a autarquia realiza intervenções quando há “gap (lacuna) de liquidez”

o ajuste final

Presidente do BC repete que Copom considera último ajuste da Selic em junho

No início de maio, o BC cortou a Selic em 0,75 ponto porcentual, de 3,75% para 3,00% ao ano. O próximo encontro do Copom está marcado para junho

Juros

Selic deve ter novo corte, sinaliza Banco Central

Em live do Estadão, presidente do BC, Roberto Campos Neto, disse que não passa pela cabeça da entidade fazer controle de capitais para intervir no câmbio, uma vez que a alta do dólar poderia impedir novos cortes de juros.

cartas na manga

BC vê medidas de liquidez suficientes, mas diz que pode fazer mais se for preciso

Presidente do BC apontou que os bancos devem começar a fazer o pagamento das folhas de salários entre esta quarta e a quinta-feira

O BC e o coronavírus

Preferimos ter um lado fiscal um pouco pior para que as pessoas possam honrar seus contratos, diz Campos Neto

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, destacou que a instituição se preocupa em dar condições às empresas cumprirem suas obrigações financeiras, evitando um movimento de quebra massiva de contratos

Medida preventiva

Banco Central fará evento fechado ao público por coronavírus

Decisão foi tomada como medida preventiva para evitar o risco de propagação do coronavírus, diz BC

Benditas reformas

Não haveria juros baixos e inflação se não fossem as reformas, diz BC

“Precisamos continuar programa de reformas”, disse Roberto Campos Neto, que também afirmou que o crédito imobiliário é chave para o crescimento do Brasil

Separando os conceitos

Em defesa da autonomia do BC, Campos Neto diz ser importante separar política monetária de ciclos políticos

Comentário foi feito pelo presidente durante apresentação a deputados da bancada do DEM na Câmara

Defesa fervorosa

Campos Neto diz que Banco Central autônomo traz “50% mais chance de inflação baixa”

Presidente do BC afirma que a autonomia é o “melhor caminho para a credibilidade” e não traz prejuízo para a atividade econômica

Câmbio

A alta do dólar preocupa? Com a palavra, o presidente do Banco Central

Campos Neto disse que o BC avalia constantemente se a alta do dólar retarda as decisões de investimento ou contamina as perspectivas de inflação

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements