Menu
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Política Monetária

Indicação de Campos Neto para o comando do Banco Central chega ao Senado

Em carta, futuro presidente diz ter perfeita afinidade intelectual e moral com a equipe econômica. Senador Omar Aziz (PSD-AM) deve conduzir processo como presidente da CAE

7 de fevereiro de 2019
10:21 - atualizado às 10:58
Imagem: Marcos Corrêa/PR

O processo formal de indicação de Roberto Campos Neto para a presidência do Banco Central (BC) teve início com o encaminhamento de mensagem do presidente Jair Bolsonaro ao Senado Federal. Agora, aguarda-se a designação no presidente e dos membros da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) para que seja designado um relator e agende-se, posteriormente, a sabatina com o indicado.

A expectativa é que todo o processo, que também abarca votação na CAE e no Plenário do Senado, seja encerrada até o começo de março. Assim, Campos Neto poderá tomar posse e comandar o Comitê de Política Monetária (Copom) dos dias 19 e 20 do mês.

Por ora, Campos Neto se apresenta por meio de “argumentação escrita”, na qual faz um resumo de sua formação acadêmica e fala de sua experiência profissional. Nesse documento, o indicado afirma ter “perfeita afinidade intelectual e moral com a equipe econômica” e se diz convicto de que pode contribuir para o desenho de um país melhor.

Sua indicação ao cargo foi confirmada em 15 de novembro do ano passado pelo ministro Paulo Guedes e depois de um período de indefinição sobre a permanência, ou não, de Ilan Goldfajn no comando da instituição.

No texto, Campos Neto diz que uma das contribuições que espera trazer para o BC é “preparar a instituição para o mercado do futuro, em que as tecnologias avançam de forma exponencial, gerando transformações de uma forma mais acelerada”.

Antes, ele explicou que no banco Santander, onde atou desde o ano 2000, participou de um projeto global de inovação tecnológica e fez parte do grupo responsável pelo “Banco Digital”. “Tenho estudado e me dedicado intensamente ao desenho de como será o sistema financeiro do futuro. Participei de estudos sobre blockchain e ativos digitais.” O BC já está conduzindo projetos na área de “open banking” e pagamentos instantâneos.

Campos Neto também ressaltou “a importância da recente consolidação da inflação em torno da meta e da ancoragem das expectativas de inflação, o que permitiu a redução sustentável das taxas de juros e contribuiu para a recuperação da economia”.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Ele também enviou declaração afirmando que vendeu toda a sua participação acionária no Santander, onde atuava como Tesoureiro, em dezembro de 2018. Campos Neto também detalhou participações em empresas e em veículos de investimento e ressaltou que seus investimentos no Brasil e no mercado internacional serão administrados por gestor independente sem sua participação efetiva durante o período que estiver no comando do BC.

Diretores

A CAE também irá apreciar a indicação de dois novos diretores. Bruno Serra Fernandes para a diretoria de Política Monetária e João Manoel Pinho de Mello para a diretoria de Organização do Sistema Financeiro e Resolução. A mensagem presidencial com essas indicações ainda não chegou formalmente ao Senado.

Comissão de Assuntos Econômicos

Tradicionalmente a presidência da CAE fica com a segunda maior bancada do Senado. Esse posto é do PSD, que tem 9 senadores. Essa comissão tem importância particular para a equipe econômica, pois praticamente todos os projetos da área passam por lá. Assim que presidente e membros forem definidos, Campos Neto e os diretores indicados devem fazer uma série de visitas de cortesia, se apresentando aos senadores.

A definição de quem comandará a CAE deve acontece na próxima semana, mas o senador Omar Aziz (PSD-AM) tem grande chance de receber a indicação formal do partido. Visto como um "bom nome" para o posto, Aziz é engenheiro de formação e está na política desde 1990, quando se elegeu deputado estadual pelo Amazonas, já foi vice-prefeito, vice-governador e governador de Amazonas e chegou ao senado em 2015.

Veja aqui a íntegra da carta e dos documentos contidos na mensagem presidencial ao Senado sobre Roberto Campos.

Comentários
Leia também
Berkshire Hathaway

Até ele perde! Empresa de Warren Buffett tem prejuízo no 4º tri, e tombo da Kraft Heinz deu uma bela mãozinha

Prejuízo da empresa de alimentos, controlada por Buffett junto com a turma de Jorge Paulo Lemann, pesou nos resultados da Berkshire Hathaway

Novidades

O que mudou na declaração de imposto de renda em 2019

Principal novidade é a obrigação de informar CPF de dependentes e alimentandos, independentemente de idade; confira todas as mudanças e a atualização dos valores

Reforma da Previdência

Proposta de reforma para militares deve chegar ao Congresso antes de 20 de março

Segundo Rogério Marinho, secretário especial de Previdência e Trabalho, mudanças devem ser apresentadas ao Congresso antes do término do prazo de 30 dias estabelecido inicialmente

Em busca de um novo líder

Oi ainda sonda Amos Genish, ex-presidente da Vivo, para comandá-la

Em busca de novo líder para a sua reestruturação, operadora quer ex-presidente da Vivo e da Telecom Itália no comando, mas executivo recusou convite, por ora

Siga o dinheiro

Receita Federal entra na dança e passa a investigar miliciano ligado a Flávio Bolsonaro

Fisco vai ampliar a cooperação com o MP do Rio e investigar alvos da Operação Os Intocáveis; entre eles, está o ex-PM Adriano Magalhães da Nóbrega, cujas mãe e esposa trabalharam para o filho do presidente

Bon Vivant

Noronhe-se como os famosos! Fernando de Noronha tem luau de chefs, ‘sea coach’ e, claro, praias paradisíacas

Roteiros exclusivos e experiências customizadas são os ingredientes para incrementar a visita um dos lugares mais lindos do planeta onde dá praia o ano todo. Você também merece pisar no paraíso e curtir uns dias de folga.

É cilada, Bino

Mais de 930 moedas digitais deixaram de existir em 2018. Saiba quais são as apostas alternativas mais seguras para este ano

As informações são do site Deadcoins. Diante de tantos projetos mal-sucedidos no ano passado, criptomoedas como o Ethereum, Ripple e Iota permaneceram e são algumas das opções interessantes para 2019

Reforma da Previdência

À BBC, Mourão diz que Congresso aprova “qualquer coisa” para militar

Mourão justificou que a tramitação é muito mais rápida no caso dos militares porque, para isso, é necessário apenas um projeto de lei, que requer maioria simples dos votos

Mais um empecilho?

Tipo novela mexicana… Justiça concede liminar para suspender assembleia da Embraer que decidirá sobre acordo com Boieng

O juiz destacou que “não se visualiza nesta decisão qualquer ameaça ou comprometimento da economia do País ou situação provocadora de crise na medida que busca conservar uma situação que se encontra consolidada no tempo e eventual oscilação em preços de ações da Boeing ou da Embraer são considerados efeitos metajurídicos normais de qualquer decisão judicial sem a tônica de representar repercussão nos interesses do País”

O melhor do Seu Dinheiro

O Ministério da Economia adverte

Tem uma piada antiga sobre o fulano que vai comprar um maço de cigarros na padaria e, ao ler na embalagem que fumar causa impotência sexual, pede para o balconista trocar por um que causa câncer. Eu me lembrei da anedota ao me deparar com uma espécie de advertência do Ministério da Economia: o atual […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu