🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-05-20T08:12:02-03:00
Camille Lima
DE OLHO NA BOLSA

Esquenta dos mercados: Bolsas internacionais tentam recuperação após corte de juros na China; Ibovespa acompanha reunião de Bolsonaro e Elon Musk

Por aqui, investidores ainda assistem à divulgação do relatório bimestral de receitas e despesas pelo Ministério da Economia

20 de maio de 2022
8:11 - atualizado às 8:12
Selo de mercados que mostra um Touro e indica a alta do Ibovespa
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Depois de uma sessão marcada por incertezas globais, pelo medo de uma recessão nos Estados Unidos e da iminente alta dos juros na Europa, a manhã desta sexta-feira (20) começou marcada pelo otimismo e recuperação das bolsas internacionais.

O corte de juros na China deu tom aos mercados neste pré-mercado, com as expectativas de que a economia possa se recuperar em meio à pandemia aumentando o apetite por risco dos investidores.

Esse mesmo apetite por risco no exterior deve impulsionar também o desempenho da bolsa brasileira hoje.

Ontem, apenas o Ibovespa se salvou da derrocada e fechou a sessão em alta de 0,71%, aos 107.005 pontos, impulsionado pelo enfraquecimento do dólar em escala global e pelo sinal verde do Tribunal de Contas da União (TCU) para o processo de privatização da Eletrobras. 

O que assistir nos mercados hoje

Sem resultados da temporada de balaços para acompanhar hoje, os investidores têm alguns eventos e indicadores para manter no radar.

A agenda doméstica conta com a divulgação do relatório bimestral de receitas e despesas pelo Ministério da Economia. 

Enquanto isso, no exterior, serão divulgados os dados de confiança do consumidor da Zona do Euro e os poços de petróleo em operação nos Estados Unidos.

Agora focando em eventos, teremos participações de grandes figuras hoje. A começar pela inesperada reunião do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, com o homem mais rico do mundo, Elon Musk, em Porto Feliz, interior de São Paulo, pela manhã.

Por aqui, ainda teremos os secretários especiais do Tesouro e Orçamento, Esteves Colnago; de Orçamento Federal, Ariosto Culau; e do Tesouro Nacional, Paulo Valle, falando em coletiva sobre o relatório bimestral.

Na Alemanha, os ministros das Finanças e banqueiros do G7 ainda se reunirão hoje.

Relatório Bimestral de Receitas e Despesas

A divulgação do Relatório Bimestral de Receitas e Despesas apresentada nesta tarde pelo Ministério da Economia pode contar com um bloqueio de quase R$ 10 bilhões nas despesas do Orçamento de 2022, segundo o Broadcast.

Isso porque a abertura de espaço no teto para gastos como subsídios agrícolas e sentenças judiciais depende de um bloqueio destas dimensões. 

Em uma live, o presidente Jair Bolsonaro disse que, se for considerar todas as demandas atuais e aumentar o salário dos servidores, a medida poderá chegar a R$ 17 bilhões. 

"A gente se esforça para dar reajuste, eu sei que pequeno, para servidores. Vou pedir para meu pessoal se encontrar com sindicatos de servidores e chegar a um acordo. Se alguém me disser de onde tirar recurso, dou 10%, 15%, 20% de reajuste. Se bater martelo de 5%, a gente vai ver como é que ficam [os pedidos de reestruturação]", disse Bolsonaro.

Bolsonaro e Musk

O CEO da Tesla, Elon Musk, chega ao interior de São Paulo nesta sexta-feira para se encontrar com o presidente Jair Bolsonaro nesta manhã.

A reunião inédita causou grande repercussão na internet, com o assunto mais comentado do momento no país sendo a hashtag #BolsoMusk no Twitter.

Durante uma transmissão ao vivo do presidente nas redes sociais ontem, Bolsonaro disse que teria um encontro com uma “pessoa muito importante, reconhecida no mundo todo” hoje.

“Essa pessoa veio para ajudar nossa Amazônia”, disse o chefe do Executivo.

O encontro está programado para acontecer no hotel Fasano Boa Vista, em Porto Feliz (SP). 

Bolsas pelo mundo

Apesar da cautela nos mercados nos últimos tempos, as bolsas asiáticas conseguiram encerrar o pregão desta sexta-feira em alta. 

O alívio nos mercados veio depois que a China diminuiu a taxa de juros de referência (LPR) para empréstimos de longo prazo, a nova tentativa de Pequim para reanimar a economia do país.

O otimismo e o apetite maior por risco também voltou a estar presente nas bolsas europeias durante esta manhã, que abriram em alta hoje. 

Os índices tentam se recuperar das perdas dos dois últimos dias, com os investidores digerindo tanto os dados do varejo do Reino Unido melhores que o esperado quanto novos indicadores batendo o martelo para confirmar a inflação elevada na Alemanha. 

Em Wall Street, a situação não é muito diferente. Os futuros dos mercados de Nova York sobem antes da abertura dos mercados, também na tentativa de superar as baixas dos últimos dois pregões. 

Mas o bom humor nesta manhã não anula a preocupação dos investidores sobre os efeitos da inflação elevada na economia dos Estados Unidos e, consequentemente, sobre o aperto monetário na terra do Tio Sam.

Agenda do dia

  • Reino Unido: Vendas no varejo de abril (3h)
  • Alemanha: Inflação ao produtor (PPI) de abril (3h)
  • Suécia: Economista-chefe do Banco Central Europeu, Philip Lane, participa de sessão no Simpósio Nobel de Economia (9h)
  • Brasil: Bolsonaro terá encontro com Elon Musk (10h)
  • Zona do Euro: Confiança do consumidor preliminar de maio (11h) 
  • Estados Unidos: Poços de petróleo em operação (14h)
  • Ministério da Economia: Relatório de avaliação de receitas e despesas primárias do 2º bimestre, com possível bloqueio na ordem de R$ 10 bilhões (14h30)
  • Brasil: Secretários especiais do Tesouro e Orçamento, Esteves Colnago; de Orçamento Federal, Ariosto Culau; e do Tesouro Nacional, Paulo Valle, participam de coletiva sobre relatório bimestral (15h)
  • Alemanha: Ministros das Finanças e presidentes dos bancos centrais do G7 se reúnem (sem horário definido)
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

NOITE CRIPTO

Sem fôlego: bitcoin (BTC) opera em alta, mas ainda não volta para os US$ 20 mil; entenda por quê

Apesar do respiro desta sexta-feira (1), o bitcoin ainda sente todo o peso de um Federal Reserve mais agressivo contra a inflação. A semana também não foi tão positiva assim com o noticiário do universo digital.

VAI TER QUE PAGAR!

Um acordo de milhões: Petrobras (PETR4) se entende com a ANP sobre royalties da operação de xisto no Paraná

Segundo a estatal, o acordo envolve o pagamento de R$ 601 milhões pela companhia — um montante que já foi provisionado nas demonstrações financeiras

CASOU!

Enfim, sós! Localiza (RENT3) e Unidas (LCAM3) consumam combinação de negócios; confira detalhes

Por conta do enlace, hoje foi o último dia de negociação das ações de emissão da Unidas na B3

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa começa julho com o pé direito, o reforço de caixa da MRV (MRVE3) e a semana em cripto; confira os destaques do dia

Que sexta-feira costuma ser o dia da semana favorito de muita gente não é novidade, mas você já reparou na tendência que temos de tentar fazer dele o mais leve de todos para não atrapalhar o descanso do fim de semana? Seja no escritório ou no mercado financeiro, o último dia útil é o momento […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa dá uma pausa nas perdas e sobe 0,29% na semana, mas dólar dispara e chega a R$ 5,32

O começo de julho foi mais animador para o Ibovespa, mas as dificuldades seguem pressionando o câmbio

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies