A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2022-08-03T15:47:44-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
MARKET MAKERS

Bitcoin deixa de ser ‘ilha’ e passa a se comportar como mercado tradicional — mas você não deve tratar criptomoedas como ações de tecnologia

Os convidados do Market Makers desta semana são Axel Blikstad, CFA e fundador da BLP Crypto, e Guilherme Giserman, manager de global equities no Itaú Asset

3 de agosto de 2022
15:47
No Criptoverso, série especial do Market Makers desta semana, Axel Blikstad, CFA e fundador da BLP Crypto, e Guilherme Giserman, manager de global equities no Itaú Asset
No Criptoverso, série especial do Market Makers desta semana, Axel Blikstad, CFA e fundador da BLP Crypto, e Guilherme Giserman, manager de global equities no Itaú Asset. Imagem: Divulgação Market Makers

As criptomoedas se comportam muito como ações de tecnologia e tendem a ter reações parecidas quando os mercados se movimentam. Em 2022, a correlação entre o bitcoin (BTC) e o Nasdaq, o índice tech de Nova York, atingiu as máximas históricas; sendo assim, as moedas digitais deixaram de ser uma “ilha” no mundo dos investimentos. 

Isso aconteceu devido à entrada em massa de investidores institucionais, que passaram a agir como guias das cotações. Para os fãs mais tradicionais de cripto, a chegada de grandes empresas pode ser de torcer o nariz — mas, sem dúvidas, foi o que impulsionou o valor de mercado global das criptomoedas para os US$ 3 trilhões nas máximas históricas.

Essa é a opinião de Axel Blikstad, fundador da BLP Crypto, uma gestora de fundos com exposição à criptomoedas e tecnologias criptográficas.

Juntamente com Guilherme Giserman, portfolio manager de global equities no Itaú Asset, eles participam do terceiro episódio da série Criptoverso do novo podcast Market Makers, criado por Thiago Salomão e Renato Santiago.

Ainda que o bitcoin se comporte como uma ação de tecnologia, a maior criptomoeda do mundo está longe de ser o equivalente ao papel de uma empresa. “Ele deveria ter uma correlação inversa com ativos de risco quando tudo mais está caótico. É o novo ouro digital”, diz Guilherme Giserman.

Do mercado tradicional para as criptomoedas: um salto do bitcoin

Assim como muitos outros integrantes da Faria Lima que entraram no universo das criptomoedas, a história de Axel Blikstad foi de uma migração do mercado tradicional para a conversão — como os adeptos de cripto gostam de chamar os novos integrantes desse universo. 

Blikstad passou pelo BTG Pactual, Santander e outras instituições financeiras — tendo atuado principalmente, veja só, com renda fixa. Por isso, sua visão sobre o bitcoin é de que a maior criptomoeda do mundo ainda não deve ser usada como reserva de valor. 

“Com 100% de volatilidade, o bitcoin não é reserva de valor de nada. Ainda. E se vier a ser: quanto vai valer? Pode ser até 40 vezes mais do que vale hoje”, comenta. 

Não deixe de ouvir o mais recente episódio do Market Makers com Axel Blikstad, Guilherme Giserman e Renato Santiago. Dê o play!

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

NOITE CRIPTO

Bitcoin (BTC) opera em queda depois de testar resistência dos US$ 25 mil; confira cotações

16 de agosto de 2022 - 20:15

O movimento do BTC coincide com a piora das condições das ações de tecnologia, incluindo a gigante chinesa Tencent, que deve registrar seu primeiro declínio trimestral de receita

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Nubank dispara, a nova briga entre BTG e XP e o xeque-mate de Putin; confira os destaques do dia

16 de agosto de 2022 - 18:36

Mais da metade de agosto já se passou e, até o momento, o “mês do desgosto” ainda não deu as caras na B3.  Por enquanto, o Ibovespa coleciona apenas dois pregões no vermelho. Em uma sessão hiper volátil, o índice até flertou com o campo negativo diversas vezes, mas o fluxo de capital estrangeiro levou […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa fecha no azul ‘de raspão’ e supera os 113 mil pontos; dólar sobe a R$ 5,14

16 de agosto de 2022 - 18:20

Nos Estados Unidos, o setor varejista alimentou o apetite dos investidores e o Ibovespa acabou se beneficiando

BATEU O DESESPERO?

Putin dá xeque-mate na rainha e faz Reino Unido buscar gás do outro lado do mundo; entenda a jogada

16 de agosto de 2022 - 16:44

De um lado, os britânicos enfrentam a pior crise energética em décadas — agravada pelos efeitos colaterais da guerra na Ucrânia — e, de outro, uma onda de calor que aumentou a demanda por energia

CORRIDA PELA INOVAÇÃO

A disputa entre BTG Pactual e XP no mundo dos investimentos chegou ao efervescente mercado de criptomoedas

16 de agosto de 2022 - 16:14

BTG e XP lançaram suas plataformas de negociação de criptoativos como bitcoin no mesmo dia; saiba como vai funcionar

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies