Menu
2019-04-20T15:32:50+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Alta nos lucros do 3º trimestre

Balanços das empresas listadas em bolsa marcam o quinto trimestre positivo

Entre os meses de julho e setembro, o lucro líquido de 304 empresas somou R$ 53,58 bilhões

19 de novembro de 2018
11:17 - atualizado às 15:32
Ilustraçãodinheirovoandohomem
Crescimento no lucro geral foi puxado pelas estataisImagem: Pomb

A temporada de balanços chegou ao fim e o 3º trimestre deste ano veio para mostrar que as empresas listadas em bolsa continuam em uma trajetória ascendente. O lucro dessas companhias cresceu pelo quinto trimestre seguido e dão novo gás para as apostas de que a economia brasileira está em recuperação. Entre julho e setembro, o lucro líquido de 304 empresas somou R$ 53,58 bilhões, avanço de 25,7% em relação ao mesmo período de 2017.

Os dados fazem parte de um levantamento da Economática, empresa especializada em informações financeiras. um fato curioso é que o crescimento foi puxado pelas estatais. Juntas, cinco empresas públicas lucraram R$ 10,1 bilhões, quase o dobro do alcançado no mesmo trimestre do ano anterior.

“As estatais responderam pelo crescimento de quase dez pontos porcentuais do lucro no período”, explica Einar Rivero, gerente de Relacionamento Institucional da consultoria e responsável pelo estudo. Excluídas as estatais, os ganhos de 299 empresas privadas cresceram 16,13%.

O maior destaque ficou por conta da Petrobras, que viu seu lucro líquido saltar de R$ 266 milhões, no terceiro trimestre de 2017, para R$ 6,64 bilhões, entre julho e setembro deste ano.

A desvalorização do real em relação ao dólar e a recuperação do preço do petróleo, que chegou a bater US$ 80 no período, explicam o desempenho da petroleira, segundo o economista Fabio Silveira, sócio da MacroSector.

“Os preços dos combustíveis em reais estão alinhados com as cotações internacionais e subiram mais que os custos, garantindo lucros bastante expressivos à Petrobras.”

Na avaliação por setor, o jogo está empatado

O estudo mostra também o lucro por setor. Dos 26 setores avaliados, 12 registraram aumentos, 12 tiveram queda, e dois, prejuízo (construção e minerais não metálicos). Em valor, os bancos lideraram o ranking setorial. Dezoito instituições somaram lucro líquido de R$ 18,90 bilhões, cifra 30% maior do que a obtida no terceiro trimestre de 2017. Em seguida está o setor de petróleo e gás. Nove empresas totalizaram lucro de R$ 8,50 bilhões, crescimento de 237%.

Bruno Lavieri, economista da consultoria 4E, diz que o setor financeiro é muito grande em relação aos demais e, por isso, se destaca. Além disso, na crise, os bancos foram rápidos no ajuste. “Limitaram empréstimos, reduziram as perdas e, agora, os resultados já antecipam o novo ciclo de crescimento.”

A maior taxa de avanço anual nos ganhos, no entanto, ficou com o comércio. O lucro de 18 companhias do setor atingiu R$ 1,33 bilhão, alta de quase 500%. Para Silveira, o setor está indo bem por causa da queda dos juros e da recuperação da massa de salários, fatores que acabaram impulsionando o consumo.

Os destaques negativos foram energia elétrica e mineração. O ganho das 35 empresas de energia encolheu 31,4%. Gigante do setor, a Eletrobras teve prejuízo de R$ 1,62 bilhão e liderou a lista das empresas com maiores rombos no período. Apesar de o preço em reais da energia elétrica ter subido neste ano, o aumento foi insuficiente para cobrir o endividamento em moeda estrangeira da empresa, explica Silveira.

As quatro empresas do setor de mineração tiveram queda de quase 20% nos ganhos. Só o lucro da Vale recuou R$ 1,39 bilhão no período.

*Com Estadão Conteúdo.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

De olho nos valores

Preço médio dos imóveis residenciais sobe 0,36% em junho em dez capitais

A pesquisa mostrou que, no mês, todas as dez capitais pesquisadas tiveram alta nos preços médios: Brasília (0,04%), Fortaleza (0,06%), Salvador (0,08%), Porto Alegre (0,16%), Rio de Janeiro (0,18%), Belo Horizonte (0,19%), Curitiba (0,19%), Goiânia (0,22%), Recife (0,38%) e São Paulo (0,68%)

DE OLHO NO GRÁFICO

Bitcoin em nova alta e S&P no sinal amarelo

Fausto Botelho está estupidamente otimista com o bitcoin, que pode ter uma nova onda de valorização. Já o S&P, principal índice americano, pode trazer um terremoto para o resto do mundo

De olho nos próximos recebidos

Preparação de atendimento pela Caixa contribuiu para adiamento de saque do FGTS

Em 2017, para que 25,9 milhões de trabalhadores retirassem R$ 44 bilhões das contas inativas (de contratos anteriores) do FGTS, a Caixa preparou um esquema de atendimento que previu a abertura das agências mais cedo e nos fins de semana no período, que foi de 10 de março a 31 de julho

Entenda o caso

Depois de fixar o preço dos papéis em R$ 1,10 no follow-on, ações da Tecnisa despencam mais de 9%

O mais provável é que a queda vertiginosa esteja associada ao fato de que o papel esteja se ajustando ao preço estipulado na oferta de ações

A hora é agora

Como consultar o seu saldo do FGTS

Medida que injeta até R$ 30 bilhões na economia deve ser anunciada na próxima semana. Saiba como consultar o seu saldo do FGTS

Novidades na prateleira

RCI Brasil, das montadoras Renault e Nissan, passa a oferecer CDB com liquidez diária e rentabilidade de 102% do CDI

A desvantagem é que o valor inicial de aplicação do investimento é um pouco alto. No caso do Banco Sofisa, por exemplo, o valor inicial de aplicação é de R$ 1. Já no Inter e no C6 Bank, a aplicação inicial é de R$ 100

Aos números

Economia com reforma da Previdência após 1º turno fica em R$ 914,3 bilhões

Impacto fiscal ao longo de 10 anos sobe a R$ 933,5 bilhões, considerando aumento CSLL sobre os bancos. MP de fraudes pode render outros R$ 200 bilhões

alteração na agenda

Anúncio sobre FGTS fica para a próxima semana, diz Onyx

Segundo o ministro, as equipes técnicas do Ministério da Economia ainda trabalham em cima dos ajustes necessários

dinheiro na mão

Economistas recomendam sacar recursos do fundo

Aprovada a medida do governo para o saque das contas do FGTS, a orientação dos especialistas é para que os trabalhadores quitem débitos ou invistam

controvérsia

Setor de construção critica liberação de saques do FGTS

Recursos para o trabalhador devem diminuir o total disponível para a construção, o que pode aumentar o déficit habitacional do País, diz vice-presidente de sindicato

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements