⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula e Bolsonaro querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2022-09-07T18:20:11-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa ignora crise energética na Europa e vai aos 112 mil pontos; dólar cai a R$ 5,15

Apesar da cautela na Europa, o Ibovespa teve um dia de ganhos, apoiado na alta das commodities

5 de setembro de 2022
18:40 - atualizado às 18:20
Gás
Imagem: Shutterstock

Na ausência de Wall Street, onde as bolsas se mantiveram fechadas por conta de um feriado, o mercado europeu esteve em evidência nesta segunda-feira (05). 

Além da definição da nova primeira-ministra do Reino Unido, o Velho Continente atravessa um momento dramático da sua dependência energética da Rússia.

Na última sexta-feira, o gasoduto Nord Stream 1 interrompeu o envio de gás natural para a Europa, aumentando os temores de que o inverno seja de desabastecimento e que o crescimento do bloco europeu desacelere ainda mais. 

Com a piora do cenário, o euro atingiu mínima de US$ 0,98, no pior desempenho em mais de duas décadas, e as bolsas locais fecharam em forte baixa. O Ibovespa, no entanto, escapou do mau humor de olho em outra torneira que se fechou. 

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+) anunciou um corte de 100 mil barris por dia (bpd), contrariando os pedidos de aumento de produção feitos por diversos países que defendem um patamar mais baixo para os preços da commodity. 

Com exceção da Petrobras (PETR4), que encerrou a sessão em leve queda, a reação das petroleiras acompanhou a alta de 4% no preço do Brent. O recuo da estatal também foi compensado pelo avanço do setor de mineração e siderurgia, que repercutiu novos estímulos anunciados pelo governo chinês e que devem favorecer o minério de ferro. 

Com fluxo reduzido por conta do feriado nos Estados Unidos, a bolsa brasileira driblou o mal estar na Europa e fechou o dia em alta de 1,21%, aos 112.203 pontos. O dólar à vista caiu 0,59%, a R$ 5,1540. O apetite por risco e o câmbio desvalorizado ajudaram a curva de juros a desinclinar, ainda que a alta nos preços da commodities possam afetar as expectativas de inflação no futuro. Confira:

CÓDIGONOMETAXAFEC 
DI1F23DI jan/2313,72%13,70%
DI1F24DI jan/2412,82%12,85%
DI1F25DI Jan/2511,69%11,70%
DI1F26DI Jan/2611,48%11,50%
DI1F27DI Jan/2711,44%11,46%

Fechando a torneira

Na última sexta-feira (02), a Rússia anunciou o fechamento do gasoduto Nord Stream 1, na Alemanha, um dos principais canais de entrada de abastecimento de gás natural da Europa, aumentando os temores de uma crise energética de larga escala em pleno inverno. 

O cenário que se desenha eleva os riscos de recessão no continente. O euro, moeda unificada da União Europeia e utilizada em 19 países do bloco, atingiu a sua mínima de 20 anos frente ao dólar, sendo negociada abaixo de US$ 0,99. A fraqueza da divisa é uma tendência que vem ganhando força ao longo de 2022.

Embora o governo russo tenha atribuído a interrupção a uma falha técnica, a UE teme que o governo de Putin siga reduzindo o fornecimento de gás como retaliação às sanções impostas contra a guerra na Ucrânia. 

Fechando a torneira 2

Nesta manhã, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+) anunciou um corte de 100 mil barris por dia (bpd) a partir do próximo mês. O barril do Brent — utilizado como referência global para a política de preços das principais petroleiras —, fechou em alta de 4,14%, a US$ 95,75. 

Para Noah Barrett, analista de Pesquisa para Energia e Serviços Públicos da Janus Henderson, a mensagem que a organização deixa é a de que está observando a demanda de perto e tenta equilibrar a oferta para manter o patamar de preços da commodity enquanto diversos países apelaram para que a Opep+ aumentasse a sua oferta. Ou seja: a organização não está se curvando às demandas externas. 

Sobe e desce do Ibovespa

Apesar de o Grupo Pão de Açúcar ter negado as informações veiculadas na imprensa na semana passada — como o interesse do grupo Casino em vender a sua participação ao empresário Abilio Diniz —, as ações da companhia lideraram com folga os ganhos do Ibovespa. 

Na sequência, empresas produtoras de commodities se beneficiaram da alta do petróleo e do minério de ferro. Enquanto isso, o setor de saúde subiu após o Supremo Tribunal Federal (STF) ter revertido a decisão que instituiu o piso nacional para enfermeiros. Confira as maiores altas do dia:

CÓDIGONOMEVALORVAR
PCAR3GPA ONR$ 23,709,72%
PRIO3PetroRio ONR$ 29,546,45%
JHSF3JHSF ONR$ 7,343,97%
SULA11SulAmérica unitsR$ 25,893,77%
VALE3Vale ONR$ 65,223,66%

Confira também as maiores quedas da sessão:

CÓDIGONOMEVALORVAR
POSI3Positivo Tecnologia ONR$ 11,63-2,68%
MRFG3Marfrig ONR$ 12,97-2,41%
BBAS3Banco do Brasil ONR$ 41,63-2,12%
IRBR3IRB ONR$ 1,20-1,64%
EMBR3Embraer ONR$ 13,14-1,57%

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

DESTAQUES DA BOLSA

Ações da MRV (MRVE3) despencam após suspensão da capitalização da Resia; veja os novos planos da construtora para a subsidiária norte-americana

7 de outubro de 2022 - 13:36

De acordo com a companhia, a operação só será retomada quando o cenário macroeconômico dos EUA estiver novamente favorável ao mercado de capitais

O caminho mais seguro

Por que você ainda deve investir em Tesouro Selic, mesmo que os juros tenham parado de subir

7 de outubro de 2022 - 13:19

Para o Itaú BBA, Selic pode permanecer alta por mais tempo do que o mercado espera, e investidor deve manter 60% da sua carteira de títulos públicos em Tesouro Selic

ELEIÇÕES 2022

Simone, Ciro “envergonhado” e até FHC: aonde esses apoios podem levar um eventual governo Lula

7 de outubro de 2022 - 13:15

O petista se movimenta de modo a angariar o máximo apoio possível e confirmar, no fim de outubro, um favoritismo que lhe é atribuído desde sua ressurreição para a política

ELEIÇÕES 2022

Zema, Moro, Garcia e Dallagnol: como esses apoios podem ajudar Bolsonaro no segundo turno?

7 de outubro de 2022 - 13:07

Presidente vem reforçando seu time para a fase final das eleições com nomes da direita da política brasileira; confira os apoios que podem fazer a diferença na reeleição de Bolsonaro

NÃO VAI COLAPSAR?

Ressuscitou? Credit Suisse tenta tranquilizar investidores sobre risco de calote e ações avançam em NY

7 de outubro de 2022 - 12:49

Entre as soluções anunciadas, a instituição financeira recomprará bilhões em dívidas e venderá um famoso hotel de quase 200 anos de história

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies