Menu
2021-04-23T21:19:12-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
temporada de balanços

Vale, Santander, Weg e Gol divulgam resultados do 1º trimestre; saiba o que esperar

Balanços do período, ainda impactado pela pandemia e o abre e fecha local, movimentam a semana; veja projeções e calendário

26 de abril de 2021
5:31 - atualizado às 21:19
Balanços Modelo 2304
Imagem: Shutterstock, com intervenção de Andrei Morais

A temporada de balanços das empresas de capital aberto brasileiras foi aberta oficialmente na sexta-feira (23) com a Usiminas. Mas é nesta semana que os balanços vão movimentar a bolsa para valer, com números das gigantes Vale, Santander Brasil, Weg e Gol.

Os resultados dizem respeito ao primeiro trimestre deste ano — período ainda marcado por incertezas, diante do recrudescimento da pandemia de covid-19 e lento avanço da vacinação no Brasil.

Como ficou claro desde meados do ano passado, o coronavírus impacta de maneiras diferentes os setores. Saiba a seguir o que esperar para o resultado das companhias.

Vale: sem Brumadinho, demanda e dólar em alta

A Vale (VALE3) pode apresentar, nesta segunda-feira (26), um aumento exorbitante de lucro, se as projeções dos analistas se confirmarem. Mas em parte por causa da base de comparação.

No primeiro trimestre de 2020, a empresa seguia registrando gastos com a tentativa de reparação pelo rompimento da barragem em Brumadinho (MG), ocorrida em janeiro de 2019.

Deve ainda contribuir para o bom desempenho da empresa os patamares elevados do dólar — moeda na qual a receita da Vale está atrelada —, negociado na faixa de R$ 5,50.

Relatório de produção do primeiro trimestre, divulgado pela empresa no último dia 19, revelou uma alta de 14,2% na produção de finos de minério de ferro, totalizando 68,0 milhões de toneladas — com um prêmio de US$ 8,3 por tonelada sobre o preço de referência no mercado.

Parte da tese de investimento da Vale parte do pressuposto de que o minério produzido pela companhia tem qualidade superior ao de outras empresas, por isso a mineradora consegue emplacar preços maiores que a média.

A dinâmica é fortalecida pela demanda externa reaquecida. No primeiro trimestre, a empresa foi beneficiada pela recuperação dos mercados globais, preços mais altos do carvão metalúrgico na China e necessidade de produtividade elevada nos altos-fornos. Confira a projeção:

  • US$ 6,1 bilhões de lucro (↑25x), segundo projeções da Bloomberg.

Santander: desafio da rentabilidade

O Santander Brasil (SANB11), que divulga o balanço na quarta-feira (28), tem o desafio de sustentar a liderança entre os grandes bancos, depois de superar a rentabilidade do Itaú Unibanco no ano passado.

Em 2020, o Retorno sobre o Patrimônio Líquido (ROE, na sigla em inglês) da unidade brasileira do banco espanhol alcançou 19,1%, enquanto que do Itaú fechou o ano a 14,5%.

O Santander encerrou o quarto trimestre de 2020 com lucro de líquido de R$ 3,9 bilhões, sendo que em 12 meses a última linha do balanço superou as estimativas do mercado, chegando a R$ 13,8 bilhões.

No primeiro trimestre do ano passado, a empresa também entregou um resultado maior do que o esperado, a R$ 3,8 bilhões. Agora, analistas falam uma queda de lucro, que chegaria a R$ 3,6 bilhões — mas seguindo com o histórico de bons resultados.

Além da rentabilidade e do lucro, os acionistas do banco estarão atentos aos desdobramentos da proposta do conselho de administração da empresa de segregar a participação detida na subsdiária Getnet.

Segundo o conselho do Santander, cerca de R$ 22 milhões serão gastos com a cisão, mas o banco pretende entregar aos seus acionistas os papéis da Getnet após a operação. Separada, a companhia deve solicitar registro para abrir capital na B3.

  • R$ 3,6 bilhões de lucro, segundo projeções da Bloomberg.

Weg: cumprindo bom histórico

A Weg (WEGE3), que também divulga o balanço na quarta-feira, deve cumprir mais uma vez com a fama de empresa que entrega resultados consistentes — depois de, assim como a Vale, ser apontada como opção defensiva para os investidores durante a crise.

Segundo o Bank of America (BofA), a fabricante de motores e equipamentos para o setor elétrico continua demonstrando uma capacidade de execução "única" ao "manter o ritmo das fábricas e evitando interrupções em sua cadeia de fornecimento global durante a pandemia".

"Além disso, a Weg conseguiu ajustar rapidamente sua estrutura de custo, foi beneficiada por um portfólio de produtos de ciclo longo, explorou os ventos favoráveis do câmbio e alavancou um mix de produtos premium", disseram os analistas em relatório recente.

Para o banco, a Weg entregará um resultado robusto em receita no primeiro trimestre deste ano, por conta das vendas no mercado doméstico — um avanço de 26%, dizem —, enquanto as exportações crescerão 22%.

No quarto trimestre de 2020, a Weg registrou lucro líquido de R$ 742,2 milhões, um aumento de 48,3% em relação ao mesmo período de 2019. No acumulado do ano, a alta foi de 45%, a R$ 2,3 bilhões.

  • R$ 714 milhões lucro (↑62,1%), segundo projeções consultadas pela Bloomberg.

Gol: crise ainda forte

Entre os destaque da semana, a Gol (GOLL4) é a empresa em situação mais delicada. O setor aéreo tem pouca margem de manobra com a nova piora da pandemia — com receitas limitadas e tendo de lidar com cancelamentos em série.

Em março, a companhia registrou uma queda de 25% na busca por passagens aéreas em relação ao mês anterior. O volume de vendas diárias caiu 40% no período, levando a empresa a fechar o mês com uma receita bruta consolidada de R$ 300 milhões, queda de 37% na comparação mensal.

A aérea admitiu que vê a crise como severa e que a recuperação ocorrerá num ritmo mais lento que o esperado anteriormente, quando o país registava baixa em novas casos de contaminação.

"A administração da Gol continua considerando cenários de recuperação mais conservadores, mantendo iniciativas para redução de custos, preservar equilíbrio do fluxo de caixa e adequação da oferta aos níveis reduzidos de demanda", disse a companhia em abril.

A empresa projeta no primeiro trimestre uma receita líquida de R$ 1,6 bilhão e prejuízo por ação deve de R$ 2,35. A receita unitária de passageiro deve ser 12% inferior ao registrado no mesmo período de 2020, enquanto a receita unitária deve ser 9% menor.

Agenda da semana

EmpresaData do balançoPeríodo de divulgação
Vale SA26/04Após o mercado
Cielo SA27/04Após o mercado
Cia Siderurgica Nacional SA28/04Não informado
Banco Santander Brasil SA28/04Antes da abertura
WEG SA28/04Não informado
Multiplan Empreendimentos Imob28/04Após o mercado
Embraer SA29/04Antes da abertura
Gol Linhas Aereas Inteligentes29/04Não informado
Fleury SA29/04Após o mercado
Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Novo competidor

Grupo catarinense que fatura R$ 8,8 bi vai abrir 1º atacarejo no estado de SP

O Grupo Pereira vai abrir uma unidade da Fort Atacadista, sua bandeira de atacarejo, na cidade de Jundiaí; forte competição em SP é desafio

Tensão em Brasília

Racha no Congresso põe reformas em xeque

A decisão do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), de fatiar a reforma tributária foi vista como a pá de cal nas chances de avanço das reformas no Congresso até o fim do atual governo. Embora Lira tenha prometido abrir o diálogo com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para definir os próximos passos, […]

Rapidinhas da semana

BLINK: Itaúsa, B2W, Eletrobras e mais recomendações rápidas

Felipe Miranda, sócio-fundador e CIO da Empiricus, fala sobre Alpargatas, Eletrobras, Itaúsa, Lojas Americanas e muito mais no Blink

Reserva de emergência

Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo, vende ações da Amazon e põe US$ 5 bi na conta

O bilionário Jeff Bezos vendeu cerca de 1,5 milhão de ações da Amazon nos últimos dias e pode vender outros 500 mil papéis em breve

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies