Menu
2021-04-05T19:11:21-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
primeiro trimestre em pauta

Ainda vale a pena comprar ações da Weg, após alta de 130% no ano? BofA responde

Banco emitiu um relatório reiterando a compra dos papéis da empresa, com preço-alvo de R$ 96 — seria uma alta de 28%; ações sobem nesta segunda

5 de abril de 2021
14:59 - atualizado às 19:11
FÁBRICA DA WEG EM SC
Brasil, Jaraguá do Sul, SC, 10/02/2011. Fábrica da multinacional brasileira WEG, na cidade de Jaraguá do Sul (SC). - Imagem: JONNE RORIZ/ESTADÃO CONTEÚDO/AE

As ações da Weg (WEGE3), que têm um dos melhores históricos da bolsa brasileira e que só no último ano subiram mais 130%, seguem bem avaliadas pelos analistas do Bank of America (BofA).

O banco emitiu um relatório reiterando a compra dos papéis da empresa, com preço-alvo de R$ 96 — seria uma alta de 28% sobre o preço de quinta-feira (1). As ações da Weg subiram 2,46% nesta segunda-feira (5), a R$ 76,91.

Segundo o BfoA, a fabricante de motores e equipamentos para o setor elétrico continua demonstrando uma capacidade de execução "única" ao "manter o ritmo das fábricas e evitando interrupções em sua cadeia de fornecimento global durante a pandemia".

"Além disso, a Weg conseguiu ajustar rapidamente sua estrutura de custo, foi beneficiada por um portfólio de produtos de ciclo longo, explorou os ventos favoráveis do câmbio e alavancou um mix de produtos premium", dizem os analistas.

Para o banco, a Weg entregará um resultado robusto em receita ainda no primeiro trimestre deste ano, por conta das vendas no mercado doméstico — um avanço de 26%, dizem —, enquanto as exportações crescerão 22%.

"Mais importante, nossa projeção é de alta de 42% do Ebitda [lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização], marcando o décimo trimestre consecutivo de expansão das margens (250 pontos percentuais, na base anual). O resultado final deve avançar 46%, para R$ 643 milhões".

No quarto trimestre de 2020, a Weg registrou lucro líquido de R$ 742,2 milhões, um aumento de 48,3% em relação ao mesmo período de 2019. No acumulado do ano, a alta foi de 45%, a R$ 2,3 bilhões.

No mercado externo, a empresa enfrentou volatilidade, principalmente na área de equipamentos eletroeletrônicos industriais, o que acabou reduzindo o ritmo de crescimento, resultando na queda da receita consolidada em moedas locais.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

pandemia

Covid-19: número de mortes sobe para 361,8 mil no Brasil

Nas últimas 24 horas, foram registradas mais 3.459 mortes no país

seu dinheiro na sua noite

Petróleo, minério e tudo que há de bom

Entre o fantasma do Orçamento com pedaladas, a besta da PEC “fura-teto”, o gigante da CPI da Covid e o monstro da pandemia, o Ibovespa conseguiu hoje engatar a terceira alta seguida e fechar acima dos simbólicos 120 mil pontos, marca que o índice não via desde fevereiro. Mas como pode? Bem, mais uma vez […]

hoje não

Hering rejeita proposta da Arezzo para potencial fusão

Segundo a Cia. Hering, a proposta “não atende ao melhor interesse dos acionistas e da própria companhia”

Polêmica na privatização

CVM vai investigar CEEE por suposta omissão na divulgação de informações

A autarquia começará a apuração de uma denúncia de omissão de fatos relevantes sobre a privatização da estatal gaúcha

FECHAMENTO

Commodities em alta levam o Ibovespa acima dos 120 mil pontos pela primeira vez desde fevereiro; dólar recua

O clima incerto em Brasília segue assombrando os investidores, mas ainda assim a bolsa brasileira consegue fôlego com as commodities para se manter no azul

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies