Menu
2020-12-09T15:12:52-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
E-store

Volkswagen promete vender carros em loja virtual

Chamada de e-store, loja foi construída junto com as concessionárias e o banco Volkswagen, informou o CEO da empresa

9 de dezembro de 2020
13:54 - atualizado às 15:12
Volkswagen
Imagem: Shutterstock

A Volkswagen anunciou nesta quarta-feira (9) que vai lançar nos próximos dias uma loja online em que o consumidor poderá reservar e dar sinal de entrada para aquisição de qualquer um dos modelos da marca.

Leia também:

Durante o anúncio, o presidente e CEO da Volkswagen na América Latina, Pablo Di Si, disse que o projeto já vinha sendo desenvolvido, mas foi acelerado após a chegada da pandemia.

A loja, chamada de e-store, foi construída junto com as concessionárias e o banco Volkswagen, informou Pablo.

Projeções

Citando a pressão sobre os custos de produção vinda, principalmente, da valorização do dólar, o CEO da Volkswagen na América Latina considerou serem "super otimistas" as previsões da indústria que apontam a um mercado de 2,4 milhões de veículos no ano que vem.

Pablo informou que a montadora está trabalhando com a perspectiva de consumo no Brasil, incluindo todas as marcas, na faixa de 2,3 milhões a 2,4 milhões de veículos, mas que estará preparada caso não se confirme o teto da projeção, cuja concretização significaria um aumento em torno de 20% das vendas da indústria.

"O mercado, obviamente, vai ser maior, mas acho que a previsão de 2,4 milhões da Anfavea é uma visão super otimista", afirmou o dirigente da Volks

"Acho que não vamos crescer tanto quanto 2,4 milhões. Nosso planejamento é este de 2,3 milhões a 2,4 milhões, mas se não acontecer vai ser mais fácil desacelerar o programa de produção", comentou.

O motivo da cautela reside no aumento dos preços de matérias-primas. Uma vez repassado às tabelas das concessionárias, como vem acontecendo, o consumo ficará mais limitado.

Hoje, Pablo disse que a Volks tem procurado acelerar a nacionalização de peças, tanto no Brasil quanto na Argentina, para reduzir a dependência a componentes importados e, logo, a exposição ao câmbio.

Ele ponderou, contudo, que aumentar o índice de materiais nacionais no carro envolve projetos de longo prazo, que podem levar mais de cinco anos.

Enquanto isso não acontece, a Volks, conforme relatou o seu dirigente na região, vem travando uma "luta diária" nas negociações de preços com seus fornecedores. "Temos algumas conversas fáceis e outras difíceis com fornecedores", contou Pablo a jornalistas.

Descongelamento

Apesar do conservadorismo nos cenários traçados para 2021, o executivo disse que a montadora vem retomando investimentos que tinham sido congelados na pandemia, o que inclui a produção do utilitário esportivo Taos na Argentina.

A ser comercializado no Brasil no segundo trimestre do ano que vem, o modelo, cujo projeto foi atrasado pela pandemia, faz parte de um investimento de US$ 650 milhões realizado na fábrica da Volks na região metropolitana de Buenos Aires.

Ele informou que um novo ciclo de investimentos está sendo estudado no segmento de utilitários esportivos. Mas o anúncio fica para 2021. "Estamos pensando num novo ciclo de investimento, mas hoje não é o dia de anúncio."

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Prévia operacional

Cyrela tem crescimento de vendas e lançamentos em 2020, e BTG considera números fortes

Lançamentos totalizaram R$ 2,873 bilhões, enquanto vendas líquidas somaram R$ 1,860 bilhão; banco mantém recomendação de compra para a construtora

EM ALTA

Com petróleo em alta, Credit Suisse reitera recomendação de compra da Petrobras

Banco eleva preço-alvo de ADRs após revisar para cima projeção para Ebitda da indústria do petróleo em 2021 e 2022

Exile on Wall Street

Private equity para pessoas físicas

Há uma frase de que gosto muito no livro “Princípios do Estrategista”: as ideias do Taleb são tão boas que se dessem dinheiro seria sacanagem.

Panorama das fintechs

Goldman Sachs recomenda compra de ação da Stone, XP e PagSeguro e venda de Banco Inter

Embora o Inter seja o grande destaque de crescimento de clientes, os analistas do banco norte-americano apontam a ação da da Stone como a favorita entre as fintechs

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta terça-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies