Menu
2020-12-13T12:19:09-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
ranking

Nos EUA, três dos 10 maiores IPOs de tecnologia aconteceram neste ano; veja lista

Abertura de capital do Airbnb coroa um ano marcado pelo avanço das companhias de tecnologia; lista dos maiores valores levantados segue com Facebook no topo

13 de dezembro de 2020
12:19
Nasdaq
Imagem: Shutterstock

A abertura de capital do Airbnb coroa um ano marcado pelo avanço das companhias de tecnologia. Incluindo a oferta inicial da empresa, três IPOs deste ano estão entre as maiores listagens da história entre techs nos Estados Unidos.

O levantamento leva em conta o valor captado na operação. Além do Airbnb, que levantou US$ 3,7 bilhões, na mesma semana o DoorDash, serviço de entrega de comida, movimentou US$ 3,4 bilhões, entrando também na lista dos 10 maiores IPOs de empresas de tecnologia.

Em setembro, a companhia de armazenamento de dados em nuvem Snowflake levantou US$ 3,9 bilhões, entrando também para o grupo de maiores aberturas de capital de techs.

Ao abrirem capital, cada uma das empresas foi avaliada entre US$ 55 bilhões e US$ 100 bilhões. Até então essas companhias atraíam fundos de private equity, investidores estratégicos e fundos soberanos.

As generosas avaliações do mercado acontecem em meio a um bull market, após o baque com o início da pandemia de covid-19.

Veja a lista dos 10 maiores IPOs de tecnologia dos EUA, com o quanto cada empresa levantou:

  1. Facebook (2012) - US$ 16 bilhões
  2. Uber (2019) - US$ 8,1 bilhões
  3. Agere Systems (2001) - US$ 4,1 bilhões
  4. Snap (2017) - US$ 3,9 bilhões
  5. Snowflake (2020) US$ 3,9 bilhões
  6. Airbnb (2020) - US$ 3,7 bilhões
  7. DoorDash (2020) - US$ 3,4 bilhões
  8. Lyft (2019) - US$ 2,6 bilhões
  9. Altice USA (2017) - US$ 2,2 bilhões
  10. Twitter (2013) - US$ 2,1 bilhões

*Com informações da CNBC

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

pandemia

Brasil registra 1.340 mortes por covid-19 em 24h

Resultado ficou atrás apenas do dia 7 de janeiro, quando foram confirmadas 1.524 novos falecimentos

seu dinheiro na sua noite

Tudo caiu – até o forward guidance

Os mercados domésticos ficaram hoje divididos sob a influência de acontecimentos distintos, o que resultou em um comportamento geral incomum: tudo caiu. O Ibovespa perdeu o patamar dos 120 mil pontos e fechou em queda, na contramão das bolsas americanas, animadas pela posse do novo presidente Joe Biden e a nova fornada de estímulos fiscais […]

Análise

Sem o “forward guidance”, Banco Central arranca bola de ferro dos pés

Decisão do BC de abrir mão do compromisso de não mexer com os juros foi acertada, mas a adoção do instrumento mais ajudou ou atrapalhou a economia?

sem "efeito Biden"

Vacinação e risco fiscal derrubam o Ibovespa em dia de festa em NY; dólar também recua

Euforia dos mercados internacionais com o “efeito Biden” foi barrada pelas incertezas domésticas e fez a bolsa brasileira ir na contramão de NY

taxa básica

BC mantém Selic em 2% ao ano, mas retira o ‘forward guidance’

Bolsa pode ter realização de lucros nesta quinta com derrubada de prescrição, diz especialista; decisão de hoje acontece em meio à alta dos preços das commodities e à valorização do dólar

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies