Menu
2020-11-16T07:49:46-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
Cursando jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Balanços 3º tri

Intermédica e Qualicorp fecham a temporada de balanços; confira o que esperar dos números

Nesta segunda-feira (16) as empresas do Ibovespa encerram a divulgação de resultados do terceiro trimestre. Confira o que esperar

16 de novembro de 2020
5:43 - atualizado às 7:49
balanços
Imagem: Shutterstock

Depois de um mês intenso, chegamos na reta final da temporada de balanços. Os números do terceiro trimestre de 2020 vêm mostrando aos investidores o ritmo de recuperação das companhias de capital aberto após a superação do pior da pandemia e pautam as projeções para o fechamento do ano.

Se na semana passada o setor de varejo foi o grande destaque, dessa vez o setor de saúde vem para fechar a temporada com chave de ouro, com duas integrantes do Ibovespa divulgando os seus resultados hoje: Intermédica e Qualicorp.

Depois de um ano divulgando os seus resultados trimestrais com atraso, a CVC finalmente ficará em dia com os investidores e também deve apresentar os seus números nesta segunda-feira, encerrando assim a temporada de balanços deste trimestre.

Confira o cronograma e as principais projeções dos analistas para as empresas do Ibovespa que divulgam os seus números nesta semana.

Segunda-feira (16): 

  • Intermédica (após fechamento)
  • Azul (antes da abertura)
  • Qualicorp (após o fechamento)

Intermédica e Qualicorp - Operadoras vs. Covid

No geral, os analistas esperavam que as empresas do setor demonstrassem resiliência no terceiro semestre, com o pior do coronavírus ficando para trás.

Essa foi a tendência com a maior parte das empresas que já divulgaram os seus resultados e deve continuar sendo o tom dos números desta semana. Em parte, as operadoras se beneficiaram com a queda na realização de procedimentos eletivos, mas também sofreram com o baque do aumento do desemprego - e a consequente queda no número de planos empresariais. 

Temos dois tipos de operadoras apresentando os seus resultados nesta semana. A primeira delas é a Notre Dame Intermédica - uma operadora com atuação verticalizada (priorizando clínicas, hospitais e centros de diagnósticos próprios) e que mesmo durante o pior período da pandemia não colocou o pé no freio e seguiu com a sua estratégia de expansão, comprando players regionais e consolidando sua presença em novos locais. 

Por isso, a empresa deve seguir apresentando um avanço no seu crescimento inorgânico - feito via aquisições -, mas também deve apresentar evolução na expansão orgânica. Para o Bradesco BBI, a companhia deve somar cerca de 40 mil novas vidas organicamente e outras 41 mil por meio de sinergias com outras operadoras adquiridas recentemente. 

Para o Itaú BBA, a companhia deve trazer resultados sólidos e o Ebitda também deve ser favorecido pela integração eficiente com as aquisições recentes, com projeção de uma expansão da margem. 

Embora o Credit Suisse categorize algumas das aquisições recentes como de 'qualidade questionável' - já que possuem um tíquete médio baixo e excesso de planos ambulatoriais -, a instituição também espera uma evolução da companhia e espera pouco impacto do adiamento do reajuste previsto no valor dos planos. 

Quando o assunto é a Qualicorp, o mercado está de olho na evolução de questões de governança. 

A empresa foi marcada por alguns problemas envolvendo gestões passadas, no entanto, na visão dos analistas, a companhia já começou a mostrar sinais de que a nova gestão pode colocar a companhia de volta nos trilhos. 

Para o Credit Suisse, o último trimestre já marca o início desse ciclo positivo. "Se torna claro que os problemas de governança passados estão sendo deixados para trás. Embora ainda existam investigações, o Conselho atual está contribuindo para o andamento e auxiliando investigadores. As consequências podem ser graves para os antigos controladores, mas devem ter pouco efeito na companhia. 

O banco suíço também acredita que a postergação do reajuste pode afetar a Qualicorp de duas formas: um aumento na receita e nas provisões para contratos que terminarão antes do aumento de preços em 2021.

Para o Itaú BBA, a Qualicorp deve se manter praticamente estável e também acredita que ela pode se beneficiar da postergação do reajuste. Já o Bradesco BBI prevê que a receita deve mostrar um desempenho superior ao visto nos últimos trimestres. 

Vale mencionar que tanto o GNDI quanto a Qualicorp são as preferências do Bradesco no setor de saúde durante a crise do coronavírus

Confira as projeções dos analistas consultados pela Bloomberg para as companhias:

GNDI:

  • Receita líquida: R$ 2,5 bilhões (22%)
  • EBITDA ajustado: R$ 477 milhões (14%)
  • Lucro líquido: R$ 228 milhões (-3%)

Qualicorp:

  • Receita líquida: R$ 508 milhões (-5%)
  • EBITDA ajustado: R$ 242 milhões (-11)
  • Lucro líquido: R$ 137 milhões (-22%)

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

fusões e aquisições

Hering dispara 25% após proposta de fusão da Arezzo. Estamos diante do nascimento de uma estrela?

Oferta foi recusada num primeiro momento, mas mercado espera que conversas possam seguir adiante, de olho na formação de nome forte no varejo

Anote na agenda

B3 atualiza metodologia sobre vencimento de opções a partir de maio; confira o que muda

Especialistas do mercado afirmam que essa mudança é positiva para o mercado brasileiro por se aproximar do modelo do exterior

Tem cupom pra isso?

Ações da Méliuz sobem após lançamento de plataforma de empréstimos online

A companhia, que desde 2019 oferece um cartão de crédito sem anuidade e com cashback, vem ampliando a gama de serviços financeiros

MERCADOS HOJE

Instabilidade atinge o Ibovespa e bolsa descola de NY ao zerar alta; dólar recua

Exterior positivo traz fôlego aos negócios locais, mas problemas em Brasília persistem

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies