🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Estadão Conteúdo
Sem obstáculos

Suzano e MRV não veem impedimento sobre vendas de ações dos grupos por BNDESPAR

Questionamento veio após secretário geral de Privatizações do Ministério da Economia, Salim Mattar, dizer que novo governo pretende acabar com a BNDESPar

Estadão Conteúdo
29 de janeiro de 2019
14:43 - atualizado às 18:22
Walter Schalka
Walter Schalka - Imagem: J.F. Diorio/Estadão Conteúdo

O presidente da Suzano, Walter Schalka, e o fundador e presidente da MRV, Rubens Menin, afirmaram que não veem impedimentos para que a BNDESPar venda sua participação acionária nas duas empresas. Os dois executivos foram questionados em evento do Credit Suisse, nesta terça-feira, 29, em São Paulo.

O questionamento veio depois da fala do secretário geral de Privatizações do Ministério da Economia, Salim Mattar, que, mais cedo, afirmou que o novo governo pretende acabar com a BNDESPar, a empresa de participações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), vendendo todos os seus ativos, avaliados em R$ 110 bilhões, nos próximos quatro anos.

Segundo Mattar, o "BNDESpar é empresa que vai ser fechada muito rapidamente". Na apresentação, também no evento do Credit Suisse, Mattar disse que o governo não tem que deter participações em empresas que estão abertas e listadas na B3, como a Suzano, a MRV.

Questionado em outra palestra, o CEO da MRV, Rubens Menin, brincou e disse que nem sabia que o BNDESPar tinha participação na MVR. "A cabeça de Salim é boa. Deve estar correto o que ele falou". Segundo Menin, como qualquer investidor, "o mercado é assim: vende e compra". Segundo o executivo, "se o BNDESPar estiver descontente, que venda" os papéis.

Menin acrescentou que, ao que parece, a intenção de Mattar é acabar com o BNDESPar, o que seria positivo.

Na mesma direção, o presidente da Suzano afirmou que o BNDESPar, depois do negócio da empresa com a Fibria, passou a ter 11% de participação do negócio. De acordo com o executivo, o banco nunca mencionou o que pretende fazer com as ações que detém. "Eles não têm nenhuma cláusula de barreira. Podem vender a qualquer momento. Se eles quiserem vender, vamos apoiar. Cria mais liquidez nas ações", afirmou Schalka.

Compartilhe

ALERTA DE OPORTUNIDADE

Por que você deveria comprar ações de construtoras agora, segundo o JP Morgan

1 de setembro de 2022 - 12:20

Os analistas alertam que um gatilho de alta para o setor pode ser disparado em breve, na próxima reunião do Copom

DESCONTO OU CILADA?

MRV recua 11% após balanço, mas os analistas acreditam que o pior ficou para trás e recomendam compra para as ações MRVE3; saiba mais

11 de agosto de 2022 - 13:19

A reação negativa ocorre a despeito das perspectivas positivas para o futuro e também da performance da subsidiária norte-americana da companhia

PREVISÕES DO SETOR

Inflação preocupa e construtoras planejam reduzir os lançamentos no terceiro trimestre, revela pesquisa do Santander com empresas do setor

8 de agosto de 2022 - 13:51

O banco conversou com 30 companhias e chegou à conclusão que a visão da maior parte delas ainda é positiva — mas o sentimento está “ligeiramente deteriorado”

DESTAQUES DO DIA

Magazine Luiza (MGLU3) dispara 12% após Copom; Via (VIIA3), Méliuz (CASH3), MRV (MRVE3) e outros nomes do varejo, techs e construção avançam em bloco hoje

4 de agosto de 2022 - 12:17

Alguns dos setores mais afetados pelo aperto nos juros são impulsionados pela sinalização de que o ciclo de alta da Selic está próximo do fim

PROJEÇÕES PARA O 2º TRI

Por que o Itaú BBA prefere os shoppings às construtoras na bolsa — e quais são seus nomes favoritos de cada setor

28 de julho de 2022 - 16:38

Os analistas esperam que as empresas do segmento mantenham a tendência positiva do trimestre anterior, com recuperação das vendas e novos ajustes nos aluguéis

PREVISÕES PARA OS BALANÇOS

Bank of America prevê trimestre difícil para construtoras da B3, mas enxerga três oportunidades no setor — veja quais

26 de julho de 2022 - 13:43

Os analistas do BofA preferem os papéis do segmento de baixa renda que, ainda que mais pressionados pela inflação, podem entregar um crescimento lucrativo

PRÉVIAS OPERACIONAIS

Subsidiária da MRV (MRVE3) nos EUA volta a salvar o trimestre e construtora bate recorde de vendas; Plano & Plano (PLPL3) também renova marcas históricas

13 de julho de 2022 - 19:34

As vendas líquidas da Resia saltaram 162,3% entre abril e junho e compensaram as quedas nas operações nacionais da MRV

Já dá pra respirar?

A calmaria durante a tempestade: apesar das turbulências, Itaú BBA enxerga luz para a MRV (MRVE3)

7 de julho de 2022 - 17:51

Em recomendação, analistas afirmam que novidades esperadas para o programa Casa Verde e Amarela podem beneficiar a construtora

VENDA DE DÍVIDA

Turbinando o caixa: MRV (MRVE3) levanta R$ 350 milhões com venda de CRIs

1 de julho de 2022 - 11:28

O negócio da MRV (MRVE3) foi feito em duas operações de securitização; empresa também concluiu venda de empreendimentos no exterior

GALINHA DOS OVOS DE OURO

Subsidiária da MRV (MRVE3) nos EUA garante mais de R$ 1 bilhão para construtora com venda de empreendimentos na Flórida

30 de junho de 2022 - 19:15

A Resia vendeu dois conjuntos localizados na Flórida, e a negociação rendeu cerca de R$ 375 milhões aos cofres da incorporadora

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies