Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-04-03T18:22:30-03:00
Estadão Conteúdo
Sem obstáculos

Suzano e MRV não veem impedimento sobre vendas de ações dos grupos por BNDESPAR

Questionamento veio após secretário geral de Privatizações do Ministério da Economia, Salim Mattar, dizer que novo governo pretende acabar com a BNDESPar

29 de janeiro de 2019
14:43 - atualizado às 18:22
Walter Schalka
Walter Schalka - Imagem: J.F. Diorio/Estadão Conteúdo

O presidente da Suzano, Walter Schalka, e o fundador e presidente da MRV, Rubens Menin, afirmaram que não veem impedimentos para que a BNDESPar venda sua participação acionária nas duas empresas. Os dois executivos foram questionados em evento do Credit Suisse, nesta terça-feira, 29, em São Paulo.

O questionamento veio depois da fala do secretário geral de Privatizações do Ministério da Economia, Salim Mattar, que, mais cedo, afirmou que o novo governo pretende acabar com a BNDESPar, a empresa de participações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), vendendo todos os seus ativos, avaliados em R$ 110 bilhões, nos próximos quatro anos.

Segundo Mattar, o "BNDESpar é empresa que vai ser fechada muito rapidamente". Na apresentação, também no evento do Credit Suisse, Mattar disse que o governo não tem que deter participações em empresas que estão abertas e listadas na B3, como a Suzano, a MRV.

Questionado em outra palestra, o CEO da MRV, Rubens Menin, brincou e disse que nem sabia que o BNDESPar tinha participação na MVR. "A cabeça de Salim é boa. Deve estar correto o que ele falou". Segundo Menin, como qualquer investidor, "o mercado é assim: vende e compra". Segundo o executivo, "se o BNDESPar estiver descontente, que venda" os papéis.

Menin acrescentou que, ao que parece, a intenção de Mattar é acabar com o BNDESPar, o que seria positivo.

Na mesma direção, o presidente da Suzano afirmou que o BNDESPar, depois do negócio da empresa com a Fibria, passou a ter 11% de participação do negócio. De acordo com o executivo, o banco nunca mencionou o que pretende fazer com as ações que detém. "Eles não têm nenhuma cláusula de barreira. Podem vender a qualquer momento. Se eles quiserem vender, vamos apoiar. Cria mais liquidez nas ações", afirmou Schalka.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Comandante do navio

Em meio à crise econômica, Bolsonaro se isenta de culpa pela situação do país: ‘se é assim, ache um cara melhor’

Como de costume, o presidente voltou a jogar a culpa da crise nas medidas restritivas adotadas por governadores e prefeitos para conter o novo coronavírus

Quem não tem teto de vidro...

Governo cancela lançamento do Auxílio Brasil; veja por que o programa social fez a bolsa despencar e o dólar disparar hoje

Ainda não há uma nova data para o lançamento do programa, que levou o Ibovespa as mínimas antes do sinal vermelho para o anúncio

Juntando forças

Saiba mais sobre a Novi, carteira de criptomoedas criada pela parceria entre Facebook e Coinbase

Essa wallet ainda está em uma versão piloto, mas já está disponível para download e algumas pessoas estranharam a ausência da criptomoeda Diem

Desanimou

Prévias operacionais fracas derrubam ações da MRV; veja 3 motivos para a decepção dos investidores

Inflação dos custos de construção se refletiram em aumentos nos preços dos imóveis, impactando negativamente as operações da companhia no terceiro trimestre

GUERRA DAS MAQUININHAS NA BOLSA

Por que a Cielo (CIEL3) cai forte enquanto a Getnet (GETT11) engata mais um dia de alta expressiva no Ibovespa?

Enquanto o principal índice da bolsa cai mais de 2%, as units da Getnet avançam 23,45%, aos R$ 9,53, mesmo após terem subido mais de 65% na sessão de ontem.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies