🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-03-11T14:42:54-03:00
Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
ATROPELADAS PELA INFLAÇÃO

Por que as ações da Tenda (TEND3) derretem após o balanço do quarto trimestre e afundam outras construtoras da B3

Classificados como “fracos”, “muito negativos” e “para esquecer” pelos analistas, os números jogaram um balde de água fria sobre as ações

11 de março de 2022
14:42
Tenda TEND3 Construtoras Incorporadoras ações
Imagem: Shutterstock

Alguém anotou a placa do caminhão que atropelou as incorporadoras nesta sexta-feira (11)? A velocidade dificultou a leitura das letras e números, mas testemunhas ouvidas pelo Seu Dinheiro apontam que eles formavam a sigla TEND3, ticker da Tenda na B3.

E por trás do volante do veículo desgovernado e causando todo o estrago, ainda segundo as investigações, estava o balanço da empresa, divulgado na noite de quinta-feira (11).

Classificados como “fracos”, “muito negativos” e “para esquecer” pelos analistas, os números do quarto trimestre jogaram um balde de água fria sobre as ações. Por volta das 14h40, a Tenda desabava 24,82%, a R$ 9,21.

O impacto não está restrito apenas à Tenda. Outras construtoras sofrem os efeitos colaterais, que são especialmente duros para aquelas que também focam nos segmentos de baixa e média renda. Veja abaixo as cotações das principais empresas do setor:

  • Cury (CURY3): R$ 6,49 (-6,35%);
  • Cyrela (CYRE3): R$ 14,24 (-2,60%);
  • Direcional (DIRR3): R$ 10,91 (-7,31%);
  • Even (EVEN3): R$ 5,46 (-2,85%);
  • Eztec (EZTC3): R$ 16,33 (-4,39%);
  • Lavvi (LAVV3): R$ 4,84 (-3,78%);
  • Melnick (MELK3): R$ 3,69 (-3,91%);
  • MRV (MRVE3): R$ 10,57 (-10,88%);

Os números por trás da queda da Tenda (TEND3)

A chegada do balanço marca uma virada para a Tenda. Quando saíram as prévias operacionais das incorporadoras, em janeiro, a companhia era apontada como uma das favoritas do setor, com oito recomendações de compra.

Seus esforços para manter as margens em meio à alta nos insumos da construção civil e o  aperto na taxa básica de juros brasileira — que encarece os financiamentos imobiliários, um dos pilares do mercado — eram elogiados.

Agora, com a divulgação dos números do quarto trimestre, investidores e analistas verificaram que os esforços não foram suficientes para vencer os implacáveis cenários macro e microeconômico.

Cresceram em R$ 350 milhões os custos de produção e também foram gastos R$ 169 milhões com despesas operacionais, alta de 42,7% na comparação com o quarto trimestre do ano anterior. 

Conforme destaca a Genial Investimentos, o modelo de negócios da empresa dificultou o repasse aos consumidores: “A companhia, por atuar no grupo dois do Programa Casa Verde e Amarela, não tem muita liberdade para aumentar o preço, impactando suas margens”.

Com isso, a receita líquida ficou em R$ 517,2 milhões entre outubro e dezembro, queda de 24,6% na mesma base de comparação. A Tenda também terminou o ano com prejuízo líquido de R$ 191,5 milhões em 2021, revertendo o lucro de R$ 200,3 milhões registrado em 2020.

Margens cada vez mais apertadas 

Os analistas destacam ainda que a alta de R$ 350 milhões nos custos de produção levou a margem bruta ajustada a recuar 42,5 pontos percentuais no trimestre, para -11%.

Para quem está se perguntando quais despesas exigiram esse crescimento, os analistas do BTG detalham o destino de cada centavo:

  • R$ 73 milhões foram gastos com a maior inflação já incluída em seus projetos;
  • R$ 89 milhões cobriram as expectativas de inflação mais alta no futuro;
  • R$ 85 milhões foram para custos relacionados a reajustes de orçamento na infraestrutura de projetos;
  • e R$ 126 milhões foram despendidos devido à queda na produtividade em seus canteiros de obras, afetados pela pandemia de covid-19.

No ano, a margem bruta ajustada também recuou 13 p.p., para 19,2%. “Mesmo após duas revisões de guidance ao longo de 2021, ela ficou longe de ser atingida, muito distante da expectativa revisada de 26-28% e mais distante ainda do ponto de eficiência operacional de 32-34%”, indica a Genial.

A corretora mantém a recomendação neutra para TEND3, com preço-alvo de R$ 17 por ação. Já o BTG Pactual recomenda compra e preço-alvo de R$ 40, mas já avisou que revisará os números em breve.

A queda da Tenda (TEND3) iniciou um efeito dominó na bolsa?

Agora que você já sabe por que o mercado não está contente com a Tenda (TEND3), é hora de conferir como os números ruins da construtora afetam outras empresas do setor.

Até mesmo aquelas que ainda não divulgaram os balanços do quarto trimestre sofrem hoje. Esse é o caso da MRV, por exemplo, que lidera as perdas do Ibovespa.

Não há resposta definitiva para essa questão, pois o mercado de renda variável reflete uma série de fatores que, muitas vezes, não são apenas quantitativos.

Mas há indícios que ajudam a construir uma resposta. Por trabalharem com públicos e condições similares aos da Tenda, outras construtoras do segmento podem apresentar resultados parecidos.

E, para piorar as perspectivas, o contexto econômico que eleva a inflação, a taxa básica de juros e encarece os materiais da construção civil não deve mudar tão cedo.

“Para 2022, não vemos a situação dos preços dos insumos de construção de forma positiva, principalmente com o início da guerra na Ucrânia, que tende a aumentar os preços por tempo ainda difícil de se prever”, alerta a Genial.

Antes de ir, saiba se a afirmação é verdadeira: quanto mais cedo declarar o IR, melhor? Assista o vídeo abaixo sobre a restituição do Imposto de Renda 2022 e inscreva-se no canal do Seu Dinheiro no Youtube para mais conteúdos exclusivos:

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Fraqueza nos números

Entrega de veículos da Tesla (TSLA34) recua no segundo trimestre e vem abaixo da expectativa do mercado

Apesar do crescimento das vendas na comparação anual, houve uma queda em relação ao trimestre anterior

Mais uma vítima

Após tomar calote do 3AC, exchange Voyager Digital suspende saques, depósitos e negociações de clientes

Corretora de criptomoedas tomou calote de mais de US$ 670 milhões, mas, apesar de ter tomado empréstimos, precisou paralisar atividades

Bancões na área

Vão sobrar uns cinco ou dez bancos digitais, e o Next está entre eles, diz CEO do banco digital do Bradesco

Renato Ejnisman diz ainda que Next visa a mais aquisições e pensa ainda em internacionalização

No vermelho

Magazine Luiza (MGLU3) é a ação com o pior desempenho do Ibovespa no primeiro semestre de 2022; outras varejistas e techs também sofreram no período

Com queda acumulada de quase 70% no ano, ações do Magalu são as piores do Ibovespa no semestre que acaba de terminar

Proteção

Qual título público comprar no Tesouro Direto? Santander recomenda papel indexado à inflação para o mês de julho; veja qual

Recomendação do banco para o Tesouro Direto visa proteção contra a inflação e possibilidade de valorização

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies