Menu
PUBLICAÇÕES SOBRE
Suzano
Publicações
De olho no futuro

Por que o fundo das “megatendências” tem ações da Suzano na carteira

Segundo Philippe Rohner, da gestora Pictet Asset Management, pelo menos 50% da cadeia de valor da companhia está ligada à sustentabilidade e ao crescimento econômico, duas das tendências mais fortes para os próximos anos

Deu ruim?

Suzano tem prejuízo bilionário no primeiro trimestre; vendas e receita recuaram

A Suzano registrou queda na receita líquida e nas vendas de celulose no primeiro trimestre deste ano. E teve um prejuízo bilionário no período

Resultados do 1º trimestre

Como estão Azul, Vale, BB e outras empresas que divulgaram seus lucros nesta quinta-feira

Acompanhe os principais resultados do 1º trimestre divulgados hoje (09) pelas principais companhias do país, incluindo Banco do Brasil e Vale

Bolsa

Em busca de proteção? BTG Pactual recomenda compra de ações da Suzano

Banco tem recomendação de compra para os papéis da empresa de celulose, com preço-alvo de R$ 65,00, o que representa um potencial de valorização de 37%

Dia de cão

Ibovespa cai 5,45% na semana após turbilhão político; dólar vai a R$ 3,90

A crise política ganhou um novo episódio e trouxe mais pessimismo ao mercado. E o exterior piorou ainda mais um dia que já era ruim

Salto de 368%

Com Fibria, Suzano registra lucro de R$ 2,987 bilhões no 4º trimestre

Excluindo Fibria, companhia reverteu prejuízo e obteve lucro líquido de R$ 1,462 bilhão, indicando um salto de 308,5% ante lucro de R$ 358 milhões de igual período do ano anterior

Sem obstáculos

Suzano e MRV não veem impedimento sobre vendas de ações dos grupos por BNDESPAR

Questionamento veio após secretário geral de Privatizações do Ministério da Economia, Salim Mattar, dizer que novo governo pretende acabar com a BNDESPar

Governança corporativa

Está na hora de mudar o Novo Mercado? Cosan e Suzano têm visões opostas

Para Rubens Ometto, da Cosan, bolsa deve flexibilizar regras para permitir a criadores das empresas manterem o controle. Mas Walter Schalka, da Suzano, defende que todos os acionistas devem ter os mesmos direitos

Última etapa

Suzano conclui megafusão com a concorrente Fibria

União das duas empresas brasileiras cria uma gigante global com capacidade de produção de 11 milhões de toneladas de celulose e 1,4 milhão de toneladas de papel por ano

Detalhes do negócio anunciados hoje

Fruto da fusão com a Suzano, nova gigante de papel e celulose terá 4 executivos da Fibria no alto escalão

Além dos dirigentes da Fibria, Suzano também confirmou seu atual presidente, Walter Schalka, como comandante da nova empresa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements