Menu
2019-12-02T15:27:36-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Mercados

Bank of America estima Ibovespa a 130 mil pontos em 2020

Brasil é única recomendação “acima da média” do BofA na América Latina em função de mudanças estruturais

2 de dezembro de 2019
15:27
Bull-Bovespa touro
Imagem: Andrei Morais / Montagem/Shutterstock

O Bank of America trabalha com Ibovespa na linha dos 130 mil pontos no fim de 2020. Para o banco, o mercado de ações deve se beneficiar de maiores lucros, juros baixos e da rotação de ativos da renda fixa.

O banco é o último a engrossar a fila de instituições financeiras estrangeiras que fazem previsões positivas para o mercado brasileiro em 2020, como o JP Morgan, Credit Suisse e BTG Pactual (veja baixo).

Em relatório publicado, hoje, o BofA afirma que o Brasil é único país do portfólio de América Latina com recomendação “acima da média” (overweight – OW). Para o banco, o país deve se beneficiar das mudanças estruturais que estão em marcha.

Três temas

De acordo com o banco, três vetores ou temas devem guiar o mercado de 2020 na América Latina. A atual rotação de ativos para o mercado de ações no Brasil. Menor custo de capital no Brasil e maior no México e preços (valuations) tentadores em alguns países depois de acentuadas correções relacionadas ao aumento da incerteza política.

O banco trabalha com Selic terminando 2019 em 4,5% e recuando a 4% em 2020. Essa queda do juro está causando uma mudança estrutural na indústria de investimentos. O banco lembra que mais de R$ 80 bilhões foram destinados ao mercado de ações desde as eleições de 2018, e que há mais espaço para novos aportes tendo em vista que o setor de fundos tem cerca de R$ 5 trilhões e está com baixa exposição ao mercado acionário, com alocação de 12% em outubro de 2019, contra uma média histórica superior a 20%.

Para o banco, ofertas de ações (IPOs) e a venda de ativos pelo braço de participações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, o BNDESPar podem ser uma fonte de ativos para o mercado.

Custo de capital – Para o banco, as reformas estruturais e as chances de retomada do grau de investimento alimentam as perspectivas de que o custo de capital no país seguirá recuando. Pelas estimativas do banco, para uma queda de 100 pontos-base no custo de capital, o Ibovespa amplia seu potencial de alta em 27%.

Portfólio

No relatório, o BofA também apresenta as suas ações preferidas no país. Setores de consumo e construção devem se beneficiar da retomada do crescimento e também há avaliação positiva para Petrobras e Vale (veja abaixo).

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Recuperação da estatal

Lucro da Petrobras salta 55,7% em 2019 e chega a R$ 40,1 bilhões, impulsionado pela venda de ativos

A Petrobras fechou 2019 com o maior lucro líquido anual de sua história, sustentada pelos fortes desinvestimentos e ganhos de eficiência na extração de petróleo — fatores que compensaram os menores preços da commodity no exterior

De olho no balanço

Marfrig reverte prejuízo e registra lucro líquido de R$ 27 milhões no 4º trimestre de 2019

No acumulado do ano, o lucro líquido caiu para R$ 218 milhões, ante R$ 1,4 bilhão no ano anterior

Confira os números

Petrobras, Ultrapar, Marfrig, RaiaDrogasil e GPA: os balanços que vão mexer com a bolsa nesta quinta-feira

O dia começa recheado de balanços anuais das companhias listadas no Ibovespa

Recurso da estatal

TRF-4 nega recurso da Petrobras e mantém Odebrecht fora de ação da Lava Jato

No recurso, a estatal buscava o prosseguimento dos réus na ação cível e a manutenção do bloqueio de bens dos executivos

Seu Dinheiro na sua noite

Guedes fora, alta do dólar

Você se lembra de quando o dólar a R$ 4,20 era o grande “patamar psicológico” da moeda americana? Não faz tanto tempo assim, mas esse nível de cotação ficou para trás, e agora parece até um pouco distante. Hoje, o dólar à vista bateu um novo recorde de fechamento. Eu sei que você já leu […]

Mais um recorde: dólar à vista sobe a R$ 4,36 e renova a máxima nominal de fechamento

O dólar à vista subiu mais um degrau nesta quarta-feira (19): pela primeira vez, terminou uma sessão acima dos R$ 4,36, cravando um novo recorde nominal. É a oitava vez em 2020 que a moeda renova as máximas de fechamento

Ainda na liderança

Vitor Hugo crê que permanece como líder do governo; Terra diz não receber convite

O deputado disse que não recebeu sinalizações do presidente Jair Bolsonaro de que poderá ser substituído pelo ex-ministro Osmar Terra

O impasse continua

Após TRT suspender demissões, Petrobras quer negociar desligamentos em fábrica

Encerramento da operação da Ansa é o principal motivo da greve dos petroleiros

Ponto polêmico

Relator mantém trabalho aos domingos na MP do contrato verde e amarelo

Deputado Áureo manteve a permissão para que todos os trabalhadores sejam convocados para trabalhar aos domingos e feriados

Novidade no IR

Programa do IR virá sem dedução da contribuição patronal sobre domésticos

Fim da dedução é a principal novidade para as declarações de IR em 2020

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements