🔴 [TESTE GRÁTIS] 30 DIAS DE ACESSO A SÉRIE RENDA IMOBILIÁRIA – LIBERE AQUI

Ricardo Gozzi
PROJEÇÕES OTIMISTAS

Por que o Ibovespa vai terminar 2022 aos 135 mil pontos, segundo analistas do Bank of America

Caso a projeção se confirme, o Ibovespa chegará ao fim do ano acumulando ganhos de quase 29% em relação ao último pregão de 2021

Ricardo Gozzi
7 de abril de 2022
15:42 - atualizado às 0:00
Placa indica alta no Ibovespa
Analistas do BofA elevaram projeção para o Ibovespa ao fim de 2022. - Imagem: Shutterstock

Quando 2022 começou, os analistas do mercado financeiro tinham apenas uma certeza em relação aos rumos do Ibovespa no ano: será um período de extrema turbulência.

Depois de um início de ano realmente complicado, o Ibovespa começa o segundo trimestre com ganhos acumulados de 13% no que vai de 2022, rondando hoje a casa dos 118 mil pontos.

E se os analistas do Bank of America (BofA) estiverem corretos, 2022 pode terminar com um resultado ainda mais surpreendente para o principal índice de ações da B3.

BofA vê Ibovespa subir quase 29% em 2022

Mesmo com o período eleitoral pela frente, os analistas David Beker, Paula Andrea Soto e Carlos Peyrelongue elevaram consideravelmente as projeções do bancão norte-americano para o Ibovespa.

Eles acreditam que a bolsa brasileira fechará 2022 na casa dos 135 mil pontos. Em outras palavras, eles acreditam que o índice avançará mais 14% apenas nos próximos nove meses. A projeção anterior do BofA para o Ibovespa este ano indicava 125 mil pontos.

Caso a projeção se confirme, o Ibovespa chegará ao fim do ano acumulando ganhos de quase 29% em relação ao último pregão de 2021.

Impulso virá de commodities e bancos

Os analistas do BofA ressaltam que os ingressos estrangeiros e o desempenho no acumulado do ano estão acima das expectativas, mas ainda há outras vantagens a serem observadas.

Segundo eles, o Brasil deve se manter como um destino relevante entre os mercados emergentes devido ao peso de nomes de valor.

Já o impulso deve vir das ações dos bancos e daquelas vinculadas a commodities. “Estamos mais otimistas do que o consenso em várias commodities (especialmente petróleo, alumínio e celulose) e ganhos para os bancos”, afirmam.

Ações já não estão tão descontadas

Os analistas do BofA consideram que o cenário é favorável ao crescimento dos ganhos por ação no Ibovespa. Entretanto, as avaliações já não estão tão descontadas quanto no início do ano.

Diante do avanço da inflação e dos custos mais altos de captação, os analistas do BofA informaram que mantém as alocações orientadas a ações geradoras de valor, uma vez que os papéis ligados a crescimento enfrentam dificuldades.

Além disso, o blend de riscos e os potenciais efeitos de sua ressaca são velhos conhecidos dos investidores. São eles os ruídos políticos de um ano eleitoral, a deterioração do cenário fiscal e eventuais decepções dos participantes do mercado com a agenda de reformas.

Suzano e Arezzo entram na carteira recomendada do BofA

O BofA adicionou as ações da Suzano (SUZB3) e da Arezzo (ARZZ3) a sua carteira de ações recomendadas no mercado latino-americano.

CPFL (CPFE3), Usiminas (USIM5), Caixa Seguridade (CXSE3) e Lojas Renner (LREN3) saíram do portfólio do banco.

Bancos em destaque no Ibovespa

Ações dos setores de petróleo, minério de ferro e financeiro permanecem na carteira, com destaque para Itaú (ITUB4), Bradesco (BBDC4) e Banco do Brasil (BBAS3).

“Os grandes bancos podem ter um desempenho superior devido ao crescimento dos lucros e a uma pequena reavaliação para aqueles com avaliações abaixo dos níveis históricos”, dizem os analistas.

Eles ressaltam que as estimativas são “conservadoras quando comparadas às expectativas de nossos analistas, especialmente para nomes relacionados a commodities, pois estamos considerando apenas cerca de metade do upside estimado implícito em seus objetivos de preço”.

Compartilhe

Volatilidade à frente

A gasolina mais barata está com os dias contados? BofA lista 8 riscos que podem fazer o petróleo disparar ou desabar nos próximos meses

6 de setembro de 2022 - 17:48

Analistas veem forte volatilidade no futuro da commodity, que está entre a cruz da recessão global e a espada da crise energética na Europa

FRIGORÍFICOS

JBS (JBSS3) é a ação de alimentos favorita do BofA, mas banco vê menor potencial de alta para o papel; ainda vale a pena comprar?

18 de agosto de 2022 - 14:54

Analistas revisaram para baixo o preço-alvo do papel, para R$ 55, devido à expectativa de queda nas margens da carne bovina dos EUA, correspondente a 40% das vendas da empresa

PREVISÕES PARA OS BALANÇOS

Bank of America prevê trimestre difícil para construtoras da B3, mas enxerga três oportunidades no setor — veja quais

26 de julho de 2022 - 13:43

Os analistas do BofA preferem os papéis do segmento de baixa renda que, ainda que mais pressionados pela inflação, podem entregar um crescimento lucrativo

BANCOS EM FOCO

Goldman Sachs (GSGI34) supera expectativas no 2º trimestre, mas Bank of America (BOAC34) não empolga o mercado

18 de julho de 2022 - 17:00

Goldman Sachs (GSGI34) supera expectativas no 2º trimestre, mas Bank of America (BOAC34) não empolga o mercado

INTER OU NÃO TER

De malas prontas pra Nasdaq: será que é hora de comprar Inter (BIDI11)? O Bank of America responde pra você

27 de maio de 2022 - 13:23

O BofA cortou o preço-alvo das units de R$ 36 para R$ 17 — o que representa um potencial de valorização de 29,5% com relação ao fechamento de quinta-feira (26)

AMIZADE COM BARREIRAS

Putin não pode mais contar com a China? Rússia enfrenta limites em sua rota de fuga das sanções; saiba quais

7 de abril de 2022 - 16:16

Embora os chineses sejam contrários às medidas punitivas impostas por EUA e Europa, Pequim não tem muita margem de manobra para ajudar Moscou. Mas algo sempre pode ser feito — saiba o que

ROTAÇÃO NO ÓLEO E GÁS

PetroRio é alternativa à Petrobras (PETR4)? Bank of America diz se é hora de comprar ações PRIO3

4 de abril de 2022 - 17:27

Disparada dos preços do petróleo com a guerra entre Rússia e Ucrânia, aquisições e aumento da produção estão no cenário das petroleiras brasileiras

A RAINHA DA CELULOSE

Suzano figura entre as maiores baixas do Ibovespa após queda no lucro, mas BofA aposta em alta de 53% para SUZB3

10 de fevereiro de 2022 - 14:16

O apetite pelos papéis também é reduzido pela queda vertiginosa do dólar nos últimos dias, o que pode diminuir os ganhos com exportações

Está barato

Compre bolsa no Brasil e venda no México, recomenda o Bank of America

9 de fevereiro de 2022 - 9:30

Analistas do BofA decidiram buscar alternativas mais baratas nas bolsas e empresas na América Latina e elevaram a recomendação para as ações brasileiras

INÍCIO DE COBERTURA

Disposta a competir com as gigantes, Infracommerce (IFCM3) pode ver salto de mais de 70% nas suas ações, diz BofA; papéis chegam a subir mais de 4%

26 de janeiro de 2022 - 14:18

Banco iniciou a cobertura dos papéis da fornecedora de infraestrutura de e-commerce para outras empresas com recomendação de compra e preço-alvo de R$ 25 por ação

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies