Menu
Eduardo Campos
Diário dos 100 dias
Eduardo Campos conta os bastidores do início do governo
Dados da Bolsa por TradingView
2019-03-01T18:03:20-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
dia 60

Veja bem, não é por aí

Turma do controle de danos entrou em campo para explicar o que o presidente realmente queria dizer

1 de março de 2019
18:03

O presidente Jair Bolsonaro teve apenas agendas internas no Palácio de Planalto. O que me chamou atenção é que o presidente está desde o dia 26 de fevereiro (estamos em 1º de março) sem postar nada na sua conta do “Twitter”. Algo pouco usual, ainda mais depois das conversas de que ele seria mais atuante nas redes em defesa da reforma da Previdência. Mesmo no período internado em São Paulo a conta sempre teve conteúdo seu ou "retuitado".

Ainda no campo da reforma, a turma do “veja bem” ou de “controle de danos” entrou em ação nesta sexta-feira para explicar as declarações de ontem de Bolsonaro sobre reduzir idade mínima para mulheres e cortar outras “gorduras” do texto original. O vice, general Hamilton Mourão, disse que o presidente foi “mal interpretado” e que ele queria mostrar que tem coisas que o Congresso poderá mudar. O líder do governo na Câmara, major Vitor Hugo (PSL-GO), reforçou o coro dizendo que Bolsonaro apenas sinalizou a disposição de negociar. Então tá.

A melhor comparação que vi para o caso estava no “morning call” de uma corretora: “Ao lidar com o Congresso, o presidente seria o equivalente a um jogador de pôquer com uma boa mão, mas que começa a sorrir e suar de felicidade antes de fazer uma aposta, ou seja, parece que não sabe jogar o jogo. Dizer que ‘existe gordura para queimar’ é dar aos deputados exatamente o que eles queriam para satisfazer suas bases, argumentos contrários a pontos da reforma. Seria cômico, se não fosse trágico”. Ainda bem que não foi um "all-in" e ainda há fichas na mesa.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Dinheiro pra lá

Nubank lança serviço de transferências internacionais em parceria com a Remessa Online

Em geral, a remessa de dinheiro pelos bancos tradicionais costuma ser cara com taxa de transferência, Imposto sobre Operação Financeira (IOF) etc

Para aumentar volume

Méliuz sobe mais de 4% após aprovação de desdobramento de ações

Papel ON da companhia será desdobrado na razão de 1 para 6, com o objetivo de torná-lo mais acessível aos investidores e assim aumentar a liquidez

Insatisfeitos

Reforma Tributária: Mais de 20 entidades lançam manifesto contra mudanças no Imposto de Renda

As entidades classificam como retrocesso o retorno da tributação de dividendos, defendendo que a medida foi acertadamente extinta há 25 anos

Exile on Wall Street

Só a educação salva: oportunidade para quem quer ser um investidor

“O fenômeno do financial deepening no Brasil, junto a essa efervescência de fintechs e outras startups de tecnologia, talvez seja uma das maiores, senão a maior, transformação que o mundo está vivendo hoje.” Ouvi essa frase de um dos principais gestores de ações do país, em almoço na última quinta-feira, no balcão do Huto. Podemos […]

Bitcoin subindo

Bitcoin toca nos US$ 39 mil no final de semana após vaga de trabalho na Amazon focar em criptomoeda; Confira

Apesar de a vaga não apresentar maiores detalhes sobre qual setor ou o papel essa pessoa deve desempenhar, as especulações em torno da vaga não pararam

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies