Menu
2019-04-20T15:39:22-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
NOTÍCIA QUENTE

Paulo Guedes fala e mercados gostam

Ele reafirmou a independência do BC e explicou sua visão sobre a possibilidade de venda de reservas internacionais

30 de outubro de 2018
11:44 - atualizado às 15:39
Paulo Guedes
Ministro da economia, Paulo Guedes - Imagem: WILTON JUNIOR/ESTADÃO CONTEÚDO

Indicado para ministro da Fazenda no governo de Jair Bolsonaro, Paulo Guedes, falou de dois assuntos caros aos mercados nesta manhã, no Rio de Janeiro, e a reação imediata dos mercados foi positiva. O Ibovespa acentuou alta e dólar testou mínimas do dia após os comentários sobre reservas internacionais e independência do Banco Central

Guedes explicou sua visão sobre a possibilidade de venda de reservas internacionais, conforme noticiado hoje pelo jornal “Valor Econômico”. Segundo Guedes, uma eventual venda de reservas aconteceria apenas em momento de especulação, com a cotação batendo na casa dos R$ 5,0.

Se isso acontecer, o governo vendeira US$ 100 bilhões das reservas internacionais e usaria os reais obtidos para abater dívida pública. No momento atual, com dólar mirando a linha de R$ 3,60, tal estratégia está descartada.

Autonomia do BC

Guedes também reafirmou que vai aprovar a independência do Banco Central (BC). A proposta não é nova nos planos de governo e algo que está em tramitação no Congresso. A proposta busca vedar o comando da instituição de influências políticas, pois o mandato do presidente do BC e dos diretores não seria coincidente com o mandato do presidente da República.

A proposta é endossada pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e sua aprovação ainda em 2018 poderia abrir espaço para que o atual presidente, Ilan Goldfajn, fique no BC durante a transição dos modelos.

Durante a fala de Guedes, o dólar comercial testou a mínima do dia, na casa de R$ 3,6778, mas já pouco a moeda operava próximo da estabilidade a R$ 3,7018.
No Ibovespa, firmou alta e sobe quase 2%, aos 85.458 pontos.

Guedes também respondeu a perguntas sobre declarações recentes de Onyx Lorenzoni, indicado para a Casa Civil, sobre eventuais adoções de bandas cambiais e que não haveria pressa para aprovar uma reforma da Previdência. “É um político falando de coisa de economia, é a mesma que eu sair falando, agora, de coisa de política. Não dá certo”, disse.

Leia também:

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Sem concentração?

Vivo, TIM e Claro defendem compra da Oi

As empresas encaminharam ao Cade respostas às críticas que sofrem de outros agentes do setor de telecomunicações causadas pela transação entre elas

Fenômeno da internet

O ataque dos memes: Conheça 5 ações de empresas “quebradas” que mexem com Wall Street

O caso mais famoso foi o da GameStop, mas outras empresas que não contam com fundamentos sólidos vêm passando por movimentos de valorização estimulados por fóruns de internet

seu dinheiro na sua noite

No mundo corporativo, quem não diversifica, se trumbica

De uns tempos para cá, uma antiga fala de Warren Buffett tem pipocado nas minhas redes. Nela, o megainvestidor diz que “diversificação não faz sentido para quem sabe o que está fazendo” — e ele, naturalmente, se coloca como um sábio. Longe de mim querer contrariar o oráculo do mercado financeiro, mas é preciso tomar […]

nos ares

Boeing realiza 1º voo do maior avião da família 737 MAX e inicia fase de testes

Empresa vem trabalhando para superar acidentes aéreos envolvendo a família de aviões 737 MAX. No Brasil, a Gol tem um pedido firme do 737-10

pix questionado

Procon-SP notifica bancos por brechas exploradas por ladrões de celulares

São requisitados esclarecimentos sobre dispositivos de segurança, bloqueio, exclusão de dados de forma remota e rastreamento de operações financeiras disponibilizados aos clientes vítimas de furto ou roubo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies