Menu
2019-06-24T10:49:47+00:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
Atenção, investidor

De olho no preço: reserva de ações em oferta da Petrobras termina hoje

A definição do preço de venda das ações da Petrobras ocorre amanhã. Oferta pode ser uma chance de comprar os papéis da estatal com desconto em relação ao preço na bolsa

24 de junho de 2019
10:49
Petrobras
Petrobras - Imagem: Shutterstock

Não chega a ser uma Black Friday, mas você tem até hoje uma chance de (possivelmente) comprar ações da Petrobras com desconto. A estatal está na rua com uma oferta de ações que pode chegar a R$ 7,672 bilhões, com base nas cotações dos papéis na sexta-feira.

Quem vai vender os seus papéis é a Caixa Econômica Federal em um processo conhecido como oferta subsequente ou follow on. Na prática, esse processo ocorre quando uma companhia que já possui ações listadas na bolsa faz uma nova oferta.

O prazo de reserva para a compra de ações da Petrobras termina nesta segunda-feira (24). A petroleira anunciou que até 24% da oferta será destinada a investidores pessoas físicas.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Com a operação, a Caixa pretende se desfazer de toda a participação que possui na Petrobras. O banco público venderá 241.340.371 ações ordinárias (PETR3), ou seja, papéis que garantem o direito a voto nas assembleias gerais.

O preço por ação na oferta será definido amanhã (25). Já a negociação na bolsa com os papéis começa em 27 de junho.

Em busca do desconto!

Como as ações da Petrobras já são negociadas na bolsa sob a forma de papéis ordinários (PETR3) e preferenciais (PETR4), o foco do investidor ao fazer a reserva dos papéis deve ser o possível desconto que eles possam ter assim que for definido o preço.

Mas há sempre um risco. Da mesma forma que ocorre com os grandes períodos de promoção aqui no Brasil, ele pode se frustar. Isso porque é possível que o investidor não ache o desconto tão interessante ou que nem haja desconto. Assim como é normal ao adquirir ações, é preciso se preparar.

Na última sexta-feira (21), por exemplo, os papéis ordinários da companhia fecharam o dia cotados em R$ 31,79, uma alta de 3,08%. Já os PN terminaram o pregão, com valorização de 2,76%, a R$ 28,28.

E como vai funcionar?

Os investidores de varejo que desejarem adquirir diretamente os papéis devem fazer a reserva dos mesmos na plataforma da sua corretora ou distribuidora até hoje (24). Verifique se ela faz parte do consórcio de distribuição da oferta.

O investimento mínimo na oferta de varejo é de R$ 3 mil e o máximo, de R$ 1 milhão. Para fazer a reserva, basta entrar na plataforma e informar o preço máximo que você está disposto a pagar. Se o valor definido amanhã (25) ficar acima do que você colocou, o pedido é automaticamente cancelado porque não atende aos requisitos mínimos da oferta.

Além de comprar diretamente as ações, os investidores poderão investir indiretamente via fundos FIA-Petrobras. Nessa opção, a aplicação mínima estipulada pela companhia é de R$ 100. Já o valor máximo de adesão é de R$ 1 milhão. No entanto, a companhia não deu mais detalhes sobre o funcionamento desse fundo nem a taxa de administração.

Os papéis ainda serão distribuídos no exterior como American Depositary Shares (ADS).

Preferência e "lock-up"

Os funcionários da Caixa e da Petrobras também poderão participar. Quem se identificar terá preferência para adquirir ações, mas será preciso respeitar o limite de até 2% das ações ofertadas dentro do montante de 24% dos papéis destinados aos investidores pessoa física.

E há outra regra especial. A petroleira estipulou que 4% das ações disponíveis aos investidores de varejo sigam a regra do lock-up. Na prática, isso significa que, por 45 dias, você não poderá vender os papéis que comprar na oferta. Por outro lado, quem aderir ao lock-up terá prioridade na reserva das ações em relação aos demais.

Hora de reservar?

As ações da Petrobras estão entre as mais indicadas pelas corretoras. No caso específico dos papéis ON, são 5 recomendações de compra, 3 de manutenção e nenhuma de venda, de acordo com dados da Bloomberg. Nos últimos 12 meses, as ações acumulam valorização de 80%, quase o dobro do Ibovespa - o principal índice da B3 - no mesmo período. Confira também a nossa cobertura completa de mercados.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Reviravolta na trama

Após uma temporada no mundo invertido, a Netflix voltou a brilhar no terceiro trimestre

A Netflix reportou um crescimento surpreendente no lucro líquido e uma recuperação no total de novos assinantes pagos — resultados que agradaram o mercado

Voos mais altos

Azul vai expandir rotas internacionais, mas não anuncia agora por causa do dólar

O executivo frisou, porém, que o foco da Azul está no mercado doméstico – a intenção é “elevar” o nível do Brasil em termos de conectividade aérea

De olho no crédito

BC lança nova página sobre informações do mercado imobiliário

O Banco Central explica que a nova publicação é resultado da compilação de informações recebidas pelo Banco Central através do Sistema de Informações de Créditos (SCR), Sistema de Informações Contábeis (Cosif), Direcionamento dos Depósitos de Poupança (RCO) e dados das entidades de depósito e registro de ativos

Colocando os pingos nos "is"

Não houve pressão para capitalizar companhia, diz presidente da Eletrobras

Ele defendeu que, se o governo efetivamente quisesse os recursos da Eletrobras, seria mais fácil realizar diretamente a capitalização dos cerca de R$ 4 bilhões de Adiantamentos para Futuro Aumento de Capital (AFACs) e com esse recurso pagar os dividendos, alternativa em que a União receberia um volume maior de recursos

Juros

Selic abaixo de 4%? Itaú Asset acredita em 3,75% em 2020

Descontando a inflação esperada dessa projeção para a Selic, temos juro real próximo de zero. Na verdade, um toquinho de 0,14% ao ano

Vai que vai

É hora delas? Bradesco BBI aposta alto nos números de Unidas e Movida

No setor de locação, todos os três papéis (Localiza, Unidas e Movida) estão com recomendações de compra pela casa, mas a Localiza não está na lista das preferidas do analista Victor Mizusaki

Siga o dinheiro

Fuga de dólares bate US$ 40 bilhões em 12 meses. Surpreso? Não deveria…

Saída de recursos é a maior desde que abandonamos o regime de bandas cambiais em 1999. Desde abril, o BC vem alertando para uma mudança estrutural no mercado de câmbio

Boas novas

Juro baixo faz BlackRock ampliar aposta no Brasil

A projeção é que a Selic baixa empurre investidores para ativos de mais risco, incluindo investimentos no exterior, que ainda engatinham por aqui

dinheiro no bolso

36,9 milhões de correntistas da Caixa já sacaram recurso do FGTS

Saque de até R$ 500 por conta ativa ou inativa do fundo tem sido feito de forma escalonada, dependendo da data de aniversário de trabalhador

novas funções

Relator de MP que permite saque do FGTS vai ampliar forma de aplicação do fundo

Hoje, a lei só permite que o dinheiro seja usado para financiar moradias, saneamento e infraestrutura

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements