Menu
2019-06-21T11:49:49+00:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Jornalista formado pela Universidade de Federal do Paraná (UFPR). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros veículos.
balanço

Azul sente custos, reduz margens e lucro no 1º tri de 2019, mas mantém projeções positivas

Companhia teve lucro líquido de R$ 137,7 milhões, numa queda de 20,1% em relação ao mesmo período de 2018; resultado é menor que o número projetado por analistas ouvidos pela Bloomberg, que falavam em lucro de R$ 149,11 milhões

9 de maio de 2019
8:40 - atualizado às 11:49
azul
Azul - Imagem: Shutterstock

A Azul divulgou lucro líquido de R$ 137,7 milhões no primeiro trimestre de 2019, ante R$ 172,3 milhões do mesmo período do ano passado (uma queda de 20,1%). O resultado é menor que o número projetado por analistas ouvidos pela Bloomberg. Eles falavam em lucro de R$ 149,11 milhões.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Com esses números, a Azul parece ter sentido um baque do próprio mercado das companhias aéreas brasileiras. O Setor, nos últimos anos, vem sofrendo sucessivas baixas (sendo a mais recente a Avianca), e da variação do dólar. Algo normal para um segmento em que 60% do custo é na moeda norte-americana.

Apesar disso, a empresa diz, em relatório que acompanha o balanço, que mantém seu plano de expansão de margem para os próximos anos. O projeto deve se sustentar no potencial da malha aérea da companhia. A Azul hoje atua em 113 cidades — é a maior companhia aérea em número de voos do País.

"Tenho certeza que a combinação da nossa malha diferenciada com o nosso plano de transformação de frota trará muitas oportunidades para a companhia", diz a empresa. "Com isso poderemos levar a experiência Azul para mais clientes e expandir margens".

A Azul diz que continua comprometida com as projeções financeiras anunciadas no início deste ano. Nos próximos meses, a companhia deve seguir com a estratégia de transformação da frota.

Mais números

Ainda no primeiro trimestre deste ano, a receita líquida da Azul foi de R$ 2,542,0 bilhões. Representando um aumento de 16% em relação ao primeiro trimestre de 2018. Já o resultado operacional (ebit) ficou em R$ 335,6 milhões, numa retração de 10,1%. O ebtida ficou em R$ 724,2, numa alta de 8,1% ante o mesmo período do ano passado.

O yield também apresentou queda, de 0,3%, em relação primeiro trimestre de 2018, ficando em 35,75 centavos. Esse é o valor médio pago por um passageiro para voar um quilômetro, calculado com a divisão da receita de passageiro pelo total de assento-quilômetro ocupado.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Reviravolta na trama

Após uma temporada no mundo invertido, a Netflix voltou a brilhar no terceiro trimestre

A Netflix reportou um crescimento surpreendente no lucro líquido e uma recuperação no total de novos assinantes pagos — resultados que agradaram o mercado

Voos mais altos

Azul vai expandir rotas internacionais, mas não anuncia agora por causa do dólar

O executivo frisou, porém, que o foco da Azul está no mercado doméstico – a intenção é “elevar” o nível do Brasil em termos de conectividade aérea

De olho no crédito

BC lança nova página sobre informações do mercado imobiliário

O Banco Central explica que a nova publicação é resultado da compilação de informações recebidas pelo Banco Central através do Sistema de Informações de Créditos (SCR), Sistema de Informações Contábeis (Cosif), Direcionamento dos Depósitos de Poupança (RCO) e dados das entidades de depósito e registro de ativos

Colocando os pingos nos "is"

Não houve pressão para capitalizar companhia, diz presidente da Eletrobras

Ele defendeu que, se o governo efetivamente quisesse os recursos da Eletrobras, seria mais fácil realizar diretamente a capitalização dos cerca de R$ 4 bilhões de Adiantamentos para Futuro Aumento de Capital (AFACs) e com esse recurso pagar os dividendos, alternativa em que a União receberia um volume maior de recursos

Juros

Selic abaixo de 4%? Itaú Asset acredita em 3,75% em 2020

Descontando a inflação esperada dessa projeção para a Selic, temos juro real próximo de zero. Na verdade, um toquinho de 0,14% ao ano

Vai que vai

É hora delas? Bradesco BBI aposta alto nos números de Unidas e Movida

No setor de locação, todos os três papéis (Localiza, Unidas e Movida) estão com recomendações de compra pela casa, mas a Localiza não está na lista das preferidas do analista Victor Mizusaki

Siga o dinheiro

Fuga de dólares bate US$ 40 bilhões em 12 meses. Surpreso? Não deveria…

Saída de recursos é a maior desde que abandonamos o regime de bandas cambiais em 1999. Desde abril, o BC vem alertando para uma mudança estrutural no mercado de câmbio

Boas novas

Juro baixo faz BlackRock ampliar aposta no Brasil

A projeção é que a Selic baixa empurre investidores para ativos de mais risco, incluindo investimentos no exterior, que ainda engatinham por aqui

dinheiro no bolso

36,9 milhões de correntistas da Caixa já sacaram recurso do FGTS

Saque de até R$ 500 por conta ativa ou inativa do fundo tem sido feito de forma escalonada, dependendo da data de aniversário de trabalhador

novas funções

Relator de MP que permite saque do FGTS vai ampliar forma de aplicação do fundo

Hoje, a lei só permite que o dinheiro seja usado para financiar moradias, saneamento e infraestrutura

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements