🔴 CHANCE DE MULTIPLICAR O INVESTIMENTO EM ATÉ 14,5X EM 8 DIAS? ENTENDA A PROPOSTA

Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
XERIFE NO CASO

CVM pede provas à Justiça para abrir investigação contra Suno por suposta manipulação no mercado de fundos imobiliários; entenda o caso

Os escritórios da Suno já foram alvo de uma operação de busca e apreensão no mês passado, mas a CVM também pretende entrar na investigação

Larissa Vitória
Larissa Vitória
7 de março de 2023
17:06 - atualizado às 16:37
Logotipo da Suno
Imagem: Reprodução das redes sociais

A investigação de uma suposta manipulação do mercado de fundos imobiliários por parte de influencers ligados ao Grupo Suno deve chegar à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A autarquia pediu que a Justiça paulista compartilhe provas obtidas em um processo que corre na 42ª Vara Cível da Comarca de São Paulo, de acordo com um documento obtido pelo Seu Dinheiro.

O objetivo da solicitação é dar suporte a um inquérito administrativo que a xerife do mercado de capitais pretende instaurar para investigar o tema.

Vale relembrar que, em 14 de fevereiro, os escritórios da Suno — que pratica atividades de research, consultoria e gestão de ativos e patrimônio — foram alvo de uma operação de busca e apreensão.

A Suno confirmou a operação, mas reforçou estar “100% segura de sua atuação." “Estamos tranquilos e certos de nossa inocência e da idoneidade de todos os nossos analistas e profissionais. Confiamos na atuação da Justiça e que a investigação será concluída com brevidade”, declarou o grupo na época.

A investigação também abrangeu diretores e analistas da Suno com grande influência na indústria de FIIs.

Fundo imobiliário HCTR11 está no centro da investigação sobre a Suno

O fundo imobiliário que está no centro do caso é o Hectare CE (HCTR11), cuja cotação na B3 caiu aproximadamente 5% após publicações de Vitor Duarte, CIO da gestora, e Marcos Baroni, analista da casa — e alvos individuais da operação — segundo informações do colunista Lauro Jardim, d’O Globo.

Sem citar nomes, a Hectare, gestora do FII confirmou, em comunicado enviado ao mercado no mês passado, que, “após longa e criteriosa apuração”, identificou indícios da existência de uma “campanha ilicitamente promovida nas redes sociais, aplicativos de mensagens e outros meios contra o HCTR11”.

Segundo a gestora, publicações de determinados influenciadores digitais traziam “insinuações inverídicas e enganosas, carregadas de alarmismo a respeito do fundo” com o objetivo de afugentar os investidores.

“Tais publicações impactaram indevida e consideravelmente o volume de negociação, a amplitude de variação de preço do ativo e, consequentemente, o valor de mercado das cotas do fundo, em prejuízo de toda sua base de cotistas”, acrescentou a Hectare.

Vale ressaltar que o fundo está em queda nos últimos dias, mas por outro fator: a inadimplência de um Certificado de Recebível Imobiliário (CRI) presente em seu portfólio e de dois outros FIIs.

O que a CVM pediu à Justiça

No pedido de compartilhamento de provas ao qual o Seu Dinheiro teve acesso, a CVM informa que está para instaurar um inquérito administrativo para apurar o caso.

O pedido foi feito pela Superintendência de Processos Sancionadores, com base em um processo anterior que tramitou na autarquia. O número informado no pedido à Justiça, contudo, não foi localizado após uma consulta ao site da CVM. "Com o intuito de angariar elementos de prova, para aparelhar o inquérito administrativo a ser instaurado, e assim poder elucidar o fato em questão, a CVM vem solicitar o compartilhamento das provas”, diz o ofício assinado por Leonardo Montanholi dos Santos, subprocurador-chefe da Procuradoria Federal Especializada do órgão.

Procurada pelo Seu Dinheiro, a Hectare, gestora do HCTR11 afirmou que "vem tomando as medidas cabíveis para proteger os interesses da base de cotistas do fundo, assumindo todo e qualquer custo relacionado a essas medidas, na instância criminal, cível e regulatória".

A CVM informou que "não comenta casos específicos". Já a Suno afirma “estar à disposição para prestar todos os esclarecimentos necessários às autoridades competentes”.

“A empresa esclarece que seus analistas sempre trabalharam de forma independente dentro de sua função de ajudar o investidor a tomar as melhores decisões”, diz a nota enviada ao Seu Dinheiro.

Compartilhe

DESTAQUES DA BOLSA

Ibovespa segue invicto em julho; confira as maiores altas e quedas da última semana na bolsa

13 de julho de 2024 - 9:30

As ações da Embraer, da B3 e da Petz lideraram as altas da semana no Ibovespa; principal índice da bolsa brasileira subiu nos 10 últimos pregões

FECHAMENTO DOS MERCADOS

Xô abraço de urso: depois do S&P 500, Dow Jones supera máximas e passa dos 40 mil pontos

12 de julho de 2024 - 17:06

A escalada começou no dia anterior, quando o Dow avançou na contramão dos outros índices, que enfrentaram uma liquidação. Nesta sexta-feira (12), o índice de 30 ações continuou subindo, apoiado nas apostas de investidores em nomes industriais.

DINHEIRO NO BOLSO

Ações da Santos Brasil (STBP3) disparam 5% na B3 com proposta de depósito bilionário para os acionistas

12 de julho de 2024 - 12:36

O conselho da companhia propôs ontem a realização de uma redução de capital com devolução em dinheiro aos investidores

DESTAQUES DO SETOR IMOBILIÁRIO

Ações de construtoras caem apesar de recordes de vendas e elogios dos analistas; confira os destaques das prévias de Cyrela, Direcional, Even e Tenda

12 de julho de 2024 - 11:39

A maior queda entre o quarteto é registrada pelos papéis da Cyrela, que reportou queda nas vendas e lançamentos do segundo trimestre

DESTAQUES DA BOLSA

Fundo imobiliário de hotéis anuncia queda de mais de 70% nos dividendos e cotas voltam a despencar 15% na B3; veja o que afetou os proventos do MGHT11

11 de julho de 2024 - 17:24

O fundo imobiliário distribuirá R$ 0,13 por cota neste mês, uma queda forte ante os R$ 0,45 por cota pago aos investidores em junho

AGENTE DO CAOS

A culpa é do dólar? O efeito borboleta que pode provocar novas intervenções do Japão no câmbio

11 de julho de 2024 - 16:43

O iene chegou a ser negociado nesta quinta-feira (11) a 158,55 em relação ao dólar — o maior salto diário da moeda japonesa desde o final de 2022

REAÇÃO ÀS PRÉVIAS

Ações da Mitre (MTRE3) saltam 6% e MRV (MRVE3) também sobe após quebrar recorde; Cury (CURY3) recua apesar de trimestre com maiores vendas da história

11 de julho de 2024 - 11:36

Os investidores repercutem as prévias operacionais do segundo trimestre divulgadas ontem pelas três companhias

MOVIMENTAÇÃO ACIONÁRIA

Even (EVEN3) poderá despejar quase 10 milhões de ações na Melnick (MELK3) no mercado após sinal verde de fundadores da incorporadora gaúcha

11 de julho de 2024 - 10:44

Os papéis em questão foram retirados do Acordo de Acionistas entre os controladores da companhia e poderão ser negociados no mercado sem nenhuma restrição

SD ENTREVISTA

BTLG11: gestor do fundo imobiliário queridinho dos analistas diz onde vê oportunidades e detalha estratégias de reciclagem e aquisições

11 de julho de 2024 - 6:07

Segundo um dos gestores do FII, Francisco Tavares Júnior, o tamanho da carteira tem ajudado em uma das principais estratégias para o fundo

FIIs HOJE

Dois fundos imobiliários com mais de 38 mil cotistas também confirmam exposição a devedora de CRIs que pediu recuperação judicial

10 de julho de 2024 - 19:01

Ourinvest JPP (OUJP11) e JPP Capital Recebíveis Imobiliários (JPPA11) enviaram comunicados ao mercado sobre o tema

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar