2022-04-27T14:17:36-03:00
Isabelle Santos
De quem é a culpa?

Nova alta no preço da gasolina: São Paulo bate recorde e alguns postos já vendem o combustível acima dos R$ 8,50

Preço da gasolina continua batendo recordes, mas não é o único. Outros combustíveis também enfrentam altas

27 de abril de 2022
14:16 - atualizado às 14:17
Petrobras
Imagem: Shutterstock

Usar veículo particular no dia a dia está cada vez mais caro. Nos últimos meses, o preço da gasolina aumentou vertiginosamente — e a tendência de alta parece não ter terminado ainda. Durante o período de 17 a 23 de abril, o valor médio do combustível bateu recorde no país, chegando aos R$ 7,270 o litro; A máxima  anterior, registrada na semana de 13 a 19 de março, era R$ 7,267.

Segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), em alguns postos da cidade de São Paulo, a gasolina já é vendida a R$ 8,599 por litro. Fatores como a guerra entre Rússia e Ucrânia, bem como a política de preços da Petrobras (PETR4), contribuem para esse cenário. 

A disparada no preço da gasolina

Segundo o levantamento da ANP, a gasolina subiu 0,7% em relação à semana passada. O combustível foi o componente de maior impacto no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) de abril, divulgado hoje pelo IBGE. A gasolina registrou alta de 7,51% no período.

Da mesma forma, o diesel avançou 0,2% na semana de 17 a 23 de abril, atingindo média de R$ 6,60 o litro do país, com o preço mais alto registrado no Acre, de R$ 7,90 o litro. Por outro lado, o Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) teve o custo reduzido para R$ 113,24, queda de 0,3% em relação aos R$ 113,66 registrados na semana anterior. 

Contudo, não são apenas os combustíveis derivados do petróleo que subiram. Na mesma semana, o preço médio do etanol chegou a R$ 5,496 o litro em todo o Brasil. Em alguns postos do Rio Grande do Sul, o etanol foi encontrado a R$ 7,699.

De quem é a culpa?

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente

A primeira reação da maioria das pessoas é tentar encontrar um culpado para essa situação. No entanto, no caso dos combustíveis, alguns fatores contribuem diretamente para a elevação do preço da gasolina. A guerra entre a Rússia e Ucrânia, por exemplo, é um deles.

A Rússia é o terceiro produtor de petróleo do mundo. Entretanto, desde a invasão da Ucrânia, outras nações decidiram suspender a importação da produção russa dessa commodity. Essa sanção acaba gerando escassez e, consequentemente, aumento no preço do produto final. 

Além disso, desde 2016 a Petrobras adota o sistema PPI (Preço de Paridade de Importação). Dessa forma, as refinarias usam como referência o preço do barril de petróleo no mercado internacional e a taxa de câmbio. Com relação ao etanol, é possível que o preço tenha subido por conta da queda na produção de cana-de-açúcar.

De acordo com relatório da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), a safra 2021/2022 foi 10,4% menor que a colheita do ano anterior.  Por isso, estima-se que a produção de etanol, derivado da cana-de-açúcar, será 10% menor do que em 2020/21. 

Leia mais:

*Com informações do Estadão Conteúdo.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

O SOL HÁ DE BRILHAR MAIS UMA VEZ

Cemig (CMIG4) amplia presença em energia solar em negócio milionário; confira os detalhes do negócio

A transação envolve três usinas fotovoltaicas e reforça a estratégia da companhia de crescimento sustentável no mercado de geração distribuída

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa abaixo dos 100 mil novamente, presidente da Caixa pede demissão e o salvador do mundo cripto; confira os destaques do dia

As últimas semanas parecem ter inaugurado um novo modus operandi no mercado financeiro: não há boa notícia ao amanhecer que perdure até o anoitecer.  Alta de commodities, alívio no cenário fiscal, retomada econômica chinesa. Pode escolher a sua arma, nada parece forte o suficiente para enfrentar o temor de uma recessão global e de um […]

Nova aquisição

Ambipar (AMBP3) volta às compras e adquire a Bioenv, que desenvolve projetos de monitoramento do meio ambiente

Como a compra foi feita por meio da controlada Ambipar Response ES S.A., não precisará ser aprovada pelos acionistas da empresa mãe

FECHAMENTO DO DIA

Temor de recessão segue forte e Ibovespa volta a perder os 100 mil pontos; dólar cai com PEC melhor que o esperado

O Ibovespa chegou a amanhecer no azul, mas os temores que rondam o mercado falaram mais alto

CONTROLE DE DANOS

Pedro Guimarães entrega carta de demissão a Jair Bolsonaro e rebate acusações de assédio; veja quem o sucederá na presidência da Caixa

Guimarães deixa o cargo em meio a uma investigação do Ministério Público Federal por múltiplas denúncias de assédio sexual