🔴 +35 RECOMENDAÇÕES DE ONDE INVESTIR EM MARÇO – VEJA GRATUITAMENTE

Cotações por TradingView
Carolina Gama
É PRA COMPRAR!

PetroRecôncavo (RECV3) tem potencial de alta de 38% — saiba por que o BTG Pactual recomenda ter os papéis em carteira

Banco iniciou a cobertura da petroleira brasileira com recomendação de compra e preço-alvo de R$ 40,00

Imagem de barril de petróleo sobre notas de dólar
Imagem de barril de petróleo sobre notas de dólar - Imagem: Shutterstock

Desde que a Rússia invadiu a Ucrânia, em fevereiro deste ano, a disparada do petróleo jogou luz sobre as empresas do setor, que passaram a ver suas ações recomendadas por grandes bancos. E este é o caso da PetroRecôncavo (RECV3)

O BTG Pactual iniciou a cobertura das ações RECV3 com recomendação de compra e preço-alvo de R$ 40 — o que representa um potencial de valorização de 38% em relação ao fechamento dos papéis de hoje.

Mas não é só o preço elevado do petróleo, que já vinha em alta desde a reabertura econômica após os lockdowns patrocinados pela pandemia de covid-19, que impulsiona os papéis da PetroRecôncavo. A empresa também se beneficia de alguns fatores particulares.

Por que o BTG Pactual recomenda a PetroRecôncavo (RECV3)

Embora a PetroRecôncavo (RECV3) seja apenas um dos muitos players na indústria brasileira de petróleo e gás que vêm crescendo nos últimos anos, vale ressaltar que a empresa tem mais de duas décadas — ela é muito mais antiga do que a maioria de seus pares brasileiros.

Mais importante: a petroleira tem uma equipe de gerenciamento testada pelo tempo, com um histórico comprovado.

Em um setor no qual os investidores têm sido céticos em comprar teses de longo prazo devido à alta volatilidade de preços e poucos casos de sucesso no Brasil, o BTG acredita que a PetroRecôncavo oferece uma história mais interessante e relativamente segura para quem busca exposição ao setor de energia e ao desenvolvimento de indústria do gás no Brasil. 

  • Leia também: IRB (IRBR3) se tornou “investível” novamente após oferta de ações, diz BTG; hora de comprar?

Crescimento seletivo: uma vantagem que poucas têm

Além de ser considerada pelo BTG uma ação defensiva devido aos custos mais baixos, o banco também considera o crescimento seletivo da PetroRecôncavo (RECV3) como um dos seus pontos fortes. 

O programa de desinvestimentos da Petrobras (PETR4) abriu espaço para uma rápida expansão inorgânica para muitas empresas petrolíferas menores. 

Embora a PetroRecôncavo também tenha aproveitado essa oportunidade, a empresa fez isso de forma mais gradual, concentrando seu portfólio em apenas duas regiões em terra (onshore). 

Alguns analistas podem argumentar que essa estratégia limitou o potencial de crescimento da empresa, mas o BTG acredita que ela pode realmente favorecer a tese da PetroRecôncavo, que deve ter menos soluços de produção, apoiados por uma operação verticalizada.

PetroRecôncavo (RECV3): um potencial esgotado? 

Embora o rali de 51% da ação da PetroRecôncavo (RECV3) no acumulado do ano mostre que os investidores já estão pagando por uma parcela maior do crescimento no longo prazo, o BTG vê como atrativo o potencial de valorização de 42% incorporado no preço-alvo.

De acordo com os cálculos do banco, sob as premissas de preço do barril de petróleo a US$ 90 em 2023 e US$ 85 em 2024 , a ação está sendo negociada a 2,4 vezes o valor da firma/ebitda (EV/EBITDA) em 2023 e 1,3 vez em 2024. 

O BTG destaca, no entanto, que não incorporou a potencial aquisição do polo Bahia Terra no preço-alvo, deixando-a como opcional apesar de esperar um resultado positivo. Se o negócio for aprovado, o potencial de valorização das ações RECV3 pode chegar a 74%.

A PetroRecôncavo (RECV3) ainda tem crédito

Na terça-feira (06), a PetroReconcavo (RECV3) anunciou um novo empréstimo de US$ 126 milhões a ser pago em 60 meses e que será utilizado para pré-pagamento da dívida atual, contratada para a aquisição do cluster Riacho da Forquilhas. 

De acordo com o Itaú BBA, o crédito é positivo para a petroleira, já que proporciona flexibilidade na política de hedge, além de potencial redução de 2,4% no custo da dívida. 

Segundo as estimativas do banco, o encerramento de todos os instrumentos de hedge restantes até 2024 teria um impacto potencial de R$ 1,40 por ação da PetroRecôncavo, o que equivale a um potencial de valorização de 5% sobre o preço atual da ação. 

O papel RECV3 caiu 2,03%, cotado a R$ 27,52. O Itaú BBA tem recomendação de compra para a ação, com preço-alvo de R$ 38 — o que representa um potencial de valorização de 35%. 

Compartilhe

BOLSA NA SEMANA

Por que as ações da Casas Bahia (BHIA3) dispararam 16% e lideraram as altas do Ibovespa na semana — enquanto Petrobras (PETR3) caiu 5%?

2 de março de 2024 - 10:48

Com calendário econômico cheio e uma avalanche de notícias corporativas, o Ibovespa acumulou queda de 0,18% na semana; veja o que puxou o índice de ações da B3

MUDANÇA DE FLUXO

Ibovespa vai subir 15%? XP eleva projeção para a bolsa em 2024

1 de março de 2024 - 14:49

XP vê Brasil bem posicionado globalmente para atrair investidores estrangeiros e promove alterações em suas carteiras

FUNDOS IMOBILIÁRIOS HOJE

Nova administração do Devant Recebíveis Imobiliários (DEVA11) diz ter encontrado irregularidades nas despesas e afirma que vai restituir o fundo imobiliário

1 de março de 2024 - 13:08

Uma auditoria conduzida pela gestão identificou cerca de R$ 1,2 milhão em gastos jurídicos pagos pelo FII em dezembro do ano passado

QUER PAGAR QUANTO?

Vitória dos minoritários! Cielo (CIEL3) convoca assembleia para discutir novo laudo de oferta para fechar capital

1 de março de 2024 - 9:19

Bradesco e Banco do Brasil ofereceram R$ 5,35 por ação da Cielo (CIEL3), mas os minoritários entendem que os bancos deveriam pagar bem mais para fechar o capital da companhia

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa fecha em leve alta, mas sustenta os 129 mil pontos com Wall Street positivo; dólar cai a R$ 4,95

1 de março de 2024 - 7:40

RESUMO DO DIA: A bolsa brasileira acompanhou o tom mais positivo do exterior e encerrou a sessão desta sexta-feira (01) no azul. O Ibovespa terminou em leve alta de 0,12%, aos 129.180 pontos. Apesar da valorização tímida, o principal índice de ações da B3 acumulou queda de 0,18% na semana. Por sua vez, o dólar […]

VAREJO EM APUROS

Diluição à vista? Lojas Marisa (AMAR3) quer mais do que triplicar o limite de ações

29 de fevereiro de 2024 - 11:24

Proposta do conselho de administração da Lojas Marisa prevê elevar de 90 milhões para 300 milhões o limite de AMAR3 em circulação

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa recua com pressão de bancos, mas sustenta os 129 mil pontos no fim da sessão; dólar tem leve alta

29 de fevereiro de 2024 - 7:13

RESUMO DO DIA: O Ibovespa terminou a sessão desta quinta-feira (29) em queda, mas conseguiu sustentar o patamar de 129 mil pontos.  Por aqui, a cautela com o rumo dos juros no Brasil e exterior pressionou as ações de bancos, que caíram em bloco na B3. Com isso, o principal índice da bolsa brasileira fechou […]

SUBIU NO TELHADO

Petrobras (PETR4): a fala do CEO sobre dividendos que derruba as ações da estatal hoje na B3

28 de fevereiro de 2024 - 14:47

Em entrevista à Bloomberg, Jean Paul Prates defendeu que a Petrobras tenha “cautela” na distribuição de dividendos; ações reagem em forte queda

PROBLEMAS NOS HOTÉIS?

Por que os dividendos do fundo imobiliário HTMX11 tiveram um corte brusco em fevereiro? Confira a explicação da gestão

28 de fevereiro de 2024 - 12:17

O fundo de hotéis comunicou, no início do mês, que pagaria R$ 0,86 por cota aos investidores, contra R$ 3,25 em janeiro.

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa cai a 130 mil pontos, pressionado pela desvalorização de Petrobras (PETR4) após falas de Prates sobre dividendos; dólar sobe a R$ 4,97

28 de fevereiro de 2024 - 7:24

RESUMO DO DIA: A bolsa brasileira terminou a sessão desta quarta-feira (28) no vermelho, com o cenário corporativo roubando os holofotes do calendário de indicadores econômicos no exterior. O Ibovespa encerrou o dia em baixa de 1,16%, aos 130.155 pontos. Por sua vez, o dólar fechou próximo das máximas do dia, com um avanço de […]

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies