⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula, Bolsonaro, Ciro e Tebet querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2022-09-15T00:09:21-03:00
Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
GUERRA NOS TRIBUNAIS

Justiça nega pedido de liminar para barrar dividendos bilionários da Petrobras (PETR4); ação foi movida por Anapetro e parlamentares após estatal anunciar pagamento antecipado

Os reclamantes pedem que a distribuição de proventos da companhia fique limitada ao mínimo legal de 25% do lucro líquido

13 de setembro de 2022
19:53 - atualizado às 0:09
Foto da fachada do prédio da Petrobras (PETR3 e PETR4) na avenida Paulista, em São Paulo. A estatal decide o valor da gasolina vendida às distribuidoras e pode ser uma boa alternativa para quem investe de olho em dividendos e proventos
Imagem: Shutterstock

A Associação Nacional dos Petroleiros Acionistas Minoritários da Petrobras (Anapetro) e o o senador Jean Paul Prates (PT-RN) perderam a primeira batalha da guerra judicial que travam contra a Petrobras (PETR4). Um pedido de liminar para barrar a distribuição de dividendos antecipadas da estatal foi negado pela Justiça.

Segundo informa a companhia em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nesta terça-feira (13), a demanda da Anapetro e de Prates foi feita em 31 de agosto. E a resposta da Justiça Federal do Rio de Janeiro foi rápida: a solicitação foi negada já no dia seguinte e a empresa citada em 9 de agosto.

Vale relembrar que a Anapetro e a autodenominada Frente Parlamentar em Defesa da Petrobras, liderada pelo senador, pedem que a distribuição de dividendos fique limitada ao mínimo legal de 25% do lucro líquido, em linha com o artigo 8 do estatuto da empresa.

As partes pedem essa limitação “até a conclusão da verificação do impacto desta distribuição à saúde financeira da Petrobrás e à viabilidade de outras formas de investimento conectadas ao interesse público”.

Petrobras (PETR4) e os dividendos de bilhões

O pedido acontece em um momento no qual a Petrobras (PETR4) tem anunciado quantias recordes de dividendos aos seus acionistas. 

No primeiro trimestre deste ano, a estatal pagou R$ 48,5 bilhões em proventos. No segundo trimestre essa quantia subiu ainda mais, alcançando o nível histórico de R$ 87,8 bilhões.

A Anapetro questiona esses valores, argumentando que somados chegam a R$ 136,3 bilhões, bem acima dos R$ 101,4 bilhões distribuídos em 2021. 

Em nota à Broadcast, os advogados da Advocacia Garcez, que assessora a Anapetro e parlamentares, diz que a Petrobras paga montantes bilionários na forma de dividendos e abre mão de investir em áreas como fertilizantes e biocombustíveis — necessários ao processo de transição energética limpa.

Oposição a Caio Paes de Andrade

Os desentendimentos entre a Petrobras (PETR4) e a Anapetro não vem de agora. No final do mês passado, a Petrobras (PETR4) informou que foi intimada a se defender em uma ação movida por representantes de acionistas minoritários contra a nomeação de Caio Paes de Andrade para a presidência da estatal.

De acordo com a Petrobras, o juízo determinou a intimação da empresa no dia 11 de agosto para que ela ofereça sua defesa prévia antes de apreciar o pedido de liminar.

O processo também é de autoria de Mário Dal Zot, presidente da Anapetro e do senador Jean Paul Prates. Antes disso, a Anapetro havia tentado suspender a assembleia geral extraordinária que aprovaria os novos membros do conselho de administração da Petrobras, mas teve o pedido negado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

CENTRAL DAS ELEIÇÕES

Eleições 2022: Diferença de votos válidos entre Lula (PT) e Bolsonaro (PL) é de 8 pontos, segundo pesquisa CNT/MDA

1 de outubro de 2022 - 8:02

Acompanhe a cobertura ao vivo das eleições 2022 com as principais notícias sobre os principais candidatos à Presidência e nos Estados

ENTREVISTA

Elon Musk não está sozinho: o home office pode acabar com o fim da pandemia, alerta um dos principais gurus de carreiras do mercado

1 de outubro de 2022 - 7:23

A exemplo do dono da Tesla um número cada vez maior de empregadores quer os profissionais de volta ao escritório, afirma o mentor de carreiras e escritor Luciano Santos

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa fecha setembro no azul, o potencial da Weg (WEGE3) e a semana do bitcoin; confira os destaques do dia

30 de setembro de 2022 - 19:19

O último pregão do mês foi também o último antes da definição do primeiro turno das eleições presidenciais de 2022. Apesar disso, levou um tempo até que a política fosse o principal gatilho para os negócios.  Isso porque o debate final entre os candidatos à chefia do Executivo não trouxe grandes mudanças no cenário-base, já […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa fecha setembro no azul por um triz após nova onda do ‘efeito Meirelles’; dólar vai a R$ 5,39

30 de setembro de 2022 - 18:53

O Ibovespa deixou a política parcialmente de lado no último pregão antes do pleito de domingo

Balanço do mês

Os melhores investimentos de setembro: dólar tem a maior alta do mês, e Brasil vai na contramão do mundo com valorização de quase todos os ativos

30 de setembro de 2022 - 18:42

Títulos prefixados vêm logo em seguida, beneficiados pelo fim do ciclo de alta da Selic no Brasil. Veja o ranking completo dos melhores e piores investimentos do mês

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies