O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-03-24T18:04:42-03:00
Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
BALANÇO

Lucro líquido da JBS (JBSS3) salta 345,5% em 2021 e companhia anuncia novo programa de recompra de ações; veja o que muda para os acionistas

A receita líquida teve um crescimento mais tímido, de 27,8%, e foi a R$ 97,2 bilhões nos últimos três meses do ano

21 de março de 2022
18:43 - atualizado às 18:04
JBS (JBSS3)

O mercado está de olho em como a crise dos fertilizantes afetará a JBS (JBSS3) e outras grandes produtoras de proteína animal da B3. Mas nesta segunda-feira (21) os investidores dão uma pausa nas preocupações com o futuro e analisam os números da empresa no quarto trimestre do ano passado.

E eles podem ser mais do que suficientes para ofuscar as preocupações, pois a companhia reportou lucro líquido de R$ 6,473 bilhões entre outubro e dezembro, uma alta de 61% na comparação com o mesmo período de 2020. No acumulado anual o crescimento foi ainda mais expressivo e o indicador saltou 345,5%, para R$ 20,5 bilhões.

A receita líquida teve um crescimento mais tímido, de 27,8%, e foi a R$ 97,2 bilhões nos últimos três meses do ano. Outro indicador a apresentar alta foi o Ebitda (Lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, da sigla em inglês) ajustado, que passou de R$ 7 bilhões para R$ 13,1 bilhões na mesma base de comparação.

Confira também os destaques operacionais e financeiros entre as unidades e marcas que a JBS possui no Brasil e no exterior:

MarcaReceita líquida em 2021Ebitda em 2021
JBS USA BeefR$ 146,6 bi (+30,7% a/a)R$ 26 bi (+101,6% a/a)
JBS USA PorkR$ 41,1 bi (+27,7% a/a)R$ 4,2 bi (+25,2 a/a)
PPCR$ 79,7 bi (+28% a/a)R$ 9,1 bi (+53% a/a)
SearaR$ 36,5 bi (+36,6% a/a)R$ 3,9 bi (-8,6% a/a)
JBS BrasilR$ 53,8 bi (+29% a/a)R$ 2,3 bi (-24,8% a/a)

Ano de aquisições para JBS

Ao longo do ano, a JBS esteve diversas vezes no noticiário com aquisições de empresas ao redor do mundo. E algumas das recém-chegadas já contribuíram com US$ 396 milhões para a receita líquida e US$ 30 milhões para o Ebitda da companhia.

Entre elas está a Vivera. A compra da terceira maior produtora de plantbased na Europa custou US$ 406 milhões aos cofres da JBS e foi concluída em junho. Pouco mais de três meses depois a empresa também concluiu a aquisição dos negócios de Meats and Meals da Kerry Food Group por US$ 952 milhões.

Segundo explica a companhia em comunicado, o negócio "passará a ser chamado Pilgrim’s Food Masters e atenderá as relações com clientes-chave, fornecendo uma variedade de produtos de valor agregado e alimentos preparados com um portfólio de marcas fortes".

No final do ano, entre os meses de novembro e dezembro, a JBS acelerou o ritmo de M&A e anunciou três operações:

  • aquisição do controle da sociedade espanhola BioTech Foods, uma das líderes no desenvolvimento de biotecnologia para a produção de proteína cultivada, por US$ 100 milhões;
  • compra da HUON, empresa de aquicultura de salmão da Austrália por US$ 302 milhões;
  • e conclusão da compra da Sunnyvalley Smoked Meats por US$ 90 milhões.

JBS anuncia recompra de ações

Mais cedo, antes da divulgação do balanço do quarto trimestre, o conselho de administração da JBS aprovou o cancelamento de todas as ações mantidas na tesouraria da companhia, cerca de 129 milhões de papéis.

Com isso, o capital social da empresa passou a ser dividido em 2,2 bilhões de ativos JBSS3. Mas esse número pode mudar em breve. A exemplo do que ocorreu no trimestre anterior, o conselho também deu o sinal verde para o início de um novo programa de recompra de ações.

Serão adquiridos até 116,1 milhões de papéis, o que corresponde a até 10% do número de ativos em circulação, nos próximos 18 meses.

Segundo a companhia, o objetivo é “maximizar a geração de valor para o acionista por meio de uma administração eficiente da sua estrutura de capital”. Mas o que realmente muda para os investidores com o programa?

Até que a JBS decida qual será o destino das ações recompradas, os efeitos para os acionistas ainda são incertos. Mas os dois cenários mais prováveis você confere abaixo:

  • Se os papéis forem novamente cancelados, o acionista termina, proporcionalmente, com uma fatia maior da empresa, o que pode engordar sua contas de dividendos;
  • Se os ativos permanecerem guardados na tesouraria para uma oferta no futuro, o acionista ganhará apenas após sua venda. Nesse caso, o ganho de capital fará parte do lucro da empresa, o que também influencia na distribuição de proventos.
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

pressão vendedora

Nubank derrete 21% na semana após fim do lock-up, que restringia venda das ações pelos “tubarões”

Desde o IPO, o Nubank já perdeu US$ 23,9 bilhões em valor de mercado, e a fintech que antes valia mais que o Itaú hoje vale quase um terço dele

INTERNET DO MUSK

O que faz a Starlink, empresa que trouxe Elon Musk ao Brasil e deve operar na Amazônia

A empresa do bilionário promete internet ultrarrápida e deve começar as suas operações ainda neste ano; Anatel já deu aval

FECHAMENTO DO DIA

Escapou do urso: S&P 500 consegue fechar no azul em recuperação dramática; saiba o que aconteceu com as bolsas nos EUA

Dois fatores são centrais para entender o comportamento do S&P 500, do Nasdaq e do Dow Jones nas últimas semanas; entenda

FECHAMENTO DO CÂMBIO

Dólar recua 0,87% e vale R$ 4,87. Euro também cai e vale R$ 5,13; confira o que movimentou o câmbio nesta sexta-feira

Apesar do predomínio de um certo humor pessimista pelo mundo, o real conseguiu ter mais um dia de ganhos em relação ao dólar

VISÃO MACRO

Por que o mercado exagera ao temer uma recessão nos Estados Unidos e na China

Os sinais de uma possível recessão nas grandes economias, como EUA e China, e o aumento de um pessimismo generalizado parecem ter tomado conta dos mercados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies