O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2021-06-18T07:22:43-03:00
Renato Carvalho
Novas fronteiras

Pilgrim’s Pride, da JBS, fecha acordo para aquisição bilionária no Reino Unido

Empresa vai pagar US$ 952 milhões, ou cerca de R$ 4,7 bilhões, por duas operações da Kerry Consumer Foods, que fortalece presença europeia da gigante de alimentos

18 de junho de 2021
7:22
Carne bovina em frigorífico
Imagem: Shutterstock

A JBS foi preparada, depois da sua abertura de capital em 2007, para ser uma gigante global na produção de alimentos, especialmente no processamento de carnes. E a empresa tem levado a sério este objetivo traçado há quase 15 anos.

Um dos primeiros passos nesta direção foi a aquisição da norte-americana Pilgrim’s Pride, em 2009. E agora, por meio desta subsidiária, a JBS fechou a aquisição de duas operações da Kerry Consumer Foods, uma das maiores empresas do setor no Reino Unido e na Irlanda.

Os valores envolvidos na operação mostram o poder financeiro atual da JBS. Pela Kerry Meats, de produtos à base de carnes, e Kerry Meals, de alimentos congelados, serão pagos 680 milhões de libras, ou US$ 952 milhões.

Ao converter a operação para a moeda brasileira, com o dólar cotado a pouco mais de R$ 5, o montante a ser pago pela JBS supera os R$ 4,7 bilhões.

Um dos pontos ressaltados pela JBS é o sucesso da marca Naked Glory, de produtos voltados para o público vegetariano ou vegano.

No ano passado, as duas empresas somaram cerca de 725 milhões de libras em receitas, e possuem mais de 4.500 funcionários, segundo informações da própria JBS. A empresa espera que a operação esteja concluída até o quarto trimestre deste ano.

O que pensam os analistas?

Segundo Sérgio Berruezo, analista da Ativa Investimentos, a aquisição confirma a estratégia da JBS de crescer via produtos de maior valor agregado. “Isso facilita o repasse de preços e mantém as margens da companhia”, explica.

Além disso, a transação fortalece a operação da Pilgrim’s Pride no Reino Unido, e a empresa se torna uma das líderes no setor de alimentos na Europa.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

PORTFÓLIO DE BILHÕES

Aposta contra a Apple (AAPL34)? Veja as mudanças que Warren Buffett, Michael Burry e investidores de elite fizeram nas carteiras

Esses pesos-pesados do mercado financeiros tomaram decisões surpreendentes no primeiro trimestre; confira as mudanças mais significativas que eles fizeram no período

DO BRASIL PRO MUNDO

Guedes tem encontro com Escobari, da General Atlantic, e vai a jantar do BTG; confira a agenda do ministro em Davos

O banqueiro André Esteves, que em abril voltou ao comando do conselho do BTG Pactual, está participando do evento na Suíça

UMA TECH ATRAENTE

É hora da Locaweb? Saiba por que o Deutsche Bank vê ponto de entrada para as ações LWSA3

Banco alemão atualizou a recomendação para a empresa de neutra para compra e vê potencial de valorização de mais de 50% para os papéis

O QUE VEM POR AÍ

Ata do Fed e IPCA-15: confira a agenda de indicadores da semana aqui e lá fora

Nos Estados Unidos, a segunda prévia do PIB no primeiro trimestre também é destaque; na Europa, o PIB da Alemanha é o principal dado

CAMINHO DO MEIO

Menor rejeição e apoio interno no MDB dão vantagem a Simone Tebet; veja os rumos da senadora da terceira via

Maior desafio, segundo marqueteiros, é torná-la popular: 46% do eleitorado desconhece Simone Tebet, segundo pesquisas recentes

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies