🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView

O caminho da evolução: A indústria de fundos imobiliários ainda tem muito a avançar; saiba o que esperar

Em termos de alinhamento com os cotistas, a indústria de FIIs tem características únicas e grandes vantagens. Ainda assim, são necessários novos ajustes no meio do caminho

10 de agosto de 2022
11:04
Imagem mostra pequenas casas de brinquedo sobre pilhas de moedas, representando os dividendos pagos mensalmente pelos fundos imobiliários (FIIs) | fundo imobiliário HGLG11
Imagem: iStock

A Teoria da Evolução, proposta por Charles Darwin, dispensa apresentações. Introduzida desde a escola, possui aspectos presentes até em nossa rotina.

Um dos temas que mais me chamam atenção envolve a limitação de disponibilidade de recursos. Em suma, esse fator faz com que os indivíduos de uma população se esforcem (ou lutem) pela sobrevivência.

Sobrevivem os que possuem diferenciais 

Normalmente, os que sobrevivem possuem diferenciais, que são vantajosos para a captação dos recursos. A analogia com o mercado de capitais é inevitável. 

Em fundos imobiliários, por exemplo, aspectos como a distribuição periódica de proventos, a isenção tributária sobre eles e a facilidade do investimento são alguns dos diferenciais que garantem sua atratividade na indústria.

Em pouco mais de dois anos, o número de investidores de FIIs saltou mais de 1,5 milhão. 

Por mais que exista uma barreira tributária, também é notável o interesse do investidor institucional na indústria imobiliária. 

Interesse do investidor no mercado imobiliário

Atualmente, a categoria tem participação de 20% na posição em custódia de FIIs, segundo a B3.

Essa posição não é à toa. Desde o nascimento do Ifix (principal referência da indústria), em 2011, o índice bate os referenciais do ambiente doméstico, tal como Ibovespa, CDI e IPCA.

Em termos de alinhamento com os cotistas, a indústria de FIIs tem características únicas, que entendo como grandes vantagens. 

A possibilidade de informações mensais sobre os ativos (sejam gerenciais ou contábeis), bem como o fácil acesso ao time de gestão, oferecem um acompanhamento muito próximo aos investidores.

Mercado e os fundos imobiliários mais descontados

Ainda assim, são necessários ajustes no meio do caminho. Há cerca de um mês, a CVM editou algumas resoluções em busca de um aperfeiçoamento dos processos, especialmente nas ofertas públicas. 

Além de maior liquidez, é provável que vejamos maior transparência nas emissões a partir de 2023.

Nos últimos 18 meses, temos visto sinais de consolidação do mercado, com movimentações de grandes players sobre portfólios enxutos e/ou descontados. 

Este cenário pode ser motivado pela busca por geração de valor dos fundos/gestores mais arrojados ou, no caso dos FIIs mais descontados, pela insatisfação dos cotistas em relação à performance operacional dos ativos. 

Riscos e conflito de interesses

Neste contexto, encontramos alguns pontos de atenção.

Tratando de riscos, há necessidade de averiguar o potencial de conflito de interesses. 

Nos últimos casos, as chamadas assembleias gerais extraordinárias partiram de cotistas relevantes dos próprios fundos – sendo assim, considero relevante a transparência dos solicitantes para toda a base, de forma a democratizar as informações envolvendo a proposta.

Entendo que o administrador, como responsável pela organização da estrutura do fundo, tem o compromisso de trazer essa transparência, a fim de preservar a base de cotistas como um todo e não privilegiar informações para players específicos.

No mercado de ações, os acionistas com mais de 5% da base societária são revelados nas comunicações da empresa. 

A ausência desse tipo de informação envolvendo os cotistas de FIIs em chamadas de assembleias extraordinárias só evidencia a necessidade de maior profissionalização da indústria.

Mercado de empresas e de fundos imobiliários

É claro que nem todas as práticas adotadas no mercado de companhias abertas se aplicam ao universo dos fundos imobiliários. 

A adoção dos conselhos de administração e fiscal, por exemplo, não chega perto de ser unanimidade na indústria de fundos imobiliários. 

Isso porque a gestora, o regulamento do fundo e a auditoria independente já cumprem boa parte das funções.

O caminho da evolução dos fundos imobiliários 

Entendo que a discussão recorrente envolvendo esse tipo de tema é essencial para dar continuidade a evolução da categoria. 

A CVM vem atuando neste caminho, que me parece correto. Ao longo da trajetória, como já observamos nos últimos dez anos, avanços são realizados, agregando cada vez mais novos participantes à indústria.

Enquanto isso, na série Renda Imobiliária, buscamos ajudar minimamente com ideias e análises sobre o mercado de fundos imobiliários, além de se concentrar nas oportunidades de mercado. 
Inclusive, uma delas está em destaque no relatório de hoje do Palavra do Estrategista.

Compartilhe

DÉCIMO ANDAR

FIIs de tijolos voltam ao radar: veja um portfólio bem descontado

21 de agosto de 2022 - 7:33

FIIs de lajes corporativas, shoppings e logística saltam mais de 8% em agosto, com altas expressivas em portfólios tradicionais; conheça um dos meus ativos favoritos

DÉCIMO ANDAR

Magalu, Americanas e Via seguem como boas inquilinas? Apesar da desaceleração do e-commerce, FII de logística continua atrativo

24 de julho de 2022 - 7:40

Atualmente, temos diversos FIIs logísticos negociando abaixo do valor patrimonial e do custo de reposição, mesmo em portfólios de alta qualidade e bem posicionados

DÉCIMO ANDAR

Vale a pena investir em shopping centers? Confira uma oportunidade no segmento imobiliário de melhor performance em 2022

26 de junho de 2022 - 7:35

Vendas em shopping centers cresceram 34,8% no 1T22, primeiro resultado positivo do setor desde o início da pandemia

DÉCIMO ANDAR

Vai investir em FIIs? Conheça os simulacros e as melhores oportunidades do mercado imobiliário

25 de maio de 2022 - 12:26

O descolamento entre a performance dos ativos e a realidade financeira quase sempre indica uma antecipação de cenário pelas instituições do mercado. Quando essa dinâmica se mostra incorreta, surgem janelas de investimento

DÉCIMO ANDAR

Após a boa notícia da CVM, conheça uma nova oportunidade em um fundo imobiliário (FII) de crédito

22 de maio de 2022 - 7:39

Decisão da CVM sobre rendimentos de FII alivia a pressão sobre os fundos imobiliários, entre eles os de crédito (CRI); veja uma boa opção para investir

Décimo Andar

Com os FIIs de tijolo nos holofotes, conheça um portfólio de qualidade que está dando sopa

24 de abril de 2022 - 8:04

Cenário econômico proporciona uma série de barganhas entre os fundos imobiliários de tijolos, mesmo aqueles de maior qualidade

DÉCIMO ANDAR

Agora vai? Setor de lajes corporativas sinaliza recuperação e abre oportunidades nos fundos imobiliários (FIIs); saiba onde investir

27 de março de 2022 - 9:00

Temos uma oportunidade de entrada interessante em FIIs do segmento de escritórios, aproveitando este momento de retomada do trabalho presencial

DÉCIMO ANDAR

Uma nova oportunidade de entrada em um dos fundos imobiliários (FIIs) vencedores de 2021

27 de fevereiro de 2022 - 7:45

Enxergo uma nova oportunidade de entrada no FII Kinea Securities (KNSC11), que prepara a quarta emissão de cotas; conheça o fundo imobiliário

DÉCIMO ANDAR

Fiagro: fique por dentro da nova forma de ganhar dinheiro investindo no agronegócio

30 de janeiro de 2022 - 7:50

Fundo é uma junção dos recursos de vários investidores para a aplicação em ativos de investimentos do agronegócio, sejam eles de natureza imobiliária rural ou de atividades relacionadas à produção do setor

DÉCIMO ANDAR

FIIs: Saiba mais sobre a surpresinha dos fundos imobiliários anunciada pela CVM na última terça-feira

27 de janeiro de 2022 - 11:10

Comissão de Valores Mobiliários encrencou com a maneira como o fundo imobiliário MXRF11 distribui rendimentos, e disputa pode afetar negativamente toda a indústria de FIIs

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies