Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-02-11T17:11:11-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
BONS NÚMEROS

Totvs registra lucro líquido acima do esperado no 4º trimestre

Receita cresce 19% nos últimos três meses de 2020, com chegada de segmento de crédito e bom desempenho da parte de tecnologia

11 de fevereiro de 2021
7:34 - atualizado às 17:11
totvs
Imagem: Divulgação/ Instagram da Totvs

A Totvs (TOTS3) superou em muito a expectativa do mercado para os resultados do quarto trimestre, sentindo os primeiros efeitos positivos da divisão de crédito, que não existia no mesmo período de 2019, e com fortalecimento da divisão de tecnologia.

A empresa informou na noite de quarta-feira (10) que fechou os últimos três meses do ano passado com um lucro líquido de R$ 96,1 milhões, um aumento de 78,4% em relação ao registrado no quarto trimestre de 2019.

O desempenho ficou acima da média das estimativas coletadas pela agência de notícias “Bloomberg” com analistas de mercado, de R$ 77 milhões.

O desempenho no acumulado de 2020 mostra que a Totvs pouco, ou nada, sentiu os efeitos da covid-19, mesmo com ela entrando em um novo mercado, o de crédito, com a chegada da Supplier e perdendo a disputa com a Stone pela Linx (LINX3). Ela encerrou o ano passado com um lucro líquido de R$ 295 milhões, alta de 40%.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) cresceu 63,5%, para R$ 178,6 milhões, ficando acima do esperado pelos analistas (R$ 145 milhões). A margem passou de 18,9% para 25,9%.

Tecnologia fortalecida

A receita líquida consolidada da Totvs subiu 19% no quarto trimestre, para R$ 689 milhões, e avançou 14% em 2020, para R$ 2,6 bilhões, mesmo com as empresas revisando despesas para lidar com os efeitos da pandemia.

No segmento de tecnologia, a receita totalizou R$ 636,6 milhões no quarto trimestre, alta de 10%, e avançou 8,1% no ano, para R$ 2,4 bilhões, impulsionada pelo crescimento de dois dígitos das receitas recorrentes, que atingiram o patamar de 79,8% da receita líquida de tecnologia no trimestre e 79,2% em 2020.

O fato de a receita recorrente ter crescido no trimestre e no ano – 13,7% e 13%, respectivamente – é algo valorizado por muitos analistas, ao dar consistência para o desempenho financeiro da Totvs.

A empresa destacou que este segmento da parte de tecnologia apresentou uma elevada taxa de renovação de clientes durante o ano (acima de 98,5%) e foi capaz de realizar reajustes de contratos com níveis de inflação superiores aos aplicados no mesmo período de 2019, uma questão destacada ontem pelos analistas do Credit Suisse, quando decidiram elevar o preço-alvo das ações da Totvs.

Um novo mundo

Recentemente, a Totvs entrou para o segmento de crédito após adquirir a Supplier, companhia focada em crédito B2B, entre clientes e fornecedores, em outubro de 2019.

Como a incorporação ocorreu em abril, a Totvs apresentou comparativos anuais do desempenho da Supplier antes de ela ser incorporada pela companhia, o que acaba prejudicando a comparabilidade do desempenho.

Mas é possível ter uma ideia do que pode vir por aí. No quarto trimestre, a receita de produtos de crédito somou R$ 52,9 milhões, um recuo de 0,6% em relação ao mesmo período de 2019. Quando comparado com o terceiro trimestre, quando a Supplier já fazia parte da Totvs, a receita cresceu 9%.

Para a Totvs, o comparativo trimestral mostra que, “após uma forte recuperação em ‘V’, a produção de crédito continua sua trajetória de crescimento, e atingiu neste trimestre o seu maior patamar histórico, tendo como um dos destaques o desempenho do segmento de manufatura”.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

O futuro está no céu

A acirrada corrida pelo ‘carro voador’

Além de chamar a atenção no mercado de capitais, as startups de “carros voadores” estão atraindo talentos e parceiros de setores mais tradicionais da economia

XP anuncia investimento na edtech Resilia

A Resilia é uma edtech que combina tecnologias que potencializam o aprendizado individualizado e em comunidade com um método de ensino que capacita potenciais talentos de uma forma mais rápida para o mercado digital

Análise

Investir em ações de banco ainda é uma boa? Veja 3 motivos que deixam a XP Investimentos cautelosa

Se no ano passado a postura era otimista, agora os analistas do setor financeiro da XP estão mais cautelosos, já que o cenário é de preços elevados dos ativos e uma concorrência e intervenções regulatórias preocupantes.

REFORMA TRIBUTÁRIA

PIB pode crescer 1,6% com redução de IR para empresas, indica estudo

O cálculo de 20% teve como base comportamento das empresas depois de um dos maiores aumentos na alíquota do imposto sobre dividendos no mundo – na França, em 2013, de 15,5% para 46%

ESG

‘Equidade racial se tornou prioridade dentro da Vivo’, diz presidente

Dentro da extensa agenda ESG, que concentra ações ambientais, sociais e de governança, a Vivo aposta na equidade racial

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies