Menu
2019-12-25T18:08:29-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
indo ao mercado

Após captar R$ 1 bilhão, Totvs compra Supplier por R$ 455,2 milhões

Com a compra, empresa passa a oferecer crédito B2B, especialmente na relação entre clientes e fornecedores

29 de outubro de 2019
7:42 - atualizado às 18:08
totvs
Imagem: Divulgação/ Instagram da Totvs

A Totvs, empresa de desenvolvimento de software de gestão, anunciou a compra da Supplier, companhia focada em crédito B2B, entre clientes e fornecedores. Trata-se da primeira aquisição realizada pela empresa após a captação de mais de R$ 1 bilhão com o follow-on (oferta subsequente de ações primárias), realizado em maio deste ano.

Nesta segunda-feira (29) os papéis da Totvs eram negociados a R$ 58,28 cada. No ano, a valorização dos ativos é da ordem de 115%. Segundo o BTG Pactual, em relatório recente, as ações da companhia podem se valorizar ainda mais. Veja como deve ser o dia dos investidores na Bula do Mercado.

Segundo a companhia, a compra - no valor de R$ 455,2 milhões - vai permitir que a Totvs acelere a estratégia de criar novos mercados - em particular em Techfin. Foram adquiridas ações que representam 88,8% do capital social da Supplier. Mauro Wulkan e Eduardo Wagner, fundadores da companhia adquirida, seguem como gestores e acionistas, com 11,2% do capital.

Segundo o CEO da Totvs, Dennis Herszkowicz, desde o início do ano a empresa constrói uma estrutura de Techfin, que começou a operar em pagamentos, através da parceria com a Rede. "A partir dessa aquisição, passaremos também a oferecer crédito B2B, com foco nas pequenas e médias, em especial nas relações entre clientes e fornecedores", disse.

"Desta forma, o custo desta modalidade é estruturalmente mais eficiente, permitindo a ampliação, a simplificação e o barateamento do acesso ao crédito pelas empresas".

A Supplier atua em setores da economia onde a Totvs tem forte presença, como manufatura, logística, agro e distribuição. "A aquisição deve reforçar a estratégia de Techfin da Totvs, criada com o objetivo de simplificar, ampliar e baratear o acesso dos clientes a crédito e a demais serviços financeiros", diz a companhia.

Para 2019, a Supplier projeta uma receita líquida de aproximadamente R$ 220 milhões e uma originação de crédito de cerca de R$ 6,5 bilhões. A aquisição ainda depende da aprovação das autoridades concorrenciais brasileiras e da verificação de outras condições usuais para esse tipo de negócio.

Ao longo dos próximos meses, a Totvs e a Supplier devem desenvolver uma plataforma tecnológica que irá permitir uma integração total com os sistemas de gestão das empresas. A plataforma também permitirá o uso de big data, buscando melhorar de maneira contínua os algoritmos de aprovação de crédito.

A Totvs é a maior empresa de desenvolvimento de software de gestão do país, investindo R$ 1,6 bilhão em pesquisa e desenvolvimento nos últimos cinco anos para atender as exigências de 12 setores da economia.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

retomada em pauta

Recuperação está longe de concluída, diz presidente do Fed do Kansas

Esther George fez a declaração durante discurso sobre os bancos comunitários, no qual enfatizou o papel destes para dar estabilidade na crise e apoiar a recuperação

EXILE ON WALL STREET

Bife ancho on sale!

Um país com a trajetória fiscal em xeque mais todas as idiossincrasias tupiniquins deveria ser motivo mais do que suficiente para que todo investidor buscasse diversificação no exterior

inteligência artificial

Elon Musk critica anúncio da Microsoft e expõe insatisfação com projeto de IA

Empresa terá licença exclusiva para o GTP-3, modelo de linguagem de inteligência artificial criado pela OpenAI – iniciativa fundada sem o propósito lucrativo

POTENCIAL DE ALTA DE 41%

Credit Suisse eleva preço-alvo da Suzano, em meio a sinais positivos do mercado de celulose

Analistas dizem que ações são a principal escolha entre as empresas de papel e celulose cobertas pelo banco

números do serasa

Pedidos de recuperação judicial recuam 7% em agosto na comparação anual

Grandes empresas foram as que apresentaram maior diminuição no índice, com queda de 25% nos requerimentos, segundo Indicador de Falências e Recuperação Judicial, mantido pela Serasa Experian

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements