Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-11-04T18:55:57-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Balanço

Bradesco (BBDC4) tem lucro acima do esperado no terceiro trimestre e “empata” com Itaú

Bradesco tem lucro líquido de R$ 6,767 bilhões no terceiro trimestre deste ano, o que representa um aumento de 34,5% em relação ao mesmo período de 2020

4 de novembro de 2021
18:29 - atualizado às 18:55
Telefone celular com tela do aplicativo do Bradesco sobre um teclado de computador
Imagem: Shutterstock

Na corrida dos balanços dos grandes bancos brasileiros, o Bradesco (BBDC4) registrou lucro líquido de R$ 6,767 bilhões no terceiro trimestre deste ano.

O resultado representa um aumento de 34,5% em relação ao mesmo período de 2020 e superou as projeções dos analistas, que apontavam para um lucro de R$ 6,362 bilhões.

Foi praticamente um "empate técnico" com o Itaú, que apresentou lucro de R$ 6,779 bilhões no trimestre. Mas trata-se de um feito notável para o Bradesco, que é menor que o concorrente histórico.

O resultado consolida a volta dos resultados dos grandes bancos privados a níveis próximos aos de antes da crise da covid-19.

“Os números demonstram nossa capacidade de reagir rapidamente às mudanças de cenário”, disse Octavio de Lazari Jr., presidente do Bradesco.

Com o lucro maior, o retorno do segundo maior banco privado brasileiro aumentou de 15,2% para 18,6% no terceiro trimestre. Apesar da melhora, a rentabilidade ficou abaixo tanto do Itaú como do Santander Brasil.

Bradesco acelera no crédito

Assim como o Itaú, o Bradesco mostrou forte avanço no crédito. O saldo da carteira alcançou a marca de R$ 773 bilhões, alta de 6,5% no trimestre e de 16,4% em 12 meses.

Com isso, o banco decidiu revisar para cima a projeção de crescimento do crédito neste ano para um intervalo entre 14,5% e 16,5%. A estimativa anterior era de uma expansão de até 13%.

As linhas de financiamento para pessoas físicas apresentaram alta de 24,7% em 12 meses e as de pequenas e médias empresas aumentaram 27,8% em relação ao terceiro trimestre do ano passado.

O índice de inadimplência acima de 90 dias na carteira do banco segue relativamente sob controle e atingiu 2,6% em setembro, alta de 0,1 ponto percentual no trimestre.

A forte queda de 40% nas despesas com provisão para calotes, aliás, ajuda a explicar o lucro acima do esperado do Bradesco.

Tesouraria do Bradesco derrapa

Ao contrário do que aconteceu com Itaú e Santander, o balanço do Bradesco contou com uma contribuição menor da Tesouraria. O resultado das operações do banco com o mercado caiu quase 34% em relação ao terceiro trimestre do ano passado.

O desempenho mais fraco da Tesouraria fez com que a margem financeira — que também contabiliza as receitas com crédito descontados os custos de captação — aumentasse apenas 2,7%, para R$ 15,7 bilhões.

Tarifas e despesas

As receitas de prestação de serviços do Bradesco também apresentaram evolução e aumentaram 7,8% em relação ao terceiro trimestre de 2020. Esse avanço foi puxado pelas tarifas ligadas a produtos de crédito, como cartões.

Mas o banco segue sofrendo pressão da maior concorrência em negócios como administração de fundos e conta corrente.

O Bradesco segue fazendo a lição de casa do lado das despesas operacionais, que aumentaram apenas 1,3% na comparação com o período de julho a setembro de 2020.

Leia também:

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

DINHEIRO NA CONTA

Dividendos: Vibra (VBBR3) distribui R$ 148,5 milhões em JCP

Valor refere-se à segunda parcela de pagamento aos acionistas anunciado quando a Vibra ainda atendia como BR Distribuidora

Rumo aos dois dígitos

Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 9,25%

Aumento da taxa básica dispara gatilho de mudança na forma de remuneração da poupança. Veja como fica o retorno das aplicações conservadoras de renda fixa agora que o Banco Central elevou a Selic mais uma vez

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

BC aumenta a Selic, Nubank conclui IPO e mercado reage bem à PEC dos precatórios; veja o que marcou esta quarta-feira

Conforme esperado pelos economistas após dados recentes mais fracos da atividade econômica brasileira, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu elevar a taxa básica de juros em 1,5 ponto percentual, a 9,25% ao ano, em sua última reunião do ano. Se em muitos momentos ao longo de 2021 o mercado acionário reagiu ao […]

2022 MAIS GORDO

Dividendos e JCP: Copel (CPLE6) engrossa a lista de pagamentos milionários aos acionistas; não fique fora dessa

Data da remuneração ainda não foi definida pela empresa, mas valerá para aqueles com posição até 30 de dezembro deste ano

FECHAMENTO DO DIA

Investidores tentam equilibrar noticiário e Ibovespa emplaca mais um dia de alta; dólar tem queda firme com ômicron no radar

Com o avanço da PEC dos precatórios, a pandemia se torna um dos únicos gatilhos negativos a rondar o Ibovespa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies