';

🔴 O ‘NOVO PETRÓLEO’ FOI ENCONTRADO E JÁ É MOTIVO DE DISPUTA NO MUNDO — DESCUBRA AQUI

Cotações por TradingView
2021-11-04T18:55:57-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Balanço

Bradesco (BBDC4) tem lucro acima do esperado no terceiro trimestre e “empata” com Itaú

Bradesco tem lucro líquido de R$ 6,767 bilhões no terceiro trimestre deste ano, o que representa um aumento de 34,5% em relação ao mesmo período de 2020

4 de novembro de 2021
18:29 - atualizado às 18:55
Telefone celular com tela do aplicativo do Bradesco sobre um teclado de computador Bradesco (BBDC4) dividendos
Imagem: Shutterstock

Na corrida dos balanços dos grandes bancos brasileiros, o Bradesco (BBDC4) registrou lucro líquido de R$ 6,767 bilhões no terceiro trimestre deste ano.

O resultado representa um aumento de 34,5% em relação ao mesmo período de 2020 e superou as projeções dos analistas, que apontavam para um lucro de R$ 6,362 bilhões.

Foi praticamente um "empate técnico" com o Itaú, que apresentou lucro de R$ 6,779 bilhões no trimestre. Mas trata-se de um feito notável para o Bradesco, que é menor que o concorrente histórico.

O resultado consolida a volta dos resultados dos grandes bancos privados a níveis próximos aos de antes da crise da covid-19.

“Os números demonstram nossa capacidade de reagir rapidamente às mudanças de cenário”, disse Octavio de Lazari Jr., presidente do Bradesco.

Com o lucro maior, o retorno do segundo maior banco privado brasileiro aumentou de 15,2% para 18,6% no terceiro trimestre. Apesar da melhora, a rentabilidade ficou abaixo tanto do Itaú como do Santander Brasil.

Bradesco acelera no crédito

Assim como o Itaú, o Bradesco mostrou forte avanço no crédito. O saldo da carteira alcançou a marca de R$ 773 bilhões, alta de 6,5% no trimestre e de 16,4% em 12 meses.

Com isso, o banco decidiu revisar para cima a projeção de crescimento do crédito neste ano para um intervalo entre 14,5% e 16,5%. A estimativa anterior era de uma expansão de até 13%.

As linhas de financiamento para pessoas físicas apresentaram alta de 24,7% em 12 meses e as de pequenas e médias empresas aumentaram 27,8% em relação ao terceiro trimestre do ano passado.

O índice de inadimplência acima de 90 dias na carteira do banco segue relativamente sob controle e atingiu 2,6% em setembro, alta de 0,1 ponto percentual no trimestre.

A forte queda de 40% nas despesas com provisão para calotes, aliás, ajuda a explicar o lucro acima do esperado do Bradesco.

Tesouraria do Bradesco derrapa

Ao contrário do que aconteceu com Itaú e Santander, o balanço do Bradesco contou com uma contribuição menor da Tesouraria. O resultado das operações do banco com o mercado caiu quase 34% em relação ao terceiro trimestre do ano passado.

O desempenho mais fraco da Tesouraria fez com que a margem financeira — que também contabiliza as receitas com crédito descontados os custos de captação — aumentasse apenas 2,7%, para R$ 15,7 bilhões.

Tarifas e despesas

As receitas de prestação de serviços do Bradesco também apresentaram evolução e aumentaram 7,8% em relação ao terceiro trimestre de 2020. Esse avanço foi puxado pelas tarifas ligadas a produtos de crédito, como cartões.

Mas o banco segue sofrendo pressão da maior concorrência em negócios como administração de fundos e conta corrente.

O Bradesco segue fazendo a lição de casa do lado das despesas operacionais, que aumentaram apenas 1,3% na comparação com o período de julho a setembro de 2020.

Leia também:

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

BATALHA SOCIETÁRIA

Na disputa com Tanure, Esh Capital volta a aumentar participação na Gafisa (GFSA3)

27 de janeiro de 2023 - 9:41

A gestora de Vladimir Timerman comprou mais ações e aumentou a participação na Gafisa para aproximadamente 15,8%

AQUILO QUE AINDA NÃO SABEMOS

Americanas (AMER3): Confira seis perguntas que seguem sem resposta duas semanas após a revelação do rombo bilionário

27 de janeiro de 2023 - 9:28

Mercado assumiu postura de desconfiança diante das falhas de comunicação e daquilo que encaram como falta de transparência por parte da Americanas (AMER3)

FAZENDO HISTÓRIA

Fim da ‘Guerra Infinita’? Avatar 2 derrota Vingadores e se torna a 5ª maior bilheteria da história do cinema

27 de janeiro de 2023 - 9:27

Após menos de dois meses desde a estreia, a produção atingiu a marca de US$ 2,054 bilhões (cerca de R$ 10,41 bilhões) em arrecadação, segundo o Box Office Mojo

LINHA D'ÁGUA

Made in America(nas): o que temos a aprender com o rombo na Americanas

27 de janeiro de 2023 - 9:19

O caso da Americanas mostra uma vez mais que o segredo de um investidor consistente no longo prazo é a diversificação

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

O prato preferido dos dirigentes do Fed: Inflação nos EUA, erro bilionário no BC, FIIs em 2023 e outras notícias do dia

27 de janeiro de 2023 - 8:19

O PCE, o índice de inflação favorito dos dirigentes do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), deve ser divulgado às 10h30

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies