Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-07-06T18:20:44-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
a volta do happy hour?

BofA vê Ambev beneficiada pela atividade de bares e restaurantes, mas diz que custos continuam subindo

Banco manteve a recomendação de venda para as ações da Ambev e o preço-alvo de R$ 15

6 de julho de 2021
18:15 - atualizado às 18:20
Close,Up,Of,Seven,Bottles,Of,American,Beer,Budweister,On
Budweiser, marca da Ambev - Imagem: Shutterstock

O Bank of America diz ver a Ambev (ABEV3) sendo "bastante promocional" durante o segundo trimestre, em uma estratégia da companhia para apoiar a retomada da atividade de bares e restaurantes, segundo relatório desta terça-feira (6).

Para o banco, a estratégia da empresa deve resultar em volumes de bebidas vendidos, preços e mix de produtos mais fortes no segundo trimestre. "A Heineken manteve os preços inalterados, mas a disponibilidade de produtos tem aumentado, principalmente das marcas Heineken e Amstel".

O BofA cita um número crescente de varejistas oferecendo a Beck’s e uma taxa de penetração do projeto aumentando de 15% em dezembro para quase 40% em junho.

A marca seria uma concorrente direta da Heineken, sendo um tomador de preços no canal de varejo. Mas a Ambev já sinalizou a possibilidade de estender essa linha de produtos para bares e restaurantes, o que deve ajudar no mix de produtos.

A Amstel continua aumentando a penetração no canal local e chegou a taxa de 10%, lembra o BofA. A marca Heineken tem uma taxa de penetração de 43%.

Amstel é uma ameaça para a Budweiser, pois é mais barata. A Heineken é o melhor concorrente da categoria no canal de bares e restaurantes, estando presente em mais de 40% dos pontos de venda. O BofA vê potencial para vendas cruzadas entre as duas marcas.

Apesar dos números animadores, o BofA manteve a recomendação de venda para as ações da Ambev e o preço-alvo de R$ 15.

O banco projeta um segundo semestre mais difícil no mercado brasileiro, por conta da base de comparação, e fala na possibilidade de a concorrência ser mais acirrada no período.

Apesar da valorização do real no segundo trimestre, o BofA lembra que o índice de custos segue em tendência de alta para cervejaria: aumentou 22% desde o início do ano.

Segundo o banco, o aumento do custo deve ocorrer apenas em 2022, uma vez que a AmBev faz hedge um ano à frente, e deve provocar uma contração das margens.

A Ambev divulga os resultados do segundo trimestre no próximo dia 29. No balanço mais recente, a empresa registrou receita de R$ 16,6 bilhões, um salto de 27,8% na comparação anual, apoiado pela maior venda de cerveja.

O custo dos produtos vendidos aumentou 35,3% em um ano e as despesas com vendas, gerais e administrativas avançaram 13,9%. O movimento teve influência da taxa de câmbio, preço maior das commodities e provisões com remuneração variável.

O lucro líquido da Ambev nos primeiros três meses de 2021 foi de R$ 2,7 bilhões, mais que o dobro do reportado no mesmo período do ano passado. Na bolsa, a empresa acumula alta de 28% nos últimos 12 meses.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Expandindo a carteira digital

De olho no open banking, PicPay compra Guiabolso e expande ainda mais a carteira

O PicPay comprou o Guiabolso e, com isso, tornou-se player relevante nas discussões de open banking, além de dar continuidade à expansão

Acordo fechado

Samarco e advogados entram em acordo para reduzir honorários em mais de 80%

Até então, uma decisão na justiça tornava a administração judicial do processo a mais cara da história

Cripto-Unicórnio

Plataforma de negociação de NFT é primeiro unicórnio do mundo cripto com US$ 1,5 bi em valor de mercado

Em meio ao crash do mercado, a negociação de NFTs esfriou significativamente, mas voltaram a subir nos últimos meses

Sondagem Industrial

Pandemia ainda afeta oferta e custo de matérias-primas, afirma CNI

O problema é mencionado por 68,3% das indústrias pesquisadas. Em seguida, a elevada carga tributária (34,9%) e a taxa de câmbio (23,2%)

Exile on Wall Street

Para ser faixa-preta nos investimentos é preciso ter a paciência japonesa

Na literatura de alocação de ativos, “momentum” é a tendência que um ativo tem de continuar subindo apenas porque… já vem subindo. Nos últimos 30 anos, dezenas de estudos acadêmicos e gestores sistemáticos praticantes têm validado a existência de um prêmio por momentum no mercado de ações. Contrariando o senso comum, seria possível ganhar dinheiro […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies