Menu
2021-04-27T08:08:29-03:00
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo
Esquenta dos Mercados

Reunião do Fed aumenta cautela do exterior enquanto cenário doméstico se divide entre balanços, IPCA-15 e CPI

Confira quais os principais eventos e indicadores para ficar atento nesta semana cheia

27 de abril de 2021
8:08
Business,Documents,On,Office,Table,With,Smart,Phone,And,Digital
Imagem: Shutterstock

A semana começa com o noticiário cheio para o investidor. Além das movimentações das empresas por causa da temporada de balanços, as aquisições também fazem seu barulho. 

Em dia de IPCA-15, que traz uma prévia da inflação oficial, o investidor deve ficar de olho também no cenário doméstico, parcialmente voltado para Brasília. Os trabalhos da CPI da Covid devem começar com uma forte turbulência, com rusgas e atritos entre relatores e acusados. Mas a chegada das reformas administrativa e tributária à mesa do Congresso podem tirar os olhos da CPI. 

Entretanto, a atenção está dividida com a temporada de balanços das empresas. Depois da Vale, a Petrobras é outra grande empresa que irá divulgar seus resultados de produção e venda no primeiro trimestre. As duas gigantes costumam dar peso nos negócios, tanto na subida quanto na queda. 

No cenário externo, os investidores estão à espera do início da reunião do Federal Reserve. As expectativas giram em torno da fala de Jerome Powell após a decisão da política monetária, que responderá a pergunta que todos querem ouvir: quando a compra de ativos e estímulos à economia irão acabar? Vale lembrar que esta semana saem os dados de inflação dos EUA, o que deve preocupar ainda mais os investidores.

A preocupação com o dragão gringo (e o dragão doméstico) podem ser mais fortes do que as boas notícias. 

Enquanto não saem maiores dados sobre ambos, fique por dentro das principais notícias para esta terça-feira (27):

CPI da Covid

A instauração de uma Comissão de Inquérito Parlamentar (CPI) para analisar se houve omissão por parte do governo federal no combate à pandemia começou de maneira agitada. Em primeiro lugar, uma liminar enviada ao Congresso pretendia retirar o relator Renan Calheiros da condução da investigação. O Senado federal já afirmou que irá “ignorar” a decisão do juiz que impede a indicação do senador para a chefia da CPI.

Além disso, o documento elaborado pela Casa Civil aponta 23 acusações de omissão por parte do presidente Jair Bolsonaro no combate à pandemia. A lista foi revelada em primeira mão por um colunista do UOL no último domingo (25).

Indo às compras

O grupo Soma anunciou no final da tarde de ontem que comprou a Cia. Hering.Dessa forma, a empresa entrará em um nicho ainda não explorado por outras marcas do grupo (como Farm e Animale): o comércio de roupas populares.

A Arezzo, já estava flertando com a compra da Hering, mas os R$ 5,1 bilhões, atribuindo um valor de R$ 33,00, devem ter falado mais alto. 

Os 2.200%

A Vale registrou um lucro de US$ 5,5 bilhões no 1º trimestre de 2021. Isso representa um aumento de 2.200% em relação ao mesmo período do ano passado. A alta no lucro se deve a um aumento do preço do minério de ferro no mercado global. 

A alta na produção também deve ser destacada. Com a retomada da atividade econômica em países como China e EUA, a demanda pela commodity aumentou nos primeiros meses deste ano.

Os 0,3%

O aumento de impostos proposto pelo presidente americano Joe Biden atingiria apenas 0,3% dos contribuintes, de acordo com a Reuters.Biden pretende fazer o maior aumento de impostos desde 1920 para pessoas com mais de US$ 1 milhão em ganhos de salário ou investimentos. 

De acordo com Brian Deese, que dirige o Conselho Econômico Nacional de formulação de políticas de Biden, a medida afetaria diretamente cerca de 500 mil famílias. "Precisamos fazer algo para equalizar a tributação do trabalho e da riqueza neste país", disse Deese para repórteres. "E é por isso que as reformas que o presidente vai apresentar se concentram nessa faixa de pessoas de alto escalão”.

A expectativa do mercado é de que o aumento de impostos seja efetivamente anunciado esta semana pelo presidente.

Federal Reserve

Começa hoje a reunião do Federal Reserve, o Banco Central americano, para decidir sobre a política monetária para os próximos meses. A expectativa é de que a instituição mantenha sua política de compra de ativos e não aumente a taxa de juros. 

A decisão ocorre dias antes da divulgação de dados sobre a inflação dos EUA, o que pode aumentar a preocupação dos investidores. Após a decisão, o presidente do Fed, Jerome Powell, concede entrevista. Tradicionalmente, o mercado fica atento à fala de Powell, que também comenta sobre perspectivas econômicas e estimativas de quando acabará a política de estímulos.

Bolsas pelo mundo

Os principais índices da Ásia fecharam sem direção única na manhã desta terça-feira. Os investidores aumentaram a cautela antes da reunião de política monetária do Federal Reserve.

Na mesma direção, as bolsas da Europa operam em baixa, também refletindo a cautela pré-Fed e de olho na temporada de balanços. Apesar dos resultados das empresas estarem apontando para uma retomada das atividades, o aumento de casos em países como Índia e Brasil preocupa.

Por fim, os futuros de Nova York operam com leves ganhos, próximos à estabilidade. Os investidores de Wall Street também estão de olho no Fed e nos balanços, mas ainda mais atentos ao aumento de impostos proposto por Joe Biden para as empresas. 

Agenda do dia

Confira os principais eventos e indicadores econômicos para esta terça-feira (27):

  • IBGE: IPCA-15 de abril (9h)
  • Banco Central: Relatório de estabilidade Financeira (REF) do segundo semestre de 2020 (9h30)
  • Governo Federal: Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (CPPI) faz reunião com a presença de Jair Bolsonaro (16h)
  • Estados Unidos: Índice de confiança do consumidor de abril (11h)
  • Estados Unidos: Estoques de petróleo e derivados (17h30)

Empresas

  • Antes da abertura, a 3M divulga seu balanço nos EUA
  • Antes da abertura, General Eletric (GE) divulga seus dados do primeiro trimestre nos EUA
  • Após o fechamento de mercado, a Petrobras divulga relatório de produção e vendas do primeiro trimestre
  • Após o fechamento, a Cielo divulga seu balanço
  • Após o fechamento, a Microsoft divulga seu balanço
  • Após o fechamento, a Visa divulga seu balanço
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Novo competidor

Grupo catarinense que fatura R$ 8,8 bi vai abrir 1º atacarejo no estado de SP

O Grupo Pereira vai abrir uma unidade da Fort Atacadista, sua bandeira de atacarejo, na cidade de Jundiaí; forte competição em SP é desafio

Tensão em Brasília

Racha no Congresso põe reformas em xeque

A decisão do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), de fatiar a reforma tributária foi vista como a pá de cal nas chances de avanço das reformas no Congresso até o fim do atual governo. Embora Lira tenha prometido abrir o diálogo com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para definir os próximos passos, […]

Rapidinhas da semana

BLINK: Itaúsa, B2W, Eletrobras e mais recomendações rápidas

Felipe Miranda, sócio-fundador e CIO da Empiricus, fala sobre Alpargatas, Eletrobras, Itaúsa, Lojas Americanas e muito mais no Blink

Reserva de emergência

Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo, vende ações da Amazon e põe US$ 5 bi na conta

O bilionário Jeff Bezos vendeu cerca de 1,5 milhão de ações da Amazon nos últimos dias e pode vender outros 500 mil papéis em breve

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies