Menu
2021-05-24T11:50:19-03:00
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo
segredos da bolsa

Dados do IPCA-15, desemprego do Caged e CPI da Covid marcam a semana para a bolsa

Além disso, a agenda também conta com um evento sobre moedas digitais, o que pode animar o mercado cripto

24 de maio de 2021
8:11 - atualizado às 11:50
desemprego
Imagem: Shutterstock

O noticiário foi esfriando cedo na semana passada. Desde a última quarta-feira (19), quando foi divulgada a ata do Fed sobre a política monetária, os principais índices internacionais passaram a repercutir o fato até a sexta-feira (21) e, sem maiores avanços no noticiário, o marasmo reinou.

Mesmo assim, o principal índice da bolsa brasileira conseguiu sustentar os 122 mil pontos até o último pregão, e o dólar também encerrou a semana em sua trajetória de queda. Os dados de gerente de compras (PMI) da Europa e Estados Unidos deram um último e curto respiro para as bolsas internacionais.

Mas nova semana, novos desafios.

Aviso de live

Segunda-feira é dia de live! Nosso repórter Victor Aguiar comenta os principais destaques para a semana no nosso Instagram. É às 9h30, não perca!

Os principais eventos da semana

Começamos com a dirigente do Fed, Lael Brainard, fazendo um discurso sobre moedas digitais em evento da CoinDesk. Vale lembrar que os EUA estão no mesmo caminho de outros países, como a China, para a criação de sua moeda digital. Na semana passada, o Federal Reserve não descartou o início das discussões sobre o tema, o que animou os mercados de cripto.

Por falar em criptomoedas, o bitcoin teve uma semana difícil. E, como o mercado não para durante o fim de semana, os investidores estão buscando se recuperar do prejuízo. O último prego do caixão foi na sexta-feira, quando a China decidiu iniciar restrições para mineração de bitcoin.

Na terça-feira (25) está marcada a divulgação do IPCA-15, e na quinta-feira (27), dados sobre o desemprego do IBGE/Caged. O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, e o ministro da Economia, Paulo Guedes, participam de evento do BTG no meio da semana. 

A expectativa é de que ambos deem perspectivas para o mercado de como conduzirão a economia nos novos tempos. Enquanto países da Europa e os Estados Unidos estão com uma vacinação avançada e já falam em “era pós-covid”, o Brasil mal chegou aos 20% da população imunizada com as duas doses. 

Além disso, o Brasil pode ficar em descompasso com o mundo, tendo em vista que, por questões sanitárias, alguns países podem recusar carne e outros produtos mais sensíveis a esse tipo de restrição.  

No meio disso, o ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, deve fazer um novo depoimento à CPI da Covid. Ontem (23), o general da ativa participou de evento político com o presidente da República, Jair Bolsonaro.

A presença de Pazuello, sem máscara, na manifestação foi vista como uma afronta à CPI da Covid. O senador Otto Alencar (PSD-BA) disse à CNN Brasil que Eduardo Pazuello, Marcelo Queiroga e Fabio Wajngarten devem ser reconvocados pela Comissão.

Confira esses e outros destaques para esta semana:

Agenda semanal

Segunda-feira (24):

  • Estados Unidos: Dirigente do Fed, Lael Brainard discursa sobre moedas digitais em evento da CoinDesk (10h)
  • Banco Central: Roberto Campos Neto, presidente do BC, participa de evento da eB Capital (14h)
  • Brasil: Balança comercial semanal (15h)

Terça-feira (25):

  • Brasil: IPC Fipe semanal (5h)
  • FGV: Sondagem do consumidor de maio e IPC-S Capitais semanal (8h)
  • IBGE: IPCA-15 de maio (9h)
  • Banco Central:  Roberto Campos Neto, presidente do BC, participa de evento do BTG (10h)
  • Estados Unidos: Índice de sentimento do consumidor de maio, venda de novas moradias em abril (11h)
  • Estados Unidos: Diretora-gerente do FMI, Kristalina Georgieva, concede entrevista ao Washington Post (11h)
  • Brasil: Ministro da Economia, Paulo Guedes, participa de evento do BTG (17h)

Quarta-feira (26):

  • FGV: Sondagem da Construção em maio (8h)
  • Estados Unidos: Secretária do Tesouro, Janet Yellen, preside reunião da Comissão de Educação Financeira (10h)
  • Estados Unidos: Estoques de petróleo (11h30)
  • Brasil: Tesouro divulga relatório mensal da dívida pública federal de abril (sem hora marcada)

Quinta-feira (27):

  • Brasil: IBGE/PNAD Contínua divulga taxa de desemprego do trimestre até março (9h)
  • Estados Unidos: PIB do primeiro trimestre, estimativa do PCE e núcleo do PCE do primeiro trimestre e pedidos de auxílio desemprego (9h30)
  • Estados Unidos: Secretária do Tesouro, Janet Yellen, testemunha perante comitê da Câmara dos Representantes (12h)

Sexta-feira (28):

  • FGV: IGP-M de maio (8h)
  • Estados Unidos: Renda pessoal de abril, gastos com consumo, índice de preços com consumo (PCE) e núcleo do PCE (9h30)
  • Brasil: Caged divulga a geração de emprego formal em abril (sem hora marcada)
  • Estados Unidos: Presidente dos EUA, Joe Biden, pública proposta Orçamentária para 2022 (sem hora marcada)
  • Reino Unido: Reunião dos presidentes dos BCs e ministros de finanças do G7 (sem hora marcada)
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

comissão no senado

Relator da CPI da Pandemia divulga lista de investigados; confira

Na condição de investigados, a CPI poderá também aprovar quebra de sigilos e operações de busca e apreensão em endereços ligados a eles

Maquininhas internacionais

De malas prontas: presidente da Getnet revela planos para o início das operações na Europa em 2022

A empresa se tornou peça-chave nos planos do espanhol Santander de criar uma plataforma global de pagamentos

Renda variável

Na batalha das corretoras, Rico vai zerar taxa em operações com opções

A medida busca tornar a corretora mais competitiva e reforçar a atuação do grupo no ramo da renda variável

Concursos públicos

De olho nos concurseiros, Yduqs anuncia aquisição da plataforma de EaD Qconcursos

Plataforma de cursos preparatórios para concursos públicos tem 412 mil alunos pagantes e mira mercado potencial de 17 milhões de pessoas; valor da operação não foi divulgado

Mostrando as garras

Dirigente do Fed fala em alta de juros em 2022 e admite postura mais agressiva contra inflação

Em entrevista à CNBC, Bullard disse que o Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC, na sigla em inglês) adotou uma posição mais dura no encontro deste mês

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies