⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula, Bolsonaro, Ciro e Tebet querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2020-02-10T11:48:43-03:00
Estadão Conteúdo
após fala de guedes

‘Todo serviço público tem que ser tratado com respeito’, diz Maia

Presidente da Câmara criticou o uso de “termos pejorativos” para defender a reforma administrativa, mas disse apoiar a decisão do governo de promover uma reforma administrativa ainda este ano

10 de fevereiro de 2020
11:48
30/11/2018 PPI –  Reunião com Grupo de Integrantes da Juventude
(Brasília - DF, 30/11/2018) Rodrigo Maia. - Imagem: Marcos Corrêa/PR

Sem citar o nome do ministro da Economia, Paulo Guedes, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, criticou o uso de "termos pejorativos" para defender a reforma administrativa, mas disse apoiar a decisão do governo de promover uma reforma administrativa ainda este ano.

"Todos os serviços públicos têm que ser tratados com muito respeito e usos de termos pejorativos criam conflitos, mas há uma concentração de renda que a população não concorda mais", disse Maia durante café da manhã na Federação das Indústrias do Rio de Janeiro.

"O Estado custa muito e serve pouco, estou otimista que vamos mudar isso com reformas", completou. Na sexta-feira, Guedes comparou os servidores públicos a parasitas que estariam matando o hospedeiro, se referindo aos gastos que o governo tem com o funcionalismo.

Maia afirmou, no entanto, que a decisão do governo de elaborar um projeto de lei que considere mudanças no funcionalismo somente para os novos concursados vai ajudar sua aprovação.

"O sistema novo vai ser implementado nos novos concursos, isso ajuda a tramitação (no Congresso). Muda a estabilidade, a promoção passa a ser por mérito e não mais pelo tempo de serviço, vão ter dois sistemas funcionando um contra o outro, mas em algum momento o antigo vai acabar", explicou Maia, sendo muito aplaudido.

"Há uma grande concentração de renda que a população não concorda mais", afirmou. Segundo ele, além da reforma administrativa, a reforma tributária também e muito importante para o País voltar a crescer e previu que, em quatro a cinco meses, os parlamentares devem aprovar a PEC 45, do deputado Baleia Rossi (MDB/SP). "A (reforma) tributária pode ajudar na geração de empregos", avaliou.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

ELEIÇÕES 2022

Último Datafolha mostra Lula com 50% das intenções de voto, contra 36% de Bolsonaro; petista manteve vantagem e pode levar o pleito no primeiro turno

1 de outubro de 2022 - 18:12

A última pesquisa Datafolha antes do primeiro turno acaba de ser divulgada e mostra que a distância entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a aumentar.  O levantamento publicado neste sábado indica que Lula tem 50% dos votos válidos contra 36% de Bolsonaro. A pontuação do […]

ELEIÇÕES 2022

Lula oscila para baixo, mas mantém vantagem sobre Bolsonaro e ainda pode vencer no primeiro turno, revela última pesquisa do IPEC

1 de outubro de 2022 - 18:06

Lula lidera o levantamento do Ipec, antigo Ibope, com 51% das intenções de voto. Bolsonaro vem em segundo lugar, com 37%

Exclusivo Seu Dinheiro

Dividendos da Petrobras (PETR4) podem ser taxados após as eleições: saiba o que cada candidato à presidência propõe sobre o tema

1 de outubro de 2022 - 17:00

Todos querem cobrar Imposto de Renda sobre seus dividendos, mas Lula, Bolsonaro, Ciro e Simone Tebet têm propostas diferentes sobre o tema

O FUTURO CHEGOU?

“Exterminador do Futuro” versão Tesla: Elon Musk apresenta o robô humanoide Optimus; confira

1 de outubro de 2022 - 16:14

Inicialmente, o robô realizará trabalhos repetitivos, e considerados perigosos, como mover peças em diferentes lugares das fábricas da Tesla; cada humanoide custará, em média, US$ 20 mil

Exclusivo Seu Dinheiro

Eleições 2022: conheça a ação de petróleo barata e que te ajuda a ‘fugir’ do risco de intervenção política na Petrobras (PETR4)

1 de outubro de 2022 - 16:00

Empresa vem apresentando resultados positivos e não deve sofrer consequências de qualquer resultado que venha das urnas em outubro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies