⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula, Bolsonaro, Ciro e Tebet querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2020-02-11T13:38:27-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Reação à fala polêmica

Deputado da oposição quer convocar Guedes para explicar fala sobre servidores na Câmara

Guedes chamou servidor de “parasita” durante palestra na última sexta-feira

11 de fevereiro de 2020
12:24 - atualizado às 13:38
Paulo Guedes está na mira de políticos e associações após chamar funcionários públicos de "parasitas"
Ministro disse que não falava de pessoas, mas "do risco de termos um Estado parasitário, aparelhado politicamente financeiramente inviável" - Imagem: Cleia Viana / Câmara dos Deputados

O deputado Professor Israel Batista (PV-DF) protocolou nesta segunda-feira, 10, requerimento para convocar o ministro da Economia, Paulo Guedes, para prestar esclarecimentos à Câmara após ter classificado os funcionários públicos como "parasitas".

A declaração, dada na última sexta-feira, 7, também levou o Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário Federal no Estado de São Paulo (Sintrajud) a apresentar ao Ministério Público Federal uma representação contra Guedes.

"O funcionalismo teve aumento de 50% acima da inflação, tem estabilidade de emprego, tem aposentadoria generosa, tem tudo. O hospedeiro está morrendo", disse Guedes, durante o seminário Pacto Federativo, realizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). "O cara (funcionário público) virou um parasita e o dinheiro não está chegando no povo".

Para Israel Batista, a colocação de Guedes configura "grave ofensa a todos os 12 milhões de servidores públicos brasileiros" e atenta contra o decoro do cargo de ministro. Já o Sintrajud, na representação enviada ao MPF, sustenta que não existe "a garantia da liberdade de expressão para imputar comportamento como aquele mencionado pelo denunciado ao conjunto de servidores públicos".

O sindicato quer ainda que Guedes explique quem são os servidores que teriam recebido aumento de "50% acima da inflação".

Além da entidade, o Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate), que representa 200 mil servidores públicos, havia indicado que estudava recorrer à Justiça contra o "assédio institucional"

Após a declaração, o Ministério da Economia divulgou nota afirmando que o chefe da pasta "reconhece a qualidade do servidor público" e alegando que a imprensa "retirou de contexto" a declaração.



Paulo Guedes ainda se desculpou pela frase nesta segunda-feira. O ministro afirmou que não falava de pessoas, mas "do risco de termos um Estado parasitário, aparelhado politicamente financeiramente inviável". "Me expressei mal e peço desculpas não só aos meus queridos familiares e amigos mas a todos os exemplares funcionários públicos a quem eu possa descuidadamente ter ofendido", disse.

Diretor do Sintrajud e servidor do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, Tarcísio Ferreira indica que apesar do "genérico pedido de desculpas", "a transcrição das frases mostra de maneira bem clara e objetiva a compreensão que ele e o governo têm sobre os servidores públicos".

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

ELEIÇÕES 2022

Eleições 2022: Acompanhe o resultado da apuração para presidente no exterior

2 de outubro de 2022 - 19:27

A apuração começa depois das 17h, no horário de Brasília. Veja o resultado da eleição de presidente, de acordo com dados do TSE

Eleições 2022

Eleições 2022: acompanhe o resultado das eleições para governador de Santa Catarina

2 de outubro de 2022 - 19:10

A apuração começou depois das 17h, no horário de Brasília. Veja o resultado da eleição para governador de Santa Catarina, de acordo com o TSE

APURAÇÃO POR ESTADO

Eleições 2022: Helder Barbalho é reeleito governador do Pará em primeiro turno

2 de outubro de 2022 - 18:56

Acompanhe a apuração das eleições por estado aqui no Seu Dinheiro

ELEIÇÕES 2022

Eleições 2022: Acompanhe a apuração da eleição para governador do Rio Grande do Sul (RS)

2 de outubro de 2022 - 18:44

No Rio Grande do Sul (RS), Eduardo Leite (PSDB) disputa a reeleição com o ex-ministro Onyx Lorenzoni (PL); acompanhe o resultado

APURAÇÃO POR ESTADO

Eleições 2022: Petista sai à frente na disputa pelo governo do Ceará; candidato de Ciro vem em terceiro lugar

2 de outubro de 2022 - 18:38

Acompanhe a apuração das eleições por estado aqui no Seu Dinheiro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies