ESQUEÇA BITCOIN: outra criptomoeda de R$ 4 pode valer R$ 80 em breve; conheça aqui

Cotações por TradingView
2020-10-16T16:53:54-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Prévia dos balanços

Foi dada a largada! Weg e Hypera divulgam resultados do terceiro trimestre; saiba o que esperar

Os balanços do terceiro trimestre devem mostrar a força das empresas para a retomada pós-pandemia. Nesta semana, Weg e Hypera são os destaques

19 de outubro de 2020
5:55 - atualizado às 16:53
weg, hypera pharma, balanços
Imagem: Montagem Andrei Moraes/ Seu Dinheiro

Você piscou e entramos mais uma vez na temporada de balanços. Depois dos resultados sangrentos do segundo trimestre, refletindo o pior momento da crise do coronavírus, os números do terceiro trimestre devem dar uma dimensão maior sobre a capacidade de recuperação do mercado brasileiro.

Quais serão os setores e empresas vencedoras desse período tão delicado? Isso a gente só vai descobrir no meio de novembro, quando todas as empresas já tiverem divulgado os seus resultados, mas temos um mês inteirinho que promete ser de altas emoções para o mercado. 

A largada foi dada pela Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), na última quinta-feira. Ainda estamos aquecendo os motores. Nesta semana, outras duas empresas do Ibovespa irão divulgar os seus resultados: Hypera (HYPE3) e Weg (WEGE3)

Até o fim do período de divulgação, você pode acompanhar os principais resultados e saber o que esperar dos números das empresas do Ibovespa com a equipe do Seu Dinheiro. Ninguém gosta de ser pego desprevenido, não é mesmo?

Confira o calendário completo e as expectativas do mercado para Weg e Hypera, empresas que são os destaques da semana e que divulgam os seus resultados na quarta-feira e sexta-feira, respectivamente.

  • Quarta-feira (21)
    • Weg (WEGE3) - antes da abertura
  • Sexta-feira (23)
    • Hypera (HYPE3) - após o fechamento

Weg - Sem tempo ruim

Não há como negar: a Weg (WEGE3) é uma das empresas que saem como vencedoras da crise do coronavírus. Enquanto o Ibovespa acumula queda superior a 14% no ano, a fabricante de equipamentos para indústria registra uma valorização superior a 130% desde janeiro. Nada mal para um ano marcado por uma pandemia e uma crise em escala global...

O ganho fenomenal de valor de mercado fez da Weg uma verdadeira fábrica de bilionários. No segundo trimestre, que compreendeu o primeiro período totalmente afetado pela crise do coronavírus, a Weg foi na contramão dos balanços vermelhos do último trimestre e divulgou um resultado sólido e forte que agradou e muito o mercado. 

Aliás, solidez tem sido uma das principais características da companhia nos últimos anos — o que levou a uma expansão de lucro e receita mesmo no turbulento momento em que vivemos.

Enquanto muitas empresas viram o resultado virar pó, a Weg teve um lucro líquido de R$ 514,375 milhões no 2º trimestre, crescimento de 32,2% com relação ao ano passado. A receita líquida foi a R$ 4,063 bilhões, alta de 23,7% na mesma base de comparação. O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) também teve uma alta expressiva de 36,3%, indo a R$ 732,2 milhões.

Para as analistas do Itaú BBA, a Weg deve continuar surpreendendo e pode ser um dos principais destaques do setor de bens de capital. Em relatório recente, a instituição projetou uma receita trimestral recorde, com alta de 33%, avanço de 42,9% no Ebitda e 37,6% superior ao valor registrado no terceiro trimestre de 2019. 

As estimativas otimistas se baseiam nos resultados e justificativas apresentados no segundo trimestre — e, claro, na solidez demonstrada frente aos desafios. Na ocasião, a empresa informou que o maior impacto da pandemia nas suas operações foi na queda de demanda por equipamentos de ciclo curto — como motores comerciais e Appliance, tintas e vernizes e motores industriais.

Agora, a expectativa é de que a Weg consiga manter uma boa posição com os produtos de ciclo longo, mostrando resiliência no Brasil e também no mercado internacional. Além disso, os analistas do banco esperam que a empresa seja positivamente afetada pelo câmbio e ajustes operacionais eficazes da gestão. 

A Weg divulga o seu resultado na próxima quarta-feira (20), antes da abertura do mercado. Confira as estimativas do mercado, segundo os dados da Bloomberg.

Projeções para o resultado:

  • Receita líquida: R$ 3,479 bilhões (↑22%)
  • Ebitda: R$ 569 milhões (↑26%)
  • Lucro: R$ 386 milhões (↑32%)

Hypera - Consolidação

Mesmo com a pandemia no radar, a Hypera Pharma, maior empresa do ramo farmacêutico do país, tem tido um ano bem agitado.

Com um portfólio variado de marcas, a companhia tem investido pesado para se firmar como a maior do seu setor, protagonizando aquisições relevantes, principalmente no que diz respeito a medicamentos OTC (sem obrigatoriedade de prescrição médica).

Em 2020, a companhia anunciou a compra de marcas importantes para enriquecer o seu portfólio, incluindo produtos da família Neosaldina e Dramin.

Mais recentemente, a Hypera concluiu a aquisição das marcas Buscopan e Buscofem, da alemã Boehringer Ingelheim - e estampou os cadernos esportivos ao anunciar um acordo de R$ 300 milhões para obter os naming rights da Arena Corinthians.

Mesmo diante do cenário de incerteza trazido pela pandemia do coronavírus, a visão dos analistas é que a companhia tem conseguido navegar de forma satisfatória pela crise. 

No segundo trimestre, a Hypera foi fortemente beneficiada por um movimento que antecedeu as medidas de isolamento social: a corrida para as farmácias para o abastecimento de medicamentos isentos de prescrição médica.

Do lado negativo, com menos pessoas indo ao médico, a demanda por medicamentos caiu como um todo no varejo farmacêutico brasileiro. No entanto, desde o fim de maio a empresa já observava uma melhora do quadro, que deve ter se consolidado ao longo do terceiro trimestre, encerrado em setembro. 

No segundo trimestre, a Hypera Pharma registrou um crescimento de 7,9% na receita líquida, a R$ 1,05 bilhão. O lucro líquido foi de R$ 396,4 milhões (alta de 17,6% com relação ao mesmo período do ano anterior). 

Já levando em conta os possíveis impactos do coronavírus, a companhia reviu as suas projeções para 2020. A expectativa agora é que a Hypera tenha uma receita líquida de R$ 4 bilhões e um lucro líquido de cerca de R$ 1,3 bilhão. 

A Hypera Pharma divulga os seus resultados na próxima sexta-feira (23), após o fechamento do mercado. Confira as estimativas do mercado, segundo os dados da Bloomberg.

Projeções para o resultado:

  • Receita líquida: R$ 1,075 bilhão (↑6,54%)
  • Ebitda: R$ 333 milhões (↑11%)
  • Lucro líquido: R$ 296 milhões (↑10,86%)

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

NÃO FOI DESTA VEZ

Mega-Sena acumula de novo e prêmio vai a R$ 160 milhões; veja como aumentar suas chances de ganhar

5 de fevereiro de 2023 - 10:43

Mega-Sena está acumulada desde o sorteio da virada, próxima chance de virar um milionário será na quarta-feira (8)

FUTURO PLANEJADO

Quanto investir para garantir uma renda igual ao teto do INSS no Tesouro RendA+, o título do Tesouro Direto para aposentadoria

5 de fevereiro de 2023 - 9:38

Quanto mais tempo você puder esperar para começar a receber a renda, menos precisará investir. Confira duas simulações no Tesouro RendA+

ANOTE NO CALENDÁRIO

Agenda econômica: ata do Copom, dados de atividade e balanços de bancos são destaque na semana

5 de fevereiro de 2023 - 8:11

A ata da última decisão do Copom vai dar novas pistas quanto à trajetória da Selic. Lá fora, a agenda econômica estará mais vazia

DE OLHO NAS REDES

Mark Zuckerberg criou uma ‘arma’ que pode ser letal para o seu bolso: descubra como escapar dessa armadilha

5 de fevereiro de 2023 - 7:00

Álvaro de Campos — um dos heterônimos de Fernando Pessoa — nunca usou o Instagram, mas o Poema em Linha Reta é perfeitamente capaz de descrever o sentimento de passar alguns minutos (ou horas) rolando o feed da rede social.  Nunca conheci ninguém que tivesse levado porrada Todos os meus conhecidos têm sido campeões em […]

DIAGNÓSTICO

Brasil tem grande potencial de expansão em bens domésticos, diz CEO da Magazine Luiza (MGLU3)

4 de fevereiro de 2023 - 16:34

Luiza Trajano, do Magazine Luiza (MGLU3), falou durante o Brazil Conference, em Lisboa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies